André Freitas
André Freitas
08 Out, 2019 - 18:26
motor mercedes 190

Conheça os 10 melhores motores a diesel de sempre

André Freitas

Saiba quais são os melhores motores a diesel de sempre, e o porquê de os considerarmos tão importantes. Um deles mudou a história automóvel

O artigo continua após o anúncio

Não é fácil chegar a um consenso quanto aos melhores motores a diesel de sempre, tudo isto porque nem todos procuramos o mesmo de um motor.

Existem motores diesel de 3 cilindros, 4 cilindros, 5 em linha, 6 em linha, V6 e V8. Tudo dependerá se prefere um carro mais poupado ou um carro com mais “alma”.

No entanto, para chegarmos a esta lista final, analisamos vários carros a gasóleo da história do automobilismo e seleccionamos aqueles que consideramos mais importantes, quer a nível de fiabilidade, quer de consumos e de importância para a sua época.

Os motores a diesel têm-se revelado ser mais poluentes que os motores a gasolina, sobretudo quando trabalham a frio. Por esta razão, é muito provável e possível que os motores a gasóleo tenham os dias contados.

Aliás, os motores a gasóleo até já começaram a ser banidos de algumas das mais importantes cidades europeias, e noutras, o preço do gasóleo é bastante mais elevado que o preço da gasolina. Tudo isto para desencorajar as pessoas a comprar viaturas novas a diesel, e a trocarem os seus carros por híbridos, elétricos ou a gasolina.

Ainda assim, e apesar de todas as desvantagens, os motores a diesel são para já aqueles que nos permitem fazer os melhores consumos e percorrer mais de 1000 quilómetros sem fazer qualquer paragem para reabastecer, conseguindo por vezes serem mais rápidos que as versões equivalentes a gasolina.

Agora, conheça a nossa seleção dos melhores motores a diesel de sempre, e veja o porquê de os termos escolhidos.

10 Melhores motores diesel de sempre

melhores motores

1. AUDI 4.0 TDI

Vamos começar esta lista sem rodeios, e vamos para o motor diesel mais potente da atualidade, o 4.0 TDI da Audi. Os 8 cilindros dispostos em V e os 4000 cc produzem 435 cavalos. Este potentíssimo motor pode ser encontrado não só no SQ7, a versão mais desportiva do Audi Q7, mas também no luxuoso Bentley Bentayga.

O artigo continua após o anúncio

O diesel de 4.0L consegue fazer com que o SQ7 da Audi atinja os 100 km/h em apenas 4,8 segundos e estamos a falar de um SUV com, aproximadamente, 2400 kg. Ele também é dotado de uma aceleração suave e capaz de levar estes dois SUV até bem acima dos 250 km/h. Como pode ver, potência e agilidade é algo que nunca vai faltar a este motor.

Quanto à fiabilidade ainda é cedo para falar nela e só o tempo poderá dar resposta a esta questão. Porém, da Audi só esperamos o melhor. Na nossa opinião, estes motores diesel de nova geração prometem deixar o seu legado na história.

2. Toyota 1CD-FTV

O motor desenvolvido pela Toyota 2.0 diesel de 90 cavalos, mas que na sua máxima força conseguia os 116 cavalos de potência, equipou a 9ª geração do Toyota Corolla, produzidos entre 2000 e 2007.

A Toyota, fabricante japonesa fundada em 1937, é conhecida pela sua fiabilidade e qualidade de construção, sobretudo dos motores. Estas características são refletidas nos números de vendas da marca ano após ano.

Voltando ao motor 2.0 de 90 cavalos que equipou a 9ª geração do Corolla, podemos dizer que estes são verdadeiros “papa-quilómetros”.

Atualmente, apesar das centenas de milhares de quilómetros percorridos por estes carros, ainda é possível encontrar milhares destes modelos nas estradas portuguesas, isso porque os motores não demonstram sinais de fraquezas.

Como pode ver são várias as características do Corolla que o tornam um verdadeiro sucesso em todo mundo, fazendo dele o modelo mais vendido de sempre.

3. Mercedes-Benz OM617

O OM617 era o motor que equipava os Mercedes 300D produzidos entre 1977 e 1985. Na sua composição o motor de 3000 de cilindrada contava com 5 cilindros dispostos em linha e que geravam 80 cv de potência.

O artigo continua após o anúncio

Apesar de aparentemente o motor ter pouca potência (80 cavalos), o Mercedes 300D era bastante potente e fiável na sua época. Para além disso, os consumos também impressionavam, visto que para percorrer 100 km eram necessário 8L de combustível.

Os 300D estiveram ao serviço de muitos taxistas no nosso país nas décadas de 80 e 90, percorrendo milhões de quilómetros. Ainda é possível encontrar alguns destes exemplares em África a percorrer grandes distâncias sem qualquer registo de avarias. Este carro é um futuro clássico a um preço muito acessível.

4. Sofim 8140

O 8140 da Sofim é um motor com uma história longa e que equipou vários automóveis, sobretudo comerciais de mercadorias. Para quem não conhece a Sofim, esta é resultado de uma aliança estratégica franco-italiana estabelecida entre a Fiat, Renault e Alfa Romeo em 1974. Em 1981, a aliança franco-italiana foi comprada pela Iveco.

O design do motor 8140 foi terminado em 1974, mas apenas nos meados dos anos 80 é que o motor foi lançado. O seu lançamento foi atrasado devido a problemas de fluxos de calor.

Após este problema ter sido resolvido, e a sua primeira versão ter sido um sucesso, as melhoram foram sendo realizadas e com isso foram surgindo várias versões, mais concretamente: 2.0 L; 2.4L; 2.5L e ainda 2.8 L. Todas estas variantes estavam equipadas com 4 cilindros.

Devido à qualidade e fiabilidade do motor, a produção iniciada em 1974, claro que com as devidas alterações, estendeu-se até 2006. Como referido anteriormente, este motor equipou diversos carros e de diversas gerações, onde se destacam: Fiat 131 e 132, Fiat Ducato, Iveco Daily, Renault Trafic, Renault Master, Opel Movano, Nissan Interstar, Citroen Jumper e Peugeot Boxer

5. Mercedes-Benz OM646

mercedes amg m 139
Motor Mercedes-Benz

O OM646 é um motor da Mercedes produzido entre 2002 e 2010. Neste período de tempo, o bloco foi sofrendo alterações para melhorar o seu desempenho. O motor diesel de 4 cilindros, 2100 de cilindrada e 148 cavalos de potência equipa os modelos lançados durante este período e com a designação 200 CDI e 220 CDI, e ainda o Chrysler PT Cruiser.

A fiabilidade, qualidade e robustez são adjetivos perfeitos para o descrever. O elevado número de carros que se encontram equipados com este motor, e que continuam a circular sem qualquer problema são um certificado da qualidade inegável do motor.

O artigo continua após o anúncio

A qualidade, fiabilidade e o sucesso do motor e da marca fazem com que queira saber mais sobre este motor? E também quer saber que carros é que equipa? Se sim, fique a saber que pode encontrar este motor nos seguintes modelos: Classe C, Classe E, CLC, CLK, Vito e Sprinter.

6. Volkswagen AHF/ASV

Para muitos são considerados dois motores distintos, para outros são o mesmo, uma coisa é certa, é um dos melhores motores a diesel de sempre. Como as diferenças são “poucas e pequenas”, consideramos estas duas variantes como sendo apenas um motor.

O bloco de motor 1.9 turbo diesel de 4 cilindros e 110 cavalos desenvolvido pela Volkswagen equipava modelos das várias marcas do Grupo VAG, onde se destacam o Audi A4, Audi A3, Seat Ibiza, Seat Leon, Volkswagen Golf e Volkswagen Passat.

