Ekonomista
Ekonomista
06 Set, 2022 - 16:48

Lisboa: Galerias Romanas da Rua da Prata abrem durante 3 dias

Ekonomista

Só são visitáveis duas vezes por ano. De 23 a 25 de setembro, vai ser possível descer às Galerias Romanas da Rua da Prata, em Lisboa.

Galerias Romanas

As Galerias Romanas da Rua da Prata reabrem ao público com visitas guiadas pela equipa de mediação cultural do Museu de Lisboa, para assinalar as Jornadas Europeias do Património, evento que promove os museus, os monumentos e sítios com história.

Serão três dias de visitas ao monumento mais enigmático da baixa lisboeta, uma das experiências culturais mais exclusivas que pode viver em Lisboa (ou Felicitas Iulia Olisipo). Os bilhetes podem ser comprados nas bilheteiras dos núcleos do Museu ou em Blueticket.pt.  

Descoberta no subsolo da Baixa de Lisboa em 1771, na sequência do Terramoto de 1755, esta estrutura romana corresponde a um criptopórtico, solução arquitetónica que criava, em zona de declive e pouca estabilidade geológica, uma plataforma horizontal de suporte à construção de edifícios de grande dimensão, normalmente públicos. 

Veja também Lisboa, 1 de Novembro de 1755. O terramoto que arrasou a capital

No início do século XX, estas galerias ficaram conhecidas como Conservas de Água da Rua da Prata, por serem utilizadas pela população como cisterna. Quando se encontram fechadas, têm um nível de água superior a um metro de altura, proveniente de lençóis freáticos que correm no subsolo de Lisboa, sendo, por isso, necessária uma operação de bombeamento da água, para se aceder ao seu interior e ainda uma limpeza para que o acesso se realize em segurança.

acesso às Galerias é feito através de um alçapão localizado na Rua da Conceição. Abertas ao público com regularidade a partir da década de 80 do séc. XX, as Galerias são normalmente visitáveis duas vezes por ano, devido às condições em que se encontram e à acumulação de água no seu interior.

As visitas subterrâneas duram cerca de 20 minutos e realizam-se a cada 45 minutos, entre as 14H e 18H30 no dia 23, e entre as 9H e as 18H30 nos dias 24 e 25. Esta iniciativa está inserida na programação do Museu de Lisboa que assinala as Jornadas Europeus do Património e é acompanhada de quatro percursos temáticos, às 11H e às 15H nos dias 24 e 25. Estes percursos começam com a visita às Galerias e terminam no Museu de Lisboa – Casa dos Bicos (no dia 24, às 11H) e no Museu de Lisboa – Teatro Romano (no dia 24, às 15H e no dia 25, às 11H e às 15H), mapeando os vestígios da herança romana nesta zona da cidade.

Veja também