Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
24 Abr, 2020 - 13:10

Como deve desinfetar embalagens depois das compras?

Mónica Carvalho

O nosso dia a dia tem vindo a ser alterado devido à pandemia que o mundo enfrenta. Veja como deve desinfetar embalagens depois das compras.

desinfetar embalagens depois das compra

Os cuidados de etiqueta respiratória é um dos assuntos mais falados nos últimos tempos, por ser um dos meios de prevenção da doença COVID-19. Mas e quando chega do supermercado, que cuidados deve ter? Como deve desinfetar embalagens depois das compras?

Conheça os cuidados a ter que são, como verá, mais simples do que poderá imaginar. Afinal, a própria Organização Mundial da Saúde(1) alerta de que a

“probabilidade de alguém infetado contaminar uma encomenda é baixa e o risco de apanhar o vírus que causa a COVID-19 num pacote que foi movido, transportado e exposto a diferentes condições e temperaturas, é igualmente reduzido.”

Este conselho ainda que diga diretamente respeito às embalagens que recebemos no correio ou por transportadora podem, perfeitamente, adequar-se às embalagens das compras, visto que também passam por processos de transporte e manuseamento.

Além disso, e no que à comida diz respeito, a Direção-Geral da Saúde(2) afirma que

“não existe, até ao momento, evidência de qualquer tipo de contaminação através do consumo de alimentos cozinhados ou crus”.

Recomendações gerais para fazer compras

E como tudo começa pelo princípio, a primeira coisa a ter em conta é mesmo avaliar o seu comportamento quando vai às compras, de acordo com a DGS.

Veja os cuidados a ter:

  • Evitar tocar nos alimentos a não ser para colocar no carrinho de compras;
  • Cumprir as distâncias de segurança: manter no mínimo um metro de distância das pessoas;
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos;
  • Fazer uma higienização adequada das mãos antes e depois da ida às compras;
  • Cumprir com as medidas gerais de etiqueta respiratória: não usar as mãos ao tossir ou espirrar, usar um lenço de papel ou o antebraço.

desinfetar embalagens depois das compras: cuidados a ter

limpar compras

Um estudo do National Institutes of Health(4), um organismo público norte-americano, revela que o novo coronavírus pode permanecer de apenas algumas horas a vários dias nas embalagens e objetos, dependendo do material em causa, nomeadamente:

  • Plástico e aço inoxidável: até 72 horas (3 dias);
  • Papel e cartão: até 24 horas (1 dia);
  • Cobre: até quatro horas.

A mesma indicação é dada pela DGS que refere que “o vírus permanece em superfícies durante um período temporal que pode ir de algumas horas a 6 dias.”

Como tal, quando chegar a casa depois das compras poderá proceder à limpeza e desinfeção das embalagens e sacos de acordo com as normas indicadas pela DGS(3):

  • Pode usar detergentes comuns ou de uso doméstico;
  • Para desinfetar, recorra à lixívia com pelo menos 5% de cloro livre na forma original e o álcool a 70%;
  • As partes ou objetos metálicos que não são compatíveis com a lixívia, devem ser desinfetadas com álcool a 70% ou outro produto compatível, para evitar a corrosão ou dano.

Não se esqueça ainda que no caso de uso de lixívia, deve abrir as janelas de casa para arejar e renovar o ar, o que permite, igualmente, que os objetos limpos sequem mais rápido.

E o que fazer em relação aos alimentos?

Tendo em conta todos os estudos científicos levados a cabo até ao momento, o conselho científico da ASAE lançou uma nota no sentido de esclarecer se o novo coronavírus pode ser transmissível através da comida. (5)

Assim, é indicado que não existe evidência de qualquer tipo de contaminação através da ingestão de comida cozinhada ou crua. Como tal, tendo sempre em conta que nunca se é demasiado cuidadoso, há que continuar a manter e até reforçar (mal não faz) todas as boas práticas de boas práticas de higiene e segurança alimentar durante a manipulação, preparação e confeção dos alimentos.

Especificamente no que se refere à preparação, confeção e consumo de alimentos, devem ainda ser reforçadas algumas medidas, já utilizadas antes da pandemia:

  • Lavagem prolongada das mãos seguida de secagem apropriada evitando a contaminação cruzada. Por exemplo: ao invés de fechar a torneira com a mão suja, pegue numa toalha de papel, feche a torneira e coloque o papel no lixo;
  • Desinfeção das bancadas de trabalho e das mesas com produtos apropriados e já indicados;
  • Evitar a contaminação entre comida crua e cozinhada;
  • Lavar adequadamente os alimentos crus;
  • Cozinhar a comida a temperaturas apropriadas;
  • Evitar partilhar comida ou objetos entre pessoas durante a sua preparação, confeção e Consumo.

Agora que já sabe como deve desinfetar embalagens depois das compras verá que apenas deverá ter mais alguns cuidados para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

E, por que não, por uma questão de saúde pública, continuar sempre com estes cuidados para manter a sua saúde e a da sua família no melhor estado possível?

Veja também

Para descomplicar a informação

As informações sobre os temas que envolvem o impacto social do novo Coronavírus são dinâmicas e constantemente atualizadas. Por isso, os conteúdos publicados nesta secção não devem substituir a consulta com profissionais e especialistas, tanto da saúde como do direito e temas afins.