ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
João Abreu
João Abreu
03 Fev, 2021 - 14:56

Válvula EGR suja: conheça os sintomas e soluções

João Abreu

A válvula EGR suja condiciona o bom funcionamento do motor do seu carro. Saiba reconhecer os sintomas inerentes e como resolver o problema.

válvula EGR suja

Uma válvula EGR suja compromete o bom funcionamento do motor de qualquer automóvel. Assim, torna-se relevante e crucial que atente sobre determinados sintomas do seu carro, para que possa intervir em tempo útil.

A válvula EGR (Exhaust Gas Recirculation) tem uma função particular no controlo da emissão dos gases poluentes de cada motor (quer a gasolina ou a diesel) de um veículo. Esta válvula tem uma participação ativa sobre as emissões que resultam na queima do combustível,.

É portanto, o elemento que determina a quantidade de gases a serem expelidos para a atmosfera e aqueles a serem reaproveitados.

Mas antes de avançarmos, importa também abordar, historicamente, a introdução destas válvulas nos automóveis.

Os principais fabricantes de automóveis começaram, na década de 70, a introduzir, na maioria dos seus motores, válvulas EGR. Pretendiam, desta forma gerir e permitir uma maior circulação interna das emissões de dióxido de nitrogénio, que são expelidas pelo sistema de escape.

Válvula EGR: o que é e como funciona

De uma forma sintetizada, a válvula EGR consegue reciclar os gases no interior do motor, ainda antes destes serem enviados para a atmosfera. A sua missão passa por aproveitar, da melhor forma, a utilização dos gases.

O processo é simples: com a chegada do ar à admissão, este é comprimido e canalizado para o sistema de escape. Contudo, a válvula, aproveitando os gases, reconduz parcialmente uma determinada quantidade à admissão, onde são novamente queimados pela combustão, com o intuito de eliminar as partículas que não foram tratadas na primeira fase.

No entanto, uma válvula EGR suja não irá fazer uma boa gestão de gases e colocará em risco toda a otimização do motor, com um aumento dos consumos e de emissões poluentes.

Considere entender as anomalias desta problemática, assim como intervir em caso de ocorrer a sua substituição.

Válvula EGR suja: conheça os sintomas

É importante que tenha, ainda, em consideração que uma válvula EGR suja condiciona a função primordial da mesma e faz com que o carro polua precocemente.

Por sua vez, um carro cujas emissões dos gases estejam sob o incumprimento com as normas de poluição estipuladas pela União Europeia, coloca o condutor sob o risco de uma multa.

Conheça, então, alguns sintomas da válvula EGR suja a que deve estar atento.

1

Luz acesa no painel de instrumentos

O painel de instrumentos é um excelente auxiliar na deteção de problemas do carro. No caso de ter a válvula EGR suja, a luz do motor acende no painel de instrumentos e facilita a identificação do problema.

O mais indicado é que procure a opinião de um especialista, com a finalidade de identificar se o problema do motor está a ser causado, efetivamente, por uma válvula EGR suja ou por outra razão diferente.

No caso do problema estar na válvula em questão, haverá duas soluções a que deve proceder: limpar a válvula EGR ou substituí-la por uma nova. O mais recomendado é que tome esta decisão de acordo com a opinião e experiência de um especialista.

2

Problemas derivados do motor

Ouvir barulhos incomuns e estranhos no motor, pode ser outro sintoma que indica que tem a válvula EGR suja. Nestes casos, os barulhos serão semelhantes a pequenas batidas secas, que ocorrem quando o motor se encontra a trabalhar, relacionadas com o aumento da temperatura na câmara de combustão.

Além dos barulhos, outro sintoma fácil de detetar é o sobreaquecimento do motor. Para além de controlar e reduzir as emissões, a válvula EGR também é responsável pelo arrefecimento da câmara de combustão. Assim sendo, uma vez que esta esteja suja, o arrefecimento da câmara de combustão estará igualmente comprometido, resultando no sobreaquecimento do motor.

Outro dos problemas do motor que podem denunciar a presença de uma válvula EGR suja, está relacionado com o comportamento do motor. Se sentir que o motor vibra ou atrofia na aceleração, manifestando uma irregularidade na rotação sempre que acelera, a causa pode estar diretamente relacionada com a permanência dos gases congestionados no interior do motor.

3

Consumos excessivos

Com a existência de um problema na válvula EGR, registam-se não só aumentos significativos das emissões poluentes, como também alguma perda de potência do motor do seu automóvel, assim como um aumento anormal dos consumos.

Se denotar que o motor exige mais combustível do que é habitual, procure averiguar se haverá defeitos na peça EGR.

pessoa a verificar se tem válvula EGR suja

Como proceder no caso de ter a válvula EGR suja

Ao detetar algum ou alguns dos sintomas supramencionados, a recomendação primária passa por dirigir-se a uma oficina para explorar o real problema do motor do seu automóvel. Se tiver por aprovação uma válvula EGR suja, deve procurar imediatamente uma forma de não prolongar este problema.

Recorde que não é aconselhado adiar esta situação, uma vez que, além de conduzir um veículo cujas emissões são altamente poluentes, estará ao mesmo tempo a condicionar o bom funcionamento do motor.

Uma válvula EGR suja requer um processo simples de limpeza. Normalmente, este passo acaba por ser o suficiente para corrigir o problema. Contudo, em situações mais críticas, é exigida a substituição da válvula. Caso passe pela segunda opção, o valor médio correspondente a uma peça nova ronda os 350€. 

Há ainda alguns mitos do tuning aos quais deve dar importância. Muitos são os condutores que crêem que se pode anular a válvula EGR, com vista a melhorar a performance do motor. Porém, mesmo melhorando parte do rendimento do motor, a otimização fica em défice, ou seja, a remoção da válvula EGR apenas melhora a resposta do motormas não aumenta a potência do mesmo. 

Assim sendo, para cada um dos três casos, limpar, substituir ou anular a válvula EGR, consulte sempre as indicações de um mecânico.

É, ainda, importante referir que a limpeza da válvula EGR pode ser feita em casa, desde que esta operação seja consumada por alguém que seja entendido em mecânica automóvel, e que recorra a escovas e produtos indicados para este tipo de limpeza, em particular.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].