ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Catarina Reis
Catarina Reis
26 Fev, 2021 - 11:08

Dinâmica de grupo offline e online: dicas e vantagens

Catarina Reis

Muitas empresas usam como estratégia de recrutamento e seleção a dinâmica de grupo. Porém, nem todos sabem como se preparar para esta atividade.

equipa a realizar uma dinâmica de grupo no trabalho

Uma dinâmica de grupo é um exercício apresentado a um conjunto de pessoas, com o objetivo de promover e observar o seu comportamento individual e em equipa.

Muito usada em processos de recrutamento e seleção, a prova de grupo pode assumir diferentes formas e estar ao serviço de diferentes propósitos.

Qual é o objetivo de aplicar uma dinâmica de grupo?

Pode-se considerar que o propósito de se aplicar dinâmicas de grupo nas empresas é o de encontrar os melhores candidatos durante processos de seleção de candidatos a empregos.

Quando aplicado às empresas, a sua importância passa por melhorar as equipas de trabalho, tornando-as mais unidas.

Vamos perceber, ainda, de que forma a dinâmica de grupo se integra com o mercado atual, nomeadamente com o teletrabalho.

Dinâmica de grupo: estratégias para ser o melhor candidato

Tal como nas restantes etapas do processo de recrutamento e seleção, a probabilidade de o candidato ser bem sucedido aumenta quando este investe na sua preparação.

A dinâmica de grupo é, antes de mais nada, um momento de avaliação que permitirá ao recrutador perceber algumas das suas competências e atitudes. Desta forma, pode observar se é o candidato ideal para a função a desempenhar.

Dito isto, é fundamental preparar-se previamente. Dizemos-lhe como.

1

Estude os diferentes tipos de dinâmica de grupo existentes

São centenas, mas, de entre todos os exercícios de grupo que é possível apresentar aos candidatos a emprego, é possível observar a existência de categorias.

Se estudar bem estas categorias, terá mais facilidade em ter um bom desempenho nas provas, independentemente dos detalhes que possam variar.

As provas ou dinâmicas de grupo podem ser de tipo situacional ou hipotético. As provas situacionais são as que têm uma relação direta com o contexto de trabalho. Por exemplo: “Em equipa, crie um cronograma para o desenvolvimento de um produto, com a respetiva orçamentação”.

As provas hipotéticas retratam episódios não relacionados com o contexto de trabalho. Por exemplo: “Em equipa, decida quais as profissões que devem estar representadas na primeira colonização que o Homem fizer do planeta Marte.”.

2

Entenda o que se está a avaliar

Pelo tipo de prova que lhe é apresentado, consegue compreender se a observação em causa terá em conta as suas competências técnicas ou transversais.

Como é evidente, uma dinâmica de grupo situacional está mais orientada para a avaliação de hard skills, ao passo que uma prova hipotética coloca em evidência as soft skills.

3

Ajuste o seu comportamento à função

A mesma dinâmica de grupo pode ser replicada em processos de seleção diferentes. Ou seja, exercícios exatamente iguais podem ser observados por duas “lentes” totalmente diferentes.

A “lente” é determinada pela função para que se está a recrutar. Desta forma, deve adequar o seu comportamento em função da área de candidatura.

Por exemplo, se a função exige iniciativa e competências de comunicação, pode ser valorizado se tomar a dianteira na resolução do exercício, liderando os colegas que também estão em prova.

Porém, se a função exige que se seja um mediador de relações, pode fazer sentido adotar uma postura mais discreta, de reformulação e verbalização do que é dito pelos vários elementos do grupo.

Se a função exige atenção ao detalhe e organização, talvez o melhor seja pegar no seu relógio e assumir o controlo do tempo ou o registo das principais informações resultantes do trabalho de grupo.

4

Ser o primeiro a falar: sim ou não?

Muitos candidatos consideram que devem ser os primeiros a falar para demonstrarem que são líderes e proativos, mas esquecem que a empresa pode não estar à procura de um líder.

O nosso conselho é que fale quando tiver algo de valioso a acrescentar ao grupo. Não intervenha só por intervir.

5

Cuidado com a apresentação

Cuide da sua apresentação para o momento da prova. Tal como numa entrevista de emprego, numa dinâmica de grupo será observado na sua globalidade, o que inclui não apenas o seu comportamento verbal, como também a forma como decidiu apresentar-se, o seu tom de voz, os objetos que leva consigo (agenda, relógio, telemóvel, caneta…).

Descubra qual o dress code da empresa e alinhe-se com o mesmo. Isto aplica-se também a provas realizadas em videoconferência. Não se deixe levar pelo descuido.

Dinâmica de grupo adaptada ao contexto atual: o isolamento social e o teletrabalho

Se já havia tendência para que por vezes a dinâmica de grupo fosse aplicada online, então agora com a pandemia ficou ainda mais reforçada essa aplicabilidade. 

equipa a realizar uma dinâmica de grupo online

Vantagens aplicar dinâmica de grupo online

Não se pense que a transição feita para o domínio digital não traz vantagens. Elas são bem visíveis, e destacamos:

  • Maior rapidez e facilidade em avaliar o perfil e as competências dos candidatos a emprego, uma vez que a internet permite encurtar distâncias;
  • A barreira da distância física deixa de existir. Muitos candidatos deixam de desistir de concorrer por viverem longe das instalações das empresas. Por sua vez as empresas ganham um leque maior para encontrar os melhores profissionais, seja em de que parte do mundo eles se encontrem;
  • Possibilidade de reunir um grande número de candidatos no processo de seleção com facilidade, e poupando recursos.

Dinâmica de grupo a aplicar online em videoconferência

Conheça agora alguns exemplos de dinâmica de grupo que pode promover à distância.

  • Brainstorming: trata-se de um grande clássico. As sessões de brainstorming têm sido uma dinâmica de grupo online muito utilizada pelas empresas. Normalmente o desafio consiste em apresentar um problema de mercado muito aproximado da realidade, para os candidatos solucionarem. As competências avaliadas serão a capacidade do trabalho em equipa, a criatividade, e ainda as competências sociais;
  • Verdade ou mentira: os candidatos são divididos em grupos de 4 ou 5. Cada um faz três afirmações sobre si próprio, e enquanto duas delas deverão ser verdade, a outra deve ser mentira. O desafio é os outros elementos conseguirem identificar a mentira;
  • Objetos que levaria para uma ilha deserta: esta atividade consiste em pedir aos candidatos para escolherem três objetos que levariam para uma ilha deserta, com o objetivo deles claro de conseguirem sobreviver. Dessa forma serão avaliadas capacidades como raciocínio lógico, apresentação de argumentos ou capacidade para trabalhar em equipa.
Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].