João Abreu
João Abreu
14 Fev, 2019 - 06:00
Líquido AdBlue: o que é, para que serve e quais as vantagens

Líquido AdBlue: o que é, para que serve e quais as vantagens

João Abreu

Sabe o que é e para que serve o líquido AdBlue? Fique esclarecido e conheça as suas vantagens e desvantagens e o interesse da sua utilização. Saiba mais!

O artigo continua após o anúncio

O controlo das emissões poluentes é um tema imperativo na indústria automóvel e o líquido AdBlue surgiu como resposta a estas exigências.

Num ramo em que se procura responder de acordo com os novos protocolos derivados das grandes cimeiras ambientais, começa a ser habitual verificarmos respostas dos fabricantes automóveis face às reduções das emissões dos seus automóveis.

Introduzida em 2014, a norma ambiental Euro 6 limitou ainda mais as emissões poluentes expelidas pelos automóveis. Às normas ambientais Euro – que remetem a 1988 – estão sempre agregadas duas exigências: reduzir o consumo de combustível e, por sua vez, as emissões poluentes e a aplicação de sistemas de tratamento destes gases poluentes.

Em 2015, o caso Dieselgate, que não cai no esquecimento, tornou-se um escândalo conhecido publicamente. Foram comunicadas falsificações nos testes de emissões poluentes de diversas marcas automóveis. As primeiras incidências reportavam-se à Volkswagen, mas rapidamente se alastraram a outras marcas fabricantes de carros.

Perceba o que é o líquido AdBlue e qual a sua importância nesta questão do cumprimento das normas ambientais. Conheça a sua funcionalidade, vantagens e desvantagens.

Fique a saber tudo sobre o líquido AdBlue

Conforme exigido pelas normas Euro, os fabricantes automóveis teriam que começar a desenvolver e a implementar tecnologias que promovessem a redução dos gases poluentes/contaminantes. De entre as inovações desenvolvidas para este efeito, destacam-se os filtros de partículas, os catalisadores SCR (Selective Catalytic Reduction) e a limitação na emissão dos óxidos de azoto (NOx).

Ora, no caso dos carros a diesel, as marcas fabricantes de automóveis desenvolveram algo que atua ao nível da redução nas emissões dos óxidos de azoto.

O que é e para que serve?

As imposições europeias supramencionadas levaram à criação de uma resposta inovadora: o líquido AdBlue. Este líquido é o produto da dissolução de ureia pura com água desmineralizada e é injetado diretamente no sistema de escape do veículo.

O artigo continua após o anúncio

O líquido AdBlue serve para reduzir as emissões poluentes dos veículos a diesel (tanto ligeiros, como pesados) que, em paralelo, trazem instalado um sistema catalisador SCR.

O seu processo é simples: após a combustão, o líquido AdBlue, ao entrar em contacto com os gases, promove uma reação química. O resultado desta reação é a transformação de parte dos óxidos de azoto em vapor de água e nitrogénio.

É importante ter em atenção que o líquido AdBlue surgiu para que se pudesse cumprir, em específico, a norma ambiental Euro V (de 2006), uma norma particular para o controlo das emissões dos veículos novos comercializados nos Estados-Membros da União Europeia.

Principais caraterísticas

O líquido AdBlue é bastante fácil de ser aplicado e, dependendo do modelo automóvel, o bocal de enchimento pode estar localizado junto à entrada do combustível, de lado, na mala, ou no lugar do pneu sobressalente (igualmente na mala).

A forma de atestar é simples. Contudo, conforme as viagens que pretende fazer, terá que atestar com regularidade. Se planear uma viagem mais longa, opte por encher o depósito pois, se ele ficar vazio, o veículo não vai arrancar.

O consumo do líquido AdBlue depende de diversos fatores. Entre eles, a temperatura de funcionamento do sistema, as caraterísticas da condução e a temperatura ambiente a que o automóvel se encontra exposto.

A estimativa de consumo é, em média, de cerca de 1,5 a 2,5 litros de AdBlue por cada 1000 km.

Todos os automóveis equipados com líquido AdBlue incorporam um sistema de aviso no painel de instrumentos. Desta forma, o condutor será notificado sempre que haja necessidade de recarregar o depósito com este líquido.

O artigo continua após o anúncio

manutenção de AdBlue é essencial para o carro arrancar. Lembre-se que não se trata de um aditivo do combustível, mas sim de um líquido adicional. Os diesel requerem que este líquido lhes seja atestado regularmente.

Por fim, o seu valor por litro é de cerca de 1€, dependendo do fornecedor. Recorde-se que este valor não pode ser equiparado ao valor, por litro, dos combustíveis fósseis, pois este líquido resulta de uma mistura de ureia pura com água desmineralizada. Há ainda jerricans à venda com 5 e 10 litros, que podem ficar mais económicos, consoante as campanhas em vigor na hora da aquisição. Estes são práticos para viajar num veículo que pode, a qualquer momento, necessitar de ser abastecido.

Vantagens e desvantagens

Vantagens

Sintetizando, entre as vantagens do líquido AdBlue, podemos frisar os efeitos colaterais evidentes, no que respeita ao contributo para a pegada ecológica. Realçamos ainda a sua forma simples de utilização e de aplicação, bem como os custos inerentes, os quais não são muito significativos, o que se torna outra vantagem. Refere-se ainda como um pro, o facto de os veículos a diesel, equipados com este sistema, incluírem no painel de instrumentos a indicação quanto à necessidade de recarga do líquido AdBlue.

Desvantagens

Como desvantagem, podemos apontar o facto do atestar deste líquido ter de ser feito à parte do atestar de combustível, pois o AdBlue é um líquido adicional e não um aditivo dos combustíveis. Pode também ser considerada uma desvantagem a necessidade de atestar este líquido com regularidade, como anteriormente fora referido.

Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp