Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Bárbara do Carmo
Bárbara do Carmo
10 Out, 2019 - 16:21

Marselha: 3 dias entre a tradição e vanguarda

Bárbara do Carmo

Marselha é uma fantástica cidade no sul da França e que convida a uma escapadinha inesquecível. Um guia com o que tem de melhor.

zona portuária de marselha

A cidade portuária de Marselha, no sul de França, passou grande parte dos anos 90 do século passado na sombra e à margem, estigmatizada pela violência e pouco atrativa ao turismo.

Em 2013, ao ser eleita Capital Europeia da Cultura, Marselha conheceu uma viragem de 180 graus, e todos nós também. Uma cidade cosmopolita e cheia de história, uma cidade multicultural e diversificada, numa conjugação entre praias paradisíacas e a vida citadina francesa, elementos que compõem um ótimo cartão de visita! 

marselha: porto de chegada à côte d’azur

vista panorâmica de marselha
Marselha é uma cidade portuária que tem sofrido várias transformações

A proposta são 3 dias de passeio pela menina da Provence, com direito a praia, arquitectura e movida, museus e história, diversão e boa comida. Marselha é um excelente ponto de partida para seguir à descoberta da Côte d’Azur francesa, mas também uma excelente anfitriã para quem quer descontrair. 

Comece pela parte velha da cidade, pela zona do porto, Vieux Port, e aqui vai encontrar o que ainda resta da tradição portuária da cidade.

Embarcações de pesca tradicionais, grandes barcos cruzeiro repousam lado a lado banhados pelo mediterrâneo, numa paisagem bem pitoresca. Nesta zona encontrará ainda ótimos cafés e esplanadas para desfrutar do sol do sul de França. 

Faça uma visita ao tradicional mercado de peixe (Quai des Belges) e se a fome começar a apertar delicie-se com uma das mais aclamadas sopas de peixe do mundo, La Bouillabaisse.

Notre Dame de La Garde

Na zona do porto há vários restaurantes que a servem, mas certamente com preços um pouco inflacionados, por isso aconselhe-se junto dos moradores, ou experimente um destes sítios Le Rhul, Chez Michel ou Chez Fonfon.

Ainda no Viex Port, a não perder uma visita pela basílica Notre-Dame de la Garde uma imponente obra arquitetónica, de uma riqueza incrível, e com uma vista panorâmica da cidade de tirar o fôlego. 

Aproveite que está no Viex Port e apanhe o barco até às Îles du Frioul e o Châteaux de If, imortalizado por Alexandre Dumas em ‘O Conde de Monte Cristo’. Por aqui além da visite ao Castelo, desfrute das paisagens e do mar lipido. 

marselha: praias banhadas pelo mediterrâneo

praias de marselha
Marselha tem praias de grande beleza natural

No segundo dia em Marselha aproveite para mergulhar no Mediterrâneo. As praias junto à cidade não são as melhores. Para um experiência realmente boa, de o deixar rendido, afaste-se do centro.

Em 20 minutos consegue chegar à Praia do Prado e aí desfrutar das águas tépidas do mediterrâneo. Outro local a não perder, por onde pode dar longas caminhadas é o Parc National des Calanques, com paisagens únicas e locais de sonho para dar uns mergulhos, dignos de Hollywood, como o  Calanque de Sugiton.

Para além de vários trilhos o parque também tem outras atividades disponíveis como passeios de barco, que serão ótimos para descansar das caminhadas.  

Marselha, cidade de cultura

No terceiro dia por Marselha aproveite para sentir a cidade – perca-se na parte nova. O MuCEM, Museu das Civilizações Europeias e Mediterrânicas, é paragem obrigatória, é uma espaço único e o único dedicado à cultura mediterrânea.

Concentra várias disciplinas entre antropologia, história de arte e arte contemporânea e funciona como uma verdadeira sala de experiências artísticas. Vale a pena uma visita demorada, podendo ainda usufruir da livraria café que lá existe.

Depois de calcar bem a cidade, aproveite para usufruir das gastronomia simples e honesta – peixe fresco e marisco, mas também o prato de tripas e pés de cordeiro para os mais arrojados ou uma sopa – Soupe au pistou – uma sopa de legumes, aromatizada com molho pesto. 

Razões não faltam para se render a Marselha, desde o clima, até à comida, passando pelas paisagens incríveis e um ambiente multicultural e festivo.Embarque nesta viagem que não existirão razões para arrependimentos.

marselha: informações úteis

catedral de marselha
A Catedral de Santa Maria de Marselha é de visita obrigatória

Como chegar?
Avião é a forma mais cómoda de chegar a Marselha. A TAP e a RYANAIR voam a preços que podem começar nos 30€ por pessoa.

Onde comer?
La Table d’Ours é uma excelente opção para quem quer provar cozinha francesa ao mais alto nível. Não venha embora sem experimentar os bons restaurantes de marisco como Entre Terre et Mer ou o Grand Bar des Goudes.

Onde ficar?
Para descansar há várias opções, desde apartamentos a hotéis. Escolha a opção que mais lhe convier, sempre no coração da cidade.

Veja também