Uma vez que são bastante fiáveis e capazes de aguentar performances bastante maiores, atualmente, continuam a ser bastante apreciados pelos amantes das modificações de carros.

Devido às excelentes características, fiabilidade e performance, este motor foi considerado “motor do ano” durante 4 anos consecutivos, na categoria 1.8L – 2.0 L diesel.

7. Isuzu Z17DTH

Hoje em dia, não são muitas as pessoas que se lembram da Isuzu quando se fala em motores robustos e duradouros. No entanto, se recuarmos no tempo e falarmos com mecânicos com mais experiência, certamente, esta marca irá ser mencionada.

A Isuzu é uma fabricante japonesa com uma excelente reputação. Esta reputação tem sido garantida devido à produção de alguns dos melhores motores diesel de sempre. Estes motores de alta qualidade, duráveis e económicos equipam veículos automóveis, ligeiros e pesados, e até máquinas de construção.

Todas estas características despertaram o interesse de marcas bem conhecidas, tais como: Opel / Vauxhall, Chevrolet, SAAB, Renault, Toyota, Mazda e Honda.

O Z17DTH é um motor com 1700 cc e 4 cilindros em linha desenhado originalmente pela Isuzu, mas que agora pertence à General Motors. Este motor produz 100 cv de potência e é conhecido por apresentar bons consumos. Saiba que pode encontrar o Z17DTH Isuzu dentro dos seguintes capos: Opel Astra (2004-2007 e 2007-2009), Opel Corsa (2003-2006), Opel Meriva (2003-2005 e 2005-2010) e ainda Opel Combo (2004-2010).

8. BMW M51

Motor BMW Serie 7
Motor BMW

O BMW M51 foi produzido entre 1991 e 2000, e equipou os modelos série 5 da BMW produzidos entre 1995 e 2003. Devido à sua fiabilidade, consumos e potência, o motor de 2,5 L com 6 cilindros em linha é considerado um dos melhores motores de sempre da BMW.

Apesar dos anos terem passado, hoje em dia, ainda podemos avistar regularmente na estrada estes BMW 530D, alguns deles com milhares de quilómetros acumulados. Mesmo assim, estes motores conseguem fazer frente a um carro moderno, quer a nível de consumos, quer a nível de prestações, uma vez que no mínimo contam sempre com 115 cavalos de potência

9. Honda 2.2 i-CTDI

Este motor pertence à série de motores N da Honda. Esta foi a primeira série de motores diesel da Honda. Esta gama de motores equipa veículos de dimensão média, e conta com motores com 1600 cc até 2200 cc.

Neste caso, decidimos distinguir o 2.2 i-CTDI porque de todos os motores, foi o que apresentou melhores performances, consumos, qualidade de construção e porque foi o melhor sucedido.

A Honda, que desenvolveu o soberbo V-TEC a gasolina, construiu um motor de 4 cilindros que consegue produzir 142 cavalos de potência. Como tem um bloco em alumínio, o motor apresenta uma elevada rigidez e um peso menor do que o esperado. Este motor foi responsável por equipar as seguintes máquinas da Honda: Accord, Accord Tourer, FR-V, CR-V e Civic.

Honda Civic Type R
Também pode interessar Ensaio Honda Civic Type R: será que ainda é o rei do alcatrão?

10. Renault Tipo K

Atualmente, é um dos motores mais vendidos do mundo. O bloco 1500 cc de 90, 110 ou 160 cavalos de potência equipa não só praticamente toda a gama da Renault, mas também quase toda a gama da Nissan. Este é também o mesmo bloco que equipa o Mercedes Classe A, B, CLA e GLA, e ainda a Mercedes Citan.

Se está a par do mercado automóvel, certamente, já ouviu bastantes pessoas a criticarem o facto destes modelos da Mercedes serem equipados com motor Renault. Apesar da performance não ser impressionante, a grande verdade é que os consumos, a fiabilidade e os números das vendas impressionam, e por isso não podemos deixar de considerar este como um dos melhores motores a diesel de sempre.

Veja também