Helena Peixoto
Helena Peixoto
17 Jan, 2022 - 20:30

Covid-19 em casa? Saiba como higienizar utensílios domésticos

Helena Peixoto

Higienizar utensílios domésticos é das principais formas de afastar vírus e bactérias a qualquer altura, mas torna-se essencial na pandemia.

higienizar-utensilios-domesticos-covid

Testou positivo à covid-19 ou coabita com um positivo? Saiba como higienizar utensílios domésticos para ficar descansado de que não existe risco de contaminação ou de permanência do vírus nas superfícies. 

Estamos todos um pouco assustados com os tempos em que vivemos. Estamos, de facto, a lidar com uma pandemia há muito tempo e, com os números dos casos de covid-19 a subirem, todos os cuidados são poucos. E sim, os cuidados devem ser continuados em casa e não apenas quando sai dela.

As diretrizes são da própria Direção-Geral da Saúde (DGS) e são bem claras. Referem-se aos cuidados a ter numa casa onde se encontre alguma pessoa infetada com o vírus, ou não – afinal, podemos estar a conviver com a doença ainda de forma silenciosa.

Anote as recomendações de higiene doméstica em tempos de pandemia.

Como higienizar utensílios domésticos: passo a passo

pessoa a limpar mesa com pano

Cuidados da roupa

No que toca a higienização da roupa, deve seguir as recomendações para garantir máxima segurança.

Têxteis, roupa de cama, roupa pessoal e toalhas devem ser lavadas na máquina, na maior temperatura possível (acima de 60º, desde que não danifique as peças, claro) e com detergente regular de máquina.

No caso de possuir uma máquina de secar a roupa deve utilizá-la para finalizar o processo. Se não, use o ferro de engomar depois de seca. Lave as mãos após tratamento de roupas sujas, com água quente e bastante sabão. 

Limpeza e desinfeção de superfícies

Antes de começar a limpar as superfícies lá de casa, deve utilizar equipamento adequado: luvas, roupa protetora (como um avental de plástico) e, se possível, máscara – a máscara protege dos gases tóxicos e dos cheiros, potenciais alergénios. 

intoxicacao-por-inalacao-de-lixivia
Veja também Intoxicação por inalação de lixívia: o que fazer e como evitar

Lave muito bem as mãos, antes e depois da colocação das luvas. Para a desinfeção comum das superfícies (especial atenção para zonas de contacto frequente como maçanetas das portas, interruptores de luz ou outros objetos), faça o seguinte procedimento:

  • lave primeiro com água e detergente;
  • aplique uma medida de lixívia diluída em 49 medidas de água;
  • deixe atuar a mistura durante 10 minutos;
  • enxague com água quente e deixe secar ao ar.

Mobiliário e equipamentos eletrónicos 

No caso do mobiliário e de alguns equipamentos domésticos (como comandos de televisão ou telemóveis), faça a sua higienização regular com uma limpeza através de toalhetes humedecidos em desinfetante ou em álcool a 70º, se não houver qualquer indicação contrária nas instruções do fabricante.

Utensílios de cozinha

Comece por abrir as janelas, para que toda a divisão possa ser devidamente ventilada. Além disso, se nos utensílios houver presença de sangue, secreções respiratórias ou outros líquidos orgânicos, deve absorver os líquidos com papel absorvente.

Para a higienização dos equipamentos e acessórios de cozinha, deve ter em conta a seguinte ordem:

  • lave as loiças na máquina ou à mão com água bem quente e o detergente habitual;
  • limpe e desinfete armários, bancadas, mesa e cadeiras, e não se esqueça de desinfetar os puxadores dos armários e das portas;
  • termine a limpar e desinfetar a torneira, o lavatório e o ralo (e as mãos claro).

Casa de banho

As casas de banho devem ser lavadas e desinfetadas com um produto de limpeza misto que contenha detergente e desinfetante na composição, visto este tipo de produto ser de aplicação simples e rápida e com a devida eficácia.

Depois, deve começar por limpar as torneiras, lavatórios e respetivos ralos. Depois, avance para a limpeza do mobiliário existente, seguindo-se a banheira ou chuveiro e terminando com a limpeza do bidé e da sanita.

Cuidados a ter com os resíduos

O lixo produzido por uma pessoa que esteja, principalmente, em quarentena obrigatória deve ser alvo de cuidados especiais, visto que pode conter vários materiais passíveis de contaminação, como, por exemplo, lenços.

Atente aos cuidados a ter:

  • a pessoa infetada deve usar um caixote de lixo, com o respetivo saco, só para si e não pode partilhar com mais ninguém e é aí que deve colocar todo o lixo por si produzido;
  • os resíduos não podem ser calcados, nem o saco apertado para o ar sair;
  • para fechar o saco, que apenas deve ser utilizado até 2/3 da sua capacidade, deve usar luvas e, depois, fechar com dois nós bem apertados;
  • esse saco do lixo deve ser colocado dentro de um novo saco, também fechado com dois nós ou atilho ou fita cola;
  • o lixo pode ser colocado no exterior por outra pessoa, tendo o máximo cuidado para prevenção de contaminação, sem nunca encostar o saco à roupa ou ao corpo;
  • tanto a pessoa que fecha o saco, como a que leva o saco para o lixo, devem lavar muito bem as mãos quando o processo está terminado;
  • o balde do lixo deve ser devidamente lavado e desinfetado de acordo com as indicações já referidas.

Recomendações gerais sobre utensílios domésticos 

Além de todas as recomendações para higienizar utensílios domésticos já referidos, a DGS partilha também algumas recomendações gerais de prevenção que deve seguir como forma de maior proteção.

  • Não partilhe a utilização de telemóveis, auscultadores ou teclados ou pelo menos desinfete os equipamentos antes e depois de cada utilização.
  • Evite, sempre que possível, a partilha de pratos, copos, chávenas, utensílios de cozinha, toalhas, lençóis ou outros itens com as pessoas que coabitam em sua casa.
  • Depois de utilizar utensílios como pratos, copos, chávenas e acessórios de cozinha, lave-os com água quente e detergente.

Siga as instruções e proteja-se! 

Veja também