Marvin Tortas
Marvin Tortas
09 Out, 2019 - 16:14
toyota camry

Respondemos às 10 dúvidas mais frequentes sobre carros híbridos

Marvin Tortas
Patrocinado por:

Apesar de marcas como a Toyota terem 20 anos de experiência nesta tecnologia, os híbridos continuam a gerar algumas dúvidas. Esclareça-as neste artigo.

Com o constante aumento do preço dos combustíveis e a busca por soluções de mobilidade com menor impacto ambiental, os carros híbridos apresentam-se como uma das escolhas mais inteligentes do mercado automóvel.

Sem os constrangimentos de autonomia dos carros elétricos e mais potência do que as versões equivalentes equipadas apenas com motores a combustão, os carros híbridos sintetizam o melhor dos dois mundos.

Apesar desta tecnologia já ser utilizada há mais de 20 anos, por cá, os carros híbridos só agora começam a estar em voga. E ainda despertam várias dúvidas e reticências.

Neste artigo, vamos responder a 10 das questões mais frequentes sempre que a temática são os carros híbridos. Para tirar todas as dúvidas, falamos com a Toyota, marca pioneira da tecnologia dos carros híbridos.

Troque o seu carro por um híbrido. Saiba qual é o valor de retoma do seu carro.

10 dúvidas recorrentes sobre carros híbridos: conheça as respostas

1. Qual é a autonomia elétrica de um carro híbrido?

A autonomia de um carro híbrido depende da tipologia deste, isto é, se é um Self Charging Hybrid ou se é um Plug-In Hybrid. No caso dos híbridos Plug-In, após cerca de 50km passa a funcionar como um híbrido normal, com toda a autonomia, até que se volte a carregar na corrente, e desta forma ganhar nova autonomia elétrica para novos 50km.

No caso dos híbridos de carregamento automático, como é o caso dos híbridos Toyota, é impossível ficar sem bateria e não é preciso ligar o carro a uma tomada todos os dias durante 3 ou mais horas.

É precisamente em andamento que a bateria se regenera a si própria, permitindo comutar entre o motor térmico e o motor elétrico de forma automática, optimizando assim a utilização dos dois motores para uma melhor eficiência. A tecnologia Self Charging Hybrid está desenvolvida de tal forma que permite que as baterias dos Híbridos da Toyota tenham uma garantia de 10 anos.

Campanha Toyota híbrido
Veja também Campanha Toyota: até 31 de outubro troque o seu carro por um híbrido

2. A manutenção dos carros híbridos é mais cara?

A manutenção de um híbrido é mais barata do que a de um veículo convencional, pois tem menos desgaste ou contam com menos peças, como por exemplo uma embraiagem. Os híbridos da Toyota, por exemplo, são carros desenvolvidos com o objetivo de serem económicos quanto ao combustível e às peças de desgaste. Os altos níveis de eficiência dos motores permitem que em cidade, metade do trajeto realizado apenas consuma energia elétrica.

3. O seguro automóvel de um carro híbrido é mais caro do que um carro convencional?

Não. A tecnologia híbrida é extremamente segura, e embora a tecnologia que faz mover um carro híbrido possa ser mais complexa do que a tecnologia presente num carro a combustão “tradicional”, o valor a pagar pelo seu seguro automóvel será igual ao de um modelo convencional.

4. Os carros híbridos são bons em autoestrada?

características que tornam os carros híbridos os mais cobiçados do mercado

Os carros híbridos são igualmente fáceis e práticos de conduzir como os seus equivalentes a diesel ou gasolina. No caso particular dos híbridos Toyota, estes estão mais do que preparados para andar em autoestrada e, como tem plena autonomia e não são 100% elétricos, podem fazer comodamente qualquer longa distância contando com os mesmos níveis de conforto e segurança que os modelos de motor a combustão. Mas os híbridos Toyota contam com a benesse de terem ainda mais potência, fruto da existência dos dois tipos de motorização, oferecendo assim uma excelente dinâmica em autoestrada para uma ótima experiência de condução.

Troque o seu carro por um híbrido Toyota. Saiba qual é o valor de retoma do seu carro.

