ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
07 Fev, 2022 - 08:06

Saiba quais são os melhores países para trabalhar remotamente

Catarina Milheiro

Portugal é considerado o melhor país para trabalhar remotamente. Conheça as conclusões do estudo.

melhores países para trabalhar remotamente

Sabe quais são os melhores países para trabalhar remotamente? Um novo estudo do site de viagens Momondo revelou os melhores países do mundo para trabalhar à distância e Portugal está no topo da lista.

Como sabemos, a pandemia veio alterar por completo a forma como trabalhamos. E a verdade é que o trabalho remoto se tornou não só numa necessidade devido aos sucessivos confinamentos, como a opção preferida de muitos.

Além disso, foram também vários os profissionais que aproveitaram esta grande mudança no mercado de trabalho para mudarem de país sem terem de mudar de emprego.

Fique connosco e conheça os melhores países para trabalhar remotamente, bem como os fatores considerados para o efeito.

Os melhores países para trabalhar remotamente: fatores determinantes

O estudo da Momondo sobre os melhores países para trabalhar remotamente, destacou o clima, a vida social, a baixa taxa de criminalidade e o custo de vida relativamente acessível.

Para orientar os nómadas digitais, o motor de pesquisa de viagens Momondo criou um “índice de trabalho em viagem”. E na lista dos 10 países que combinam melhor as “condições de trabalho produtivas e oportunidades para aventuras em viagem”, Portugal ocupa o 1.º lugar.

A Momondo disponibiliza online as informações sobre a metodologia utilizada e é possível ainda perceber que o ranking foi elaborado através da seleção e análise dos 111 países mais populares no motor de pesquisa.

Após terem sido recolhidos os respetivos dados, foram classificados em 6 categorias, sendo elas:

  • Custo de viagens e acessibilidade;
  • Preços;
  • Locais;
  • Saúde e segurança;
  • Condições de trabalho remoto;
  • Vida social e clima.

Ademais, avaliou-se um total de 22 fatores dentro dessas categorias, incluindo a velocidade da internet e as políticas de visto para trabalho remoto.

trabalhar remotamente

O top 10

Agora que já compreendemos como foi elaborado o top 10 dos melhores países para trabalhar remotamente, passamos então a conhecê-los:

  1. Portugal;
  2. Espanha;
  3. Roménia;
  4. Maurícia;
  5. Japão;
  6. Malta;
  7. Costa Rica;
  8. Panamá;
  9. República Checa;
  10. Alemanha.

Portugal é consremoiderado o melhor país do mundo para trabalhar remotamente

Com pontuações altas em todas as categorias, o nosso país foi considerado pela Momondo, como o melhor país do mundo para trabalhar remotamente.

Tal deve-se também ao facto de oferecer vistos para nómadas digitais e de ter muitos habitantes com um nível de inglês elevado. Ora, estes fatores juntamente com outros acima mencionados, fizeram com que o nosso país conseguisse uma pontuação final de 100.

Além disso, é importante ainda referir que em segundo lugar, com 93 pontos, encontra-se Espanha devido à velocidade da internet, aos vistos para freelancers e ainda ao elevado número de espaços de co-work.

Ainda no pódio do ranking está a Roménia, ocupando o terceiro lugar, com 92 pontos, principalmente pelos preços atrativos em hotéis, rendas mensais, aluguer de carros e comida.

Escolha onde trabalhar remotamente tendo em consideração o fuso horário do emprego

Pois é: o trabalho remoto num país diferente com um fuso horário distinto, pode ser um autêntico desafio. Imagine ter que trabalhar entre a meia-noite e as seis ou oito da madrugada – seria um pesadelo, muito provavelmente.

Para evitar que isso aconteça, a Momondo criou um mapa de fusos horários, perfeito para quem pretende evitar vídeo chamadas às duas ou três da manhã por trabalhar no estrangeiro, por exemplo.

Se se está a questionar como funciona esta ferramenta, nós passamos a explicar. Esta classificação por fuso horário tem em consideração os fatores e categorias-chave do “índice de trabalho em viagem”, apresentando-os de acordo com o país de origem dos utilizadores.

Assim, os países com o fuso horário mais próximo vão aparecer mais acima na lista de destinos opcionais. Se quiser algo mais completo ainda, só mesmo o mapa de restrições de viagem disponível no site, que oferece atualizações em tempo real sobre os requisitos de entrada em cada país.

De facto, este mapa pode vir a ser bastante útil, principalmente agora que as restrições COVID-19 estão constantemente a ser alteradas de país para país. Por isso já sabe, antes de fazer a sua escolha experimente perceber qual o país que melhor se encaixa ao seu horário de trabalho e condições adversas.

Veja também