Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ana Araújo
Ana Araújo
04 Mai, 2018 - 11:48

Entorse: causas, sintomas e tratamento

Ana Araújo

Joelho, mão e tornozelo. Estas são as partes mais suscetíveis de sofrer uma entorse. Conheça as causas e os tratamentos mais adequados para esta lesão.

Entorse: causas, sintomas e tratamento

O tipo de entorse mais comum afeta o tornozelo e é vulgarmente conhecido como “mau jeito no pé”. Neste caso particular, a lesão ocorre quando o pé vira para dentro, causando, quase de imediato, dor e edema local.

Este é um tipo de lesão que pode afetar também outras zonas, como é o caso da mão; sendo que aqui implica sobretudo o polegar. As entorses nos joelhos são também muito comuns, sobretudo nos futebolistas.

À semelhança da entorse do tornozelo, que ocorre quando se verifica um movimento descontrolado, na entorse do joelho há uma rotação do joelho para fora ou para dentro. Dependendo da gravidade da lesão, esta pode evoluir para rotura de ligamentos, tratando-se assim de uma lesão grave, implicando, na maior parte das vezes, cirurgia.

Entorse: tudo o que precisa de saber

O que é uma entorse?

entorse no joelho

A entorse é uma lesão que surge na sequência de um movimento brusco, provocando um estiramento descontrolado no músculo. Neste sentido, os desportistas têm maior tendência a desenvolver este tipo de lesão, sobretudo os que praticam desportos de contato.

Dependendo da intensidade da dor e da gravidade da lesão, as entorses variam entre ligeiras, moderadas ou graves. No caso de uma entorse ligeira, esta distingue-se por causar dor e inchaço localizado. No entanto, de modo geral, este tipo de lesão é de fácil tratamento, bastando para isso aplicar gelo e garantir repouso à zona inflamada.

As entorses moderadas, de grau II, caraterizam-se por uma dor que se pode tornar incapacitante, causando, por exemplo, dor ao colocar o pé no chão. Este tipo de lesão é acompanhada de alguma rigidez muscular, o que na maior parte das vezes implica a imobilização da zona afetada, sendo por vezes necessário complementar o tratamento com fisioterapia. Por fim, a entorse de grau III é a lesão com mais gravidade, na qual pode ser necessário recorrer à cirurgia.

O diagnóstico de uma entorse é realizado com recurso a uma radiografia, isto porque permite dissipar qualquer dúvida se a lesão teve implicações nos ossos, ou seja, se houve fratura. Caso o diagnóstico da entorse não seja conclusivo, pode haver necessidade de completar o diagnóstico com uma ressonância magnética.

Principais sintomas

sintomas de entorse

Os principais sintomas que distinguem uma entorse são:

  • Inchaço na zona afetada;
  • Dor imediata;
  • Contratura muscular;
  • Possível hematoma;
  • Impossibilidade de suportar carga.

Tratamento

tratamento para entorse

Tendo em conta que a maior parte das entorses são de cariz ligeiro, uma das primeiras medidas de intervenção será a aplicação de gelo ou compressas frias. Desta forma, vai permitir controlar a inflamação, atenuando o desconforto da lesão muscular e evitando futuras complicações. É importante não aplicar o gelo diretamente sobre a pele, de modo a evitar possíveis queimaduras.

Contudo, caso a dor se prolongue por vários dias e se torne incapacitante, será sempre preferível consultar o médico, de modo a obter um correto diagnóstico. Isto porque é importante que a lesão fique bem tratada para evitar complicações que possam surgir anos mais tarde.

Por outro lado, pode ser também necessário imobilizar a zona afetada, recorrendo ao uso de ligaduras ou mesmo talas. No que diz respeito às entorses do tornozelo e do joelho, caso se verifique a impossibilidade de suportar carga, será aconselhável o uso de canadianas, assim como algum repouso. Por outro lado, pode sempre complementar o tratamento com a toma de anti-inflamatórios para atenuar a dor.

Embora a cirurgia não seja muito comum para tratar este tipo de lesão, esta pode ser necessária caso exista um rompimento total dos ligamentos e o tratamento através de imobilização e fisioterapia não tenha sido suficiente.

Veja também: