Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Márcio Matos
Márcio Matos
04 Out, 2019 - 11:26

Mónaco: a melhor escapadinha que o luxo pode proporcionar

Márcio Matos

Glamour, dinheiro, luxo. Tudo atributos do principado do Mónaco, um dos estados mais pequenos do mundo. Uma escapadinha cinco estrelas.

Principado do Mónaco

Príncipes e princesas, jogos de poder e dinheiro no casino de Monte Carlo, o mais famoso grande prémio de Fórmula 1 do mundo. Tudo isto, e mais alguma coisa, é o Mónaco, um microestado situado no sul de França.

Símbolo de glamour e opulência, o Mónaco é mesmo um dos mais pequenos estados do planeta (menor só mesmo o Vaticano), mas irradia luxo em cada uma das suas ruas ou na monumental marina onde ancoram os maiores e mais extravagantes iates do mundo.

Se viver no Mónaco não está ao alcance de qualquer carteira (o facto de ser um paraíso fiscal obriga a ter um conta bem recheada para ali ter residência), visitar o principado é uma experiência fascinante.

Irá conhecer muitos locais de cenários de filmes (James Bond é bem conhecido na zona) e até pode simular uma volta ao circuito de Fórmula 1. Dentro dos limites de velocidade, claro está.

Mónaco, a garantia de uns dias extraordinários

Marina do Mónaco
A marina do Mónaco com os seus espetaculares iates

Natureza

O Mónaco é uma cidade onde se pode fazer caminhadas ou andar de bicicleta e ficar verdadeiramente deslumbrado a cada quilómetro.

Para quem previlegia o contacto com a Natureza, pode colocar na agenda uma ida a Les Jardins Saint Martin et Sainte Barbe, ao Princess Grace Botanical Garden ou aos Japanese Gardens.

Os amantes de praia e água terão muitas e belas opções. Entre as melhores estão: Mala Beach Coastal Path, Eden Plage Mala ou Plage du Buse.

Passeios incríveis

Passear pela Casino Square, uma bela praça do centro de Monte Carlo, é uma experiência única. Outra opção é ir à Place du Palais, a Praça do Palácio. Trata-se de um espaço encantador e onde poderá ver a estátua de François Grimaldi, o 1º nome da dinastia da Europa mais antiga.

A Apotheosa Monaca é uma outra possibilidade que vale bem a pena, pois dá acesso a uma bela vista sobre esta cidade tão sui generis. Os amantes das velocidades têm mesmo de ver o Monaco Grand Prix (e o que dizer da Fairmont Hairpin curve? Imperdível…) pois, além de fotos fantásticas, recorda-nos toda a magia da das competições.

Poder caminhar em pleno Port Hercules é assistir in loco a um elevado número de fantásticos (enormes e caros) iates, uma experiência diferente, seguramente. Algo que os turistas frequentemente não dispensam, é realizar um passeio de barco (alguns optam por um passeio de helicóptero).

Museus

Entre os espaços museológicos mais visitados do principado estão seguramente o The Private Collection of Antique Cars of H.S.H. Prince Rainier III – Monte Carlo ou o Oceanographic Museum of Monaco – Monte Carlo.

Outros espaços a não perder são o Musee Naval de Monaco, o Stamps and Money Museum – Fontvieille, a New National Museum of Monaco e o Musee D’Anthropologie Prehistorique – Monaco-Ville. Para um estado com 44 hectares não está nada mal.

mónaco: pequeno, mas muito para ver

Casino do Mónaco
O Casino de Monte Carlo é um dos mais famosos do mundo

O Les Grands Appartements du Palais (Monaco-Ville) é um espaço histórico de grande relevo para a cidade. Trata-se de propriedade privada, mas que pode ser visitada pelo público durante uma parte do ano.

As suas origens remontam aos século XIII, mais propriamente 1215, tendo sofrido diversas alterações ao longo dos tempos, até se tornar no sumptuoso palácio dos nossos dias. Absolutamente a não perder.

Continuando a caminhada pelo Mónaco, temos a Catedral de São Nicolau, a Igreja Anglicana de São Paulo, a Igreja de São Carlos e a Chapelle Sainte Dévote, e que são muitos mais do que marcos religiosos. São verdadeiras jóias arquitetónicas, que misturam diferentes estilos e que também confirmam a diversidade da sociedade monegasca.

Outra construção de rara beleza é o Palácio do Príncipe, onde tem a possibilidade de ver a interessante troca de guardas ao meio dia. É a residência oficial do Príncipe de Mónaco 8atualmente Alberto II) e da família real monegasca.

Fundado em 1191 como uma fortaleza da República de Génova, durante sua longa e dramática história foi bombardeado e cercado por muitas potências estrangeiras. Desde o fim do século XIII, tem sido fortaleza e lar da dinastia Grimaldi, que continua a reinar no Mónaco.

Já o Palácio da Justiça do Mónacoé uma construção relativamente pequena e simples, mas muito bela.

Existe ainda uma série de monumentos que é merecedora de um registo fotográfico. Entre eles estão seguramente o Palácio da Justiça do Mónaco, a estátua Hommage des Colonies Etrangeres, o Trophee d’Auguste, o memorial a Juan Manuel Fangio e, claro está, a estátua de Grimaldi.

Côte d’Azur: 7 encantos da riviera francesa
Não perca Côte d’Azur: 7 encantos da riviera francesa

Onde dormir

Existem 3 hotéis no Mónaco que são incrivelmente bons, todos de 5 estrelas. São eles o Hôtel Hermitage Monte-Carlo (Square Beaumarchais, Monte Carlo City Centre), o Hotel Metropole Monte-Carlo (4, Avenue De La Madone, Monte Carlo City Centre) e o Hôtel de Paris Monte-Carlo (Place du Casino, Monte Carlo City Centre).

Numa gama mais baixa, estão ótimos hotéis como o Port Palace (7 Avenue Kennedy), o Hotel Fairmont Monte Carlo (12 Avenue Des Spélugues, Monte Carlo City Centre), o Le Méridien Beach Plaza (22 Avenue Princesse Grace) ou o Hotel Monte-Carlo Bay Hotel & Resort (40 Avenue Princesse Grace).

Outra boa possibilidade é escolher apartamentos (bem mais acessíveis), pois asseguram todas as condições para uma bela estadia no Mónaco. Entre as muitas opções existem o Luxurious apartment in Monaco, o Central, Seaview, o Monte Carlo View, o Le Cabanon de Monte-Carlo avec Jardin Privé, o 2 Pieces Avec Terrasse ou o The Princess Monac’home.

Onde comer

A gastronomia francesa é das que possui mais fama internacional. Ter a possibilidade de experienciar uma refeição num restaurante com estrela(s) Michelin é uma experiência formidável, algo mágico que alimenta todos os sentidos.

Só no Mónaco existem oito restaurantes com estrelas Michelin e muitos são constantemente elogiados.

O único do principado com três estrelas é Le Louis XV – Alain Ducasse à l’Hôtel de Paris (Place du Casino, Monte-Carlo). Existem dois com duas estrelas, o Joël Robuchon Monte-Carlo (4 Avenue de la Madone, Monte-Carlo) e o Hostellerie Jérôme (20 Rue Comte-de-Cessole, La Turbie).

Restaurantes com uma estrela são cinco: Elsa (Avenue Princesse Grace, Roquebrune); Vistamar (Square Beaumarchais, Monte-Carlo); Le Grill (Place Du Casino, Monte-Carlo); Le Blue Bay (40 Avenue Princesse-Grace, Monte-Carlo); Yoshi (4 Avenue de La Madone).

Veja também