Teresa Campos
Teresa Campos
24 Nov, 2021 - 13:16

Doenças mais comuns nos homens: sabe quais são?

Teresa Campos

Há doenças mais comuns nos homens que importa conhecer, de modo a preveni-las ou a antecipá-las, por meio de rastreios ou exames. Saiba mais.

doencas-mais-comuns-nos-homens

Homens e mulheres são fisiológica e biologicamente distintos e isso pode interferir nas patologias mais frequentes quer num género, quer no outro. Neste caso, vamos falar sobre as doenças mais comuns nos homens, algumas das quais estão relacionadas com uma maior prevalência de certos fatores de risco nestes indivíduos, como é o caso do tabagismo, da obesidade ou do sedentarismo, por exemplo. Fique a perceber melhor.

6 doenças mais comuns nos homens que deve conhecer

Conhecer quais são as doenças mais comuns nos homens serve, essencialmente, para ter maior atenção a alguns aspetos como os fatores de risco que desencadeiam estas patologias, mas também para fazer mais exames e rastreios que permitam detetar e diagnosticar estes problemas o mais precocemente possível. Esteja atento às seguintes informações.

homem em consulta com médico

1. Problemas cardiovasculares

As doenças cardiovasculares afetam mais os homens do que as mulheres, principalmente até aos 50 anos de idade.

A razão para tal tem a ver com a existência de fatores de risco, como as disfunções hormonais,  a hipertensão arterial, o colesterol elevado, o tabagismo, a diabetes, a obesidade, o alcoolismo e o sedentarismo .

Os problemas cardiovasculares podem estar na origem de várias complicações de saúde, podendo mesmo conduzir à morte, estimando-se que em 2030 sejam mesmo a causa de morte de 25 milhões de pessoas (dados da Organização Mundial da Saúde).

2. Tumores da traqueia, brônquios e pulmão

Em Portugal, estes tumores revelam-se mais prevalentes e mortais no género masculino.  Um dos fatores de risco para estes tumores é o tabagismo que também é um vício mais comum entre os homens.

Além disso, certas mutações no cromossoma Y (cromossoma masculino) podem aumentar o risco de ter cancro e mesmo de morrer devido a esta doença.

3. Cancro da próstata

Além de ser uma doença exclusivamente masculina, esta é a segunda causa de morte por cancro mais frequente entre os homens. Este é mesmo o segundo tumor masculino mais comum em homens com mais de 50 anos de idade.

Por este motivo, é importante que os homens a partir dos 45/55 anos de idade façam, anualmente, a medição do PSA e a palpação prostática através do toque retal.

cancro-da-prostata
Veja também Cancro da próstata: tudo o que precisa saber

4. Cálculo renal

O surgimento de cálculos renais também parece ser mais comum entre os homens, em comparação com as mulheres. Contudo, esta prevalência pode variar em função de fatores como a geografia, o clima, a etnia, a alimentação e a genética.

5. Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono

Este é outro problema mais comum entre os homens e a explicação para isso pode estar na obesidade que também é um problema mais frequente no género masculino e que é responsável por 40% a 60% dos casos de Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono.

Além disso, nos homens, a gordura costuma acumular-se na região abdominal, o que contribui para a redução da capacidade de expansão pulmonar, e na zona do pescoço, o que pode levar ao estreitamento das vias respiratórias.

6. Pneumonia

Os homens também estão mais sujeitos a sofrerem e, mesmo, a morrerem de pneumonia, pois reúnem mais fatores de risco, como é o caso do tabagismo, institucionalização, imunossupressão (como VIH), doença pulmonar obstrutiva crónica, insuficiência cardíaca, convulsão, acidente vascular cerebral (AVC) com sequelas, por exemplo, na deglutição, cancro, diabetes e doença renal grave.

O baixo controlo das doenças crónicas e a baixa adesão às terapêuticas também contribui para que se registem mais casos de pneumonia entre os homens.

Veja também