Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
17 Mar, 2020 - 15:18

Saiba tudo sobre a DGES (Direção Geral do Ensino Superior)

Catarina Milheiro

A DGES tem um portal bastante completo e para quem está a fazer a candidatura ao Ensino Superior, é essencial que o conheça detalhadamente.

alunos do ensino superior na biblioteca a estudar

A DGES – Direção-Geral do Ensino Superior, é a entidade que se ocupa da atribuição de Bolsas de estudo pelo Estado Português, assim como do Concurso Nacional de acesso ao Ensino Superior, internacionalização e reconhecimento de graus académicos e manutenção da informação referente aos cursos/universidades existentes no país e informações relativas à mobilidade.

O portal da DGES é bastante completo e para quem quer fazer a sua candidatura ao Ensino Superior, é essencial que o conheça muito bem.

Se pretende concorrer para o Ensino Superior, é importante que consulte este portal para saber acerca das notas dos últimos colocados em cada curso e, paralelamente, ter uma noção das médias de entrada para a universidade.

A DGES: O QUE PROMOVE E QUEM PODE CONCORRER

Uma das formas de acesso ao Ensino Superior em Portugal, é através das candidaturas ao concurso nacional organizado anualmente pela DGES – Direção-Geral do Ensino Superior.

Todos sabemos que depois de um percurso pelo ensino básico, secundário e/ou profissional, se aproxima talvez um dos momentos mais importantes da vida de um estudante: a escolha de um curso e respetiva instituição onde pretende obter a sua formação académica.

Com o objetivo de conseguir dar resposta às necessidades dos alunos interessados, a DGES dispõe de um portal através do qual o estudante poderá e deverá consultar a fim de esclarecer algumas das dúvidas mais frequentes.

alunos do ensino superior na aula

Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior

Está a pensar em candidatar-se ao Ensino Superior para o ano letivo de 2020/2021? Então deve saber que a candidatura é um passo de extrema importância para qualquer estudante que ambicione continuar o seu percurso académico.

Desde já informamos que as candidaturas devem ser preparadas atempadamente, isto é, com alguma antecedência, principalmente no que diz respeito à escolha das licenciaturas e universidades.

O preenchimento da candidatura é feito online no portal da DGES, algo que veio facilitar bastante o processo de acesso ao Ensino Superior.

Para além disto, deve também saber que existem 3 fases no Concurso Nacional de acesso ao Ensino Superior (sendo que as vagas vão sendo limitadas em função da fase).

Em relação aos exames nacionais deste ano, já pode consultar as respetivas datas da 1ª e 2ª fase no site da DGES.

Se se vai candidatar às instituições de ensino superior privado, universitário e tecnológico, saiba que estas possuem os seus próprios concursos e datas de candidaturas.

Mas, afinal, quem se pode candidatar ao Ensino Superior?

Todos os alunos que tenham terminado o ensino secundário num curso científico-humanístico, bem como os que tenham terminado um curso profissional e artístico elegíveis para concorrerem ao ensino superior.

A grande mudança, que ocorre já no próximo ano letivo, é para os alunos dos cursos profissionais e artísticos. Foi criado um concurso especial de acesso ao ensino superior com o objetivo de estimular a diversificação do acesso ao ensino superior.

Atribuição de Bolsas de Estudo

A DGES é a entidade que se ocupa da atribuição de Bolsas de Estudo pelo Estado Português.

Como sabemos, a entrada da universidade representa um custo em material, propinas, transportes, livros, alimentação e se necessário, alojamento – algo que muitas famílias não conseguem suportar.

Por este mesmo motivo, foram criadas as Bolsas de Estudo que funcionam como um apoio social direto para os estudantes com carências económicas.

As condições de elegibilidade dependem de uma série de fatores como o rendimento do agregado familiar, por exemplo. Para saber se tem direito a uma bolsa de estudo da DGES (Direção-Geral do Ensino Superior) é possível fazer uma simulação online.

Para que consiga ter uma noção, podem ser atribuídas bolsas de estudo no âmbito do sistema de apoios sociais para a frequência de cursos ministrados em instituições de ensino superior os estudantes inscritos em:

  • Cursos técnicos superiores profissionais; 
  • Licenciaturas;
  • Cursos de mestrado integrado;
  • Mestrados.

DE QUE FORMA A DGES PODE SER ÚTIL PARA OS ESTUDANTES

Como é possível constatar, a DGES pretende dar resposta às questões mais frequentes dos estudantes em geral, tornando as suas vidas um pouco mais facilitadas.

Para além de conseguir consultar tudo aquilo que mencionamos anteriormente no artigo, os estudantes podem ainda consultar o Índice de Cursos/Universidades na plataforma da DGES, um aspeto bastante útil para quem pretende ingressar na universidade.

Neste índice de cursos e universidades é possível ter acesso às notas de colocação em anos anteriores, quais as provas de ingresso necessárias para um determinado curso e ainda outros dados estatísticos relevantes.

É importante ainda referir que este guia pode ser consultado de várias formas:

  • Em primeiro lugar através da área de estudos e nome do curso – aí é possível verificar em que instituições os cursos são lecionados;
  • Também poderá consultar este guia por distrito e instituição;
  • Este guia oferece ainda um assistente de escolha de curso, no qual poderá pesquisar o curso segundo as provas de ingresso que realizou.

Para além de todas as informações referentes ao Ensino Superior ou atribuição de bolsas, também constam outras informações relevantes para os alunos que irão frequentar qualquer Instituição de Ensino Superior.

Entre elas estão informações relativas à mobilidade, internacionalização e reconhecimento de graus académicos (tanto para alunos estrangeiros, como portugueses no estrangeiro).

Em todos estes estes domínios pode ser consultada a legislação vigente, assim como contactar a DGES para qualquer assunto relativo a estes processos e trâmites.

Veja também