5. A performance de um carro híbrido altera-se consoante a estação do ano?

A performance das baterias pode variar consoante as condições climatéricas, nomeadamente com calor ou frio extremo. No entanto, os componentes dos carros híbridos estão muito bem isolados e protegidos de qualquer adversidade atmosférica e não requerem qualquer tipo de cuidados redobrados por parte do condutor no que toca a manutenção.

6. Quais são os benefícios fiscais na compra de um carro híbrido?

Os híbridos Plug-in beneficiam de vários incentivos fiscais, entre os quais.

  • É possível deduzir 100% do IVA (abaixo do limite de 50.000 e 62.500 €, respetivamente);
  • O Estado concede um incentivo de 562,50€ que pode ser deduzido no ISV;
  • 100% das depreciações da viatura são aceites como gasto fiscal em sede de IRC;
  • Beneficiam de uma redução do IUC, devido à componente das emissões;
  • Beneficiam de uma taxa de tributação autónoma reduzida;
  • Lugares de estacionamento especiais, por exemplo, nos centros comerciais;
  • Beneficiam de estacionamento gratuito em vários pontos do país;
  • Não sofrem restrições ao nível das emissões em vários pontos do país:
  • Descontos de estacionamentos especiais, com aplicação da tarifa verde;
  • Redução do ISV de 75%.

7. Posso confiar na tecnologia híbrida?

A Toyota sagrou-se pioneira quanto à tecnologia híbrida nos automóveis, tendo lançado a primeira geração do Toyota Prius no final dos anos 90. Entretanto a marca japonesa passou os seguintes 20 anos a desenvolver a tecnologia, focada na otimização de desempenho, de consumos e de satisfação das necessidades de todos os condutores.

Alguns automóveis da primeira geração Híbrida da Toyota completaram mais de 1 milhão de quilómetros com o mesmo motor e bateria. Aliás, a Toyota confia tanto na sua tecnologia híbrida que oferece uma garantia renovável até 10 anos às suas baterias híbridas. E convenhamos, será que algum dia irá percorrer mais de 1 milhão de quilómetros com a mesma viatura?

8. Os híbridos são, realmente, carros amigos do ambiente?

Um carro híbrido de tamanho familiar emite cerca de 75g de CO2 por cada quilómetro percorrido, enquanto um familiar movido a diesel emite cerca de 150g de CO2. Este dado prova-nos que um híbrido polui duas vezes menos o ambiente do que um carro a diesel tradicional, o que não deixa de ser um dado impressionante numa altura em que a problemática da poluição ambiental tem sido tão debatida.

9. Qual a diferença de um híbrido Toyota para os outros carros híbridos?

Na grande maioria dos carros híbridos, o motor elétrico apenas auxilia o motor a gasolina, algo que não acontece num Híbrido Toyota. Para além do motor elétrico também auxiliar o motor a gasolina, este também é capaz de funcionar de forma completamente independente, ou seja, permite também circular em modo 100% elétrico, o que permite uma maior eficiência nos consumos de combustível e da bateria.

10. Vale a pena trocar o meu carro por um carro híbrido?

Comprar um híbrido compensará sempre, quer financeira, quer ambientalmente, ou, em muitos casos, ambas as situações.

No caso de não percorrer muitos quilómetros, estará a poupar o ambiente ao utilizar um híbrido em detrimento de um carro a combustão. Sobretudo se os poucos quilómetros que fizer forem realizados em percursos citadinos, uma vez que é neste tipo de trajetos que os híbridos se revelam mais eficazes.

Se for um daqueles condutores que dá bastante uso ao carro, verá que não só o ambiente mas também a sua carteira agradecer-lhe-ão o facto de ter optado por um carro híbrido. Em termos concretos, é possível conduzir os familiares híbridos Toyota, como é o caso do novo Corolla, até 50% do tempo em modo elétrico, levando a que o impacto nas cidades e para os peões seja de ar mais limpo.

Campanha até 31 de outubro: saiba qual é o valor de retoma do seu carro e troque por um híbrido Toyota.

Veja também