Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Pereira
Inês Pereira
08 Jun, 2018 - 11:00

Diarreia na gravidez: causas e como tratar

Inês Pereira

Apesar de poucas vezes mencionada, a diarreia na gravidez é uma dor de cabeça bastante comum para as futuras mamãs. Saiba como tratar o problema.

Diarreia na gravidez: causas e como tratar

A diarreia é, por si só, um problema bastante comum e que afeta todas as pessoas em algum momento da vida. Contudo, quando o assunto é a diarreia na gravidez, as futuras mamãs parecem ficar extremamente apreensivas e preocupadas com a saúde do bebé. Afinal, já se sabe que a gestação traz consigo várias mudanças e muitos medos.

Os episódios de diarreia durante a gravidez não são incomuns e, na maioria dos casos, são bastante passageiros e sem gravidade. Contudo, é necessário estar atenta à duração do fenómeno e a outros sintomas que possam surgir, já que há sempre a possibilidade de existir um problema mais sério.

O melhor mesmo é garantir que trata a diarreia o mais rapidamente possível para garantir a sua saúde e a do bebé.

Tudo aquilo que precisa de saber sobre a diarreia na gravidez

fique a saber tudo sobre a diarreia na gravidez

Antes de mais, é preciso deixar claro que as alterações intestinais são normais e ocorrem com alguma frequência durante a gravidez. Têm origem não só nas mudanças a nível alimentar e hormonal, como também no que se refere ao estado emocional da mulher, uma vez que questões como o stress podem originar modificações no trânsito intestinal.

Assim, não há necessidade para pânico sempre que ocorrer um episódio de diarreia na gravidez. É importante que consulte o seu médico, especialmente se os sintomas se prolongarem durante vários dias, para se assegurar de que é algo pontual e de que não existe motivo para alarme.

Diarreia na gravidez durante o primeiro trimestre

Não é novidade que o primeiro trimestre da gravidez é crucial no desenvolvimento fetal e, como seria de esperar, os cuidados com a saúde da mãe devem ser redobrados. Assim, é perfeitamente compreensível que a diarreia na gravidez suscite muitos receios, já que pode provocar desidratação e, consequentemente, consequências negativas para a gestação.

Habitualmente, a diarreia nesta fase da gravidez é causada apenas pelas alterações hormonais e, à partida, não é nociva. Também o aumento do consumo de líquidos e a toma de vitaminas pré-natais pode causar mudanças no trânsito intestinal.

No entanto, importa estar atenta para o caso de se tratar, por exemplo, de uma gastroenterite ou de um parasita intestinal.

Diarreia na gravidez nos segundo e terceiro trimestres

Com o decorrer da gestação, o cenário intestinal mais frequente para as grávidas é a obstipação. No entanto, algumas mulheres sofrem também de episódios de diarreia.

Por esta altura, a atenção a este problema deve ser redobrada, uma vez que, em alguns casos, a diarreia na gravidez pode mesmo significa parto prematuro – especialmente por volta das 37 semanas de gestação.

Por outro lado, nesta fase da gravidez, a diarreia pode ser sinónimo de uma virose, de uma intoxicação alimentar ou de uma má reação a algum alimento. De facto, ao longo da gestação a mulher pode desenvolver intolerância a determinados alimentos que outrora consumia sem qualquer obstáculo.

Como prevenir e tratar

diarreia na gravidez

A verdade é que existe um conjunto de comportamentos que deve ser seguido de modo a evitar ao máximo os episódios de diarreia na gravidez. A melhor parte é que são práticas simples e comuns, pelo que não será difícil segui-las:

  • Beber muita água;
  • Evitar fritos;
  • Comer sopas simples;
  • Reduzir o consumo de manteiga;
  • Beber sumos de fruta;
  • Beber chá;
  • Consumir alimentos ricos em sódio e potássio;
  • Privilegiar carnes brancas.

No que se refere ao tratamento, é muito importante que se aconselhe junto do seu médico. A gestante não deve automedicar-se nesta fase da vida, uma vez que daí podem surgir consequências prejudiciais para o bebé.

Veja também: