Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
05 Jul, 2018 - 16:43

Google Inbox: o que é e como utilizar

Luísa Santos

Se já é utilizador do Gmail, então o Google Inbox não lhe será completamente estranho. É, no fundo, uma nova caixa de entrada de emails, mas melhor.

Google Inbox: o que é e como utilizar

A Google não pára de surpreender e parece que, a cada dia, surge mais uma novidade. Depois de tantos serviços criados, chegou a hora de conhecer o Google Inbox: a sua nova aplicação de emails.

Para os utilizadores do Gmail, este serviço não será difícil de entender e de utilizar. Para os outros também não, já que a Google preza pela facilidade e intuitividade de utilização.

Google Inbox: saiba como utilizar

google inbox

O Google Inbox é um dos serviços mais recentes da marca e pode ser visto, de facto, como um upgrade do Gmail. Esse “avanço” significa, naturalmente, o incremente de novas funcionalidades, mais úteis e intuitivas.

Não pense, por isso, que terá de alterar o seu endereço de email (por ser “@gmail.com”) para poder utilizar o Google Inbox – pelo contrário, o seu email manter-se-á inalterável, já que este novo serviço trabalha também com esse domínio.

O Google Inbox está disponível em versão desktop, acessível a partir de qualquer browser, mas também em forma de aplicação para Android ou iOS.

Espere, por isso, um novo design, mais elegante, fácil de usar e, sobretudo, com enorme utilidade – já que facilmente de adapta às suas tarefas diárias e/ou esporádicas. Conheça, por isso, as diferenças entre este novo serviço e o Gmail, para além de todas as suas vantagens.

Os emails

Com o Google Inbox, os emails são vistos como mensagens. Imagine que, da mesma forma que recebe uma SMS, também poderá receber “a mesma” numa outra aplicação – neste caso, dedicada à receção e envio de emails.

Ora, um novo email transforma-se numa nova mensagem, que, por sua vez, pode ser convertida numa tarefa a cumprir: “mais tarde”, “esta semana”, “amanhã”, “na próxima semana”… A escolha é sua, e a categorização dessas tarefas também, já que pode definir horas, datas e locais.

Os lembretes

Uma nova funcionalidade que o Inbox introduz, o que ajuda, ainda mais, à sua organização diária. Ao utilizar este serviço pode, por isso, criar lembretes com base nos emails recebidos.

Esses lembretes podem ter a origem que entender e podem relembrá-lo de ligar a alguém, enviar uma mensagem, fazer as compras da semana, enfim, tudo aquilo que bem entender.

Os links

Outra das novidades do Google Inbox é a criação de um repositório de links. Quer perceber por que é que esta funcionalidade é útil? É daqueles que envia links para si próprio, para ver mais tarde, quando chegar a casa? Se é, já pode substituir esses envios pelo arquivo de links do Inbox.

Ao copiar uma ligação do browser, por exemplo, basta abrir a app da Google para que surja um pop-up onde lhe é perguntado se deseja guardar a ligação copiada. Diga que “sim” e envie ou consulte-a quando quiser.

Os grupos

Uma das principais vantagens do Google Inbox é a criação automática de grupos, que, consoante o tema, agregam emails em diferentes categorias.

Estes grupos são ideais para reunirem, por exemplo, todas as mensagens relativas a vôos, reservas ou itinerários de viagem. Pode dar nome a esses grupos ou criar outros relativos a compras que queira fazer, por exemplo. Mas, se tem curiosidade em saber mais sobre como funciona este novo serviço, assista ao vídeo que se segue.

Veja também: