Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Reis
Catarina Reis
30 Nov, 2018 - 13:41

Melhores empregos para introvertidos: 6 áreas a ter em conta

Catarina Reis

Há empregos conhecidos por exigirem menos interação social. Vamos conhecer alguns dos melhores empregos para introvertidos.

Melhores empregos para introvertidos: 6 áreas a ter em conta

Embora o mundo laboral nem sempre faça acreditar que possa ser assim, a verdade é que nem todos os empregos são à medida dos extrovertidos. Quais são então os melhores empregos para introvertidos?

Como são os melhores empregos para introvertidos?

habitos financeiros das pessoas bem sucedidas

Considera-se introvertido ou extrovertido? As pessoas extrovertidas geralmente sentem-se energizadas em situações sociais intensas, e quando passam muito tempo sozinhas ou em silêncio sentem necessidade de socializar para “recarregar baterias”. Já os introvertidos sentem-se drenados energeticamente quando envolvidos em interações sociais intensas e prolongadas (como uma festa), sentindo a necessidade, ao fim de algum tempo, de regressar ao seu espaço e de estarem consigo mesmas para recuperar a energia.

Como são os introvertidos face ao trabalho?

Os introvertidos geralmente são pessoas tão trabalhadoras e apaixonadas como todas as outras; contudo, manifestam uma necessidade de mais espaço e tempo para estarem sozinhos ou a trabalhar em pequenos grupos. Ao contrário do que por vezes possa ser visível, costumam colocar o seu coração e a sua energia em tudo o que fazem, embora isso leve a que se sintam muitas vezes fatigados – especialmente no mundo árduo dos negócios, cheio de momentos de interação social e situações de negociação.

Para bem do seu talento e competências, mas também da sua felicidade e realização pessoal, os introvertidos devem concentrar-se em procurar um tipo de trabalho que se adeque à sua personalidade. Imagine a frustração que poderá causar uma pessoa estar num emprego para o qual tem todo o talento necessário, mas o facto de se exigir que tenha uma personalidade oposta à sua deita tudo ou quase tudo a perder… não deve ser fácil, e, além disso, pode ser um verdadeiro desperdício de competências.

Empregos para introvertidos – como não devem ser

Vamos conhecer as características que deverão ficar excluídas do rol de atividades profissionais ditas mais indicadas para quem se carateriza pela introversão.

Características incompatíveis com a personalidade dos introvertidos

Se é introvertido, evite:

  • Uma agenda diária completamente preenchida – para uma pessoa introvertida, ter que andar constantemente de reunião em reunião, a participar em eventos nos quais tem que conhecer pessoas e interagir com todas elas, e manter um perfil comunicativo a toda a hora poderá ser muito desgastante;
  • Alto nível de interação com clientes – seja porque a agenda é preenchida, seja porque o próprio trabalho exige um grande nível de interação entre o trabalhador introvertido e os clientes – não importa; os introvertidos preferem trabalhar sozinhos ou a pares e gostam que sejam outras pessoas a gerir as situações de negociação;
  • Altos níveis de stress: os introvertidos podem ser tão capazes de gerir o stress como quaisquer outras pessoas, mas o que acontece é que as situações de stress irão agudizar os comportamentos típicos da introversão; por outras palavras, num momento de ansiedade, um introvertido pode tender a ser menos cooperativo, preferindo resolver ele mesmo, sozinho, a situação do que trabalhar em equipa; Um extrovertido, por seu turno, certamente irá mobilizar a sua equipa para a resolução conjunta do problema;
  • Um emprego que depende muito do trabalho em equipa: um introvertido tem tendência a adaptar-se mais lentamente ao trabalho em equipa, embora a situação seja superável a partir do momento em que os laços de confiança sejam completamente estabelecidos;
  • Um trabalho em que as suas tarefas sejam constantemente supervisionadas – para um introvertido, passar o dia a trabalhar enquanto o seu patrão tem os olhos em cima de si pode ser o pior que lhe podem fazer; os introvertidos são mais produtivos quando estão entregues às tarefas, ainda que sozinhos, e por vezes podem preferir trabalhar nas horas consideradas “mortas”, para terem o escritório só para si; comportamentos de “micro-liderança” afetam a produtividade de todos, mas mais ainda das pessoas introvertidas.

Características compatíveis com os empregos para introvertidos

Vamos então ver o que devem os introvertidos procurar num emprego:

  • Flexibilidade de horários e de agenda – é o próprio trabalhador que determina a sua agenda diária e trabalha de acordo com o seu ritmo pessoal;
  • Liderança pelo exemplo e assente na confiança – estas caraterísticas da liderança são motivadoras para todas as pessoas; mas um introvertido poderá valorizar ainda mais um líder de poucas palavras, que lidere pelo exemplo;
  • Trabalho remoto – como já vimos, os introvertidos valorizam a possibilidade de trabalhar num local sossegado, às vezes a horas em que os restantes trabalhadores já se ausentaram; por esta razão, é para eles muito satisfatório poder trabalhar a partir de casa, pelo menos alguns dias por semana.

Os melhores empregos para introvertidos

Aqui ficam algumas sugestões de áreas e setores profissionais em que podem ser encontrados os melhores empregos para introvertidos.

1. Profissões criativas

artosta plastico

Profissões criativas relacionadas com a criação de conteúdos, sejam vídeos, fotografias, músicas ou conteúdos escritos, podem ser as ideais para os introvertidos, que, por sinal, tendem a ser mais criativos do que a generalidade das pessoas. É verdade que para um artista independente será importante ter algumas skills relacionais, mas é sempre possível contornar esse aspeto trabalhando para uma empresa ou estando associado a um agente.

Talvez também por ter em mente que muitos criativos têm propensão para a introversão, cada vez um maior número de empresas começa a recrutar trabalhadores para efetuarem o seu trabalho de forma remota, abrindo todo um leque de possibilidades a pessoas que desejam trabalhar nesta área e têm a disciplina e capacidade de concentração necessárias para fazê-lo!

2. Investigação

As profissões ligadas à Ciência e à investigação podem ser fabulosas para pessoas introvertidas, e desesperantes para pessoas extrovertidas. Longas horas de leitura e pesquisa, análise minuciosa de dados, colocação de hipóteses de estudo, monitorização de resultados… Todas estas atividades são, à primeira vista, mais agradáveis para introvertidos. Os extrovertidos poderão apreciar mais o trabalho de campo, a entrevista direta às pessoas ou grupos que forem objeto de estudo, e outras atividades de pendor social.

3. Arquivo

biblioteca

As profissões deste setor podem ser exercidas em autarquias, museus, bibliotecas e arquivos. Os requisitos deste tipo de profissões resumem-se a uma grande capacidade metodológica, de organização, minúcia, paciência, ponderação e concentração. Se é um introvertido com estas competências, então tem tudo para adorar este trabalho, que exige pouco contacto com o público e mesmo com colegas.

4. Tradução

Os tradutores de documentos escritos podem fazer o seu trabalho sem interagir com mais ninguém. Podem necessitar de discutir ideias com colegas ou especialistas do tema que estão a traduzir, mas podem, em geral, ser eles mesmo a gerir o momento e a forma como esses contactos acontecem. O seu trabalho é a escrita e sentem-se confortáveis com isso!do estiver, melhor. Os introvertidos privilegiam a solidão e o silêncio.

5. Blogging

Como criar um blog de sucesso e ganhar dinheiro em 7 passos

Para se tornar um blogger profissional, tem que escolher um assunto pelo qual seja apaixonado e no qual seja um expert, de preferência. Apenas precisa de um computador e de talento para escrever, assim como de competências de gestão e marketing que lhe permitam fazer da escrita um negócio.

6. Prestação de cuidados a animais

Para os introvertidos que gostam de animais, trabalhar com cuidados animais é uma excelente opção, uma vez que passam os dias a lidar praticamente apenas com os animais. Para eles, a parte mais dura do dia é a que implica interagir com os donos.

Veja também