ekonomista
ekonomista
07 Mar, 2019 - 09:46
12 vítimas de violência doméstica. Decretado dia de luto nacional

12 vítimas de violência doméstica. Decretado dia de luto nacional

ekonomista

A morte de mais uma mulher vítima de violência doméstica, a 12ª desde o início de 2019, apela a uma profunda reflexão e mobilização nacional.

O artigo continua após o anúncio

Ana Paula Fidalgo, de Vieira do Minho, é a 12ª vítima mortal de violência doméstica em Portugal desde o início do ano. O Presidente da República promulgou um decreto que institui o dia 7 de março como dia de luto nacional, alertando que mais do que um “mero ato simbólico”, significa “maior mobilização nacional” contra “este flagelo”.

A comissão técnica multidisciplinar para a prevenção e combate à violência doméstica reúne-se esta quinta-feira pela primeira vez, com a presença do primeiro-ministro, António Costa.

Após a reunião, o chefe do Governo e a ministra da Justiça, Francisca van Dunem, participam numa cerimónia pública de assinatura de protocolos relacionados com gabinetes de atendimento a vítimas de violência de género.

Esta comissão deverá apresentar, num prazo não superior a três meses, um relatório final do qual constem propostas para prevenir e combater este problema.

Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp