Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Teresa Campos
Teresa Campos
29 Jun, 2020 - 16:03

Será que dormir demais faz mal à saúde?

Teresa Campos

Ter rotinas de sono é essencial para o bem-estar. Se descansar pouco é prejudicial, dormir demais faz mal à saúde. Perceba porquê e quais as consequências.

Mulher a dormir demais

Todos os dias, são feitos estudos científicos sobre as mais variadas matérias e, mesmo aquilo que já era dado como certo e sabido, pode ser contrariado a qualquer momento por uma nova investigação ou pesquisa. Neste caso, falamos sobre estudos dedicados ao sono e que questionam se dormir demais faz mal à saúde.

Efetivamente, há investigações que avançam que dormir demais pode ser mais prejudicial do que dormir de menos. E que a tese de que se devem dormir pelo menos 8 horas por noite não passa de um mito. Curioso para perceber por que dormir demais faz mal à saúde? Contamos-lhe tudo!

Por que é que dormir demais faz mal à saúde?

mulher a dormir descansada com a cabeça na almofada

Gregg Jacobs é um especialista do Centro de Transtornos do Sono da Faculdade de Medicina da Universidade de Massachusetts, nos Estados Unidos da América. De acordo com Jacobs, dormir 8 horas não é o tempo mais indicado. Estudos que relacionaram os hábitos de sono com a mortalidade concluíram que o nível mais baixo de mortalidade se verifica em quem dorme por noite cerca de 7 horas.

Porém, há outros especialistas com outras perspetivas. Frank Cappuccio é professor de medicina cardiovascular e epidemiologia na Universidade de Warwick, na Grã-Bretanha. Cappucio defende que o ideal é dormirmos entre 6 a 8 horas por noite.

Então, quando se dorme de menos e demais?

Assim, de um modo geral, podemos considerar que dorme de menos quem descansa menos de 6 horas por noite; e dorme demais quem ultrapassa as 8 horas de sono. As consequências destes comportamentos, além do maior risco de morte,  são vir a ter tensão alta, diabetes e problemas cardiovasculares.

Também é importante que, após todas as horas de sono, o indivíduo acorde e se sinta revigorado e com energia. Muitas vezes, dormir mais de 9 horas pode ser sinal de algum problema de saúde e carece de avaliação clínica.

Mulher a dormir demais
Veja também Aprenda a ter um ‘sono clean’ e sinta-se melhor

Dormir demais faz mal à saúde? Sim, pode fazer.

Provoca depressão

Algumas pesquisas revelam que quem dorme mais de 9 horas por noite corre quase o dobro do risco de vir a sofrer de depressão, do que os indivíduos que dormem entre 6 a 8 horas.

Altera o cérebro

Assim como dormir de menos, dormir demais também pode prejudicar as funções cerebrais, com repercussões que se sentem durante 6 anos. Dormir mais de 9 horas por noite pode mesmo contribuir para um envelhecimento cerebral precoce.

Causa infertilidade

Alguns estudos evidenciam que as mulheres que dormem mais de 9 horas por noite têm maior dificuldade em engravidar, precisando muitas vezes de recorrer a tratamentos de fertilidade.

Potencia a diabetes

Segundo certas investigações, os indivíduos que dormem mais de 8 horas por noite correm duas vezes mais riscos de vir a sofrer de diabetes tipo 2 ou de intolerância à glucose, em comparação com as pessoas que não excedem as 8 horas de sono.

Faz engordar

Dormir de menos ou demais pode contribuir para o aumento de peso.  Quem dorme mais de 9 horas por noite tem mais ¼ de probabilidade de engordar, mesmo fazendo uma dieta equilibrada e atividade física.

Provoca problemas cardiovasculares

Dormir demais também aumenta o risco de vir a desenvolver problemas cardíacos. Quem dorme muito tem mesmo o dobro da probabilidade de vir a ter angina ou doença coronário-arterial.

Causa morte prematura

Como já dissemos, dormir poucas ou muitas horas pode elevar o risco de morte precoce, além do provocar um envelhecimento celular acelerado e prematuro.

Veja também