ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
09 Mar, 2018 - 09:00

Não consegue ir aos correios levantar encomendas? Existem várias soluções ao dispor

Mónica Carvalho

Alguma vez desistiu de comprar online porque não consegue ir aos correios levantar encomendas ou tem disponibilidade limitada? Já não precisa de o fazer…

não consegue ir aos correios levantar encomendas

A chegada da pandemia e o encerramento de muitas lojas físicas, assim como o hábito de evitar ajuntamentos, levou a um aumento exponencial das compras online. Porém, se não consegue ir aos correios levantar encomendas poderá ter mais dificuldade. Ou poderia ter mais dificuldade… Iremos mostrar-lhe 9 formas de receber encomendas, sem qualquer problema.

Os horários de trabalho, a distância da estação dos correios ou as intermináveis filas de espera, podem, de facto, tornar o processo um pouco complicado, e sempre que é necessário levantar uma encomenda tem de virar a sua vida toda do avesso, acabando até por desistir de encomendar.

Então, se não consegue ir aos correios levantar encomendas, opte por uma destas alternativas.

8 soluções para quem não consegue ir aos correios levantar encomendas

Soluções e alternativas simples, algumas até gratuitas, que vão simplificar todo o processo de compras online. Veja como.

levanta encomenda caixa de correio
1

Pontos CTT

Questione o remetente da encomenda, ou confira nas condições de entrega da loja online, em relação à possibilidade de a mesma poder ser levantada num dos mais de 1.500 pontos CTT espalhados de Norte a Sul do país. Se assim for, o problema estará certamente resolvido.

A oferta é incrivelmente vasta e o número de postos tem aumentado consideravelmente um pouco por todo o país e facilmente encontrará um ponto CTT na área de residência em que possa receber a sua encomenda.

2

Agente Payshop

A Rede de agentes Payshop é constituída por estabelecimentos comerciais de proximidade, como papelarias, tabacarias, quiosques, supermercados e outros, que disponibilizam determinados serviços, entre os quais a receção de encomendas via CTT.

Se a isto for possível acompanhar a entrega da encomenda através do CTT e-segue poderá ainda ter a vida mais facilitada, com a escolha do dia, hora e local da entrega de encomenda.

Além disso, tem a vantagem de, habitualmente, as lojas comerciais estarem abertas até mais tarde do que um posto de correios, algumas até ao fim de semana.

3

Cacifos CTT

Esta é mais uma boa solução para quem não consegue ir aos correios levantar encomendas. Existem cacifos a funcionar 24 horas por dia, 7 dias por semana, sendo este um meio totalmente seguro, visto que se encontram em zonas vigiadas e incluem diferentes sistemas de segurança como videovigilância, fechaduras antivandalismo e um sistema de deteção de encomendas.

Deverá fazer o registo online, onde escolhe o cacifo onde quer receber as suas encomendas e terá acesso a uma morada para colocar quando estiver a comprar online. Depois deverá carregar a sua conta: por cada encomenda será descontado um crédito no valor de 1,50€.

Quando a sua encomenda chegar, receberá um SMS e um email com códigos para abrir o cacifo e depois dispõe de cinco dias úteis para levantar a encomenda.

Existem alguns senãos: a encomenda não pode ter mais de 20kg e não pode exceder as seguintes dimensões 75 cm x 61 cm x 48 cm. Além disso, não pode receber no seu cacifo uma encomenda com envio à cobrança ou que precise de recolha da assinatura da pessoa do destinatário.

4

Morada virtual internacional

Este serviço disponível nos CTT não é propriamente para que não conseguir ir levantar encomendas, mas para quem precisa de receber encomendas de lojas ou sites do Reino Unido ou Estados Unidos da América que não façam envios para Portugal.

Basta criar uma morada virtual, fazer as compras normalmente e autorizar o transporte até Portugal, seja para receber numa morada à escolha ou num ponto CTT.

Este serviço tem um custo que varia consoante a compra seja feita online no Reino Unido (a partir de 19,34€) ou nos Estados Unidos (a partir de 24,30€).

5

Apartado CTT

A correspondência comum e as encomendas podem também ser enviadas para um apartado CTT, isto é, uma caixa de correio, disponível nas lojas, pontos CTT e Centros de Distribuição Postal.

É um espaço de tamanho limitado, porém, toda a correspondência e encomendas que não caibam no apartado terão de ser levantados ao balcão.

A concessão anual custa 58 euros, por cada seis meses custa 29 euros e a renovação anual tem um custo de 38 euros.

6

Enviar para o local de trabalho

O local de trabalho é um dos sítios onde passa grande parte do dia e que, salvo raras exceções, coincide com o horário de funcionamento das estações do correio. Se assim é, por que não utilizar a morada do trabalho para receber encomendas?

Informe a sua entidade patronal, caso necessário, e saiba se a encomenda lhe será entregue no seu posto ou se terá de se deslocar à receção para a receber.

7

Pedir a um amigo ou familiar para proceder ao levantamento

Caso não esteja em casa quando os correios lhe tentam entregar a encomenda, será deixado na sua caixa de correio um “aviso de entrega” para que possa, posteriormente, levantar a encomenda numa estação dos correios. Se tiver um amigo ou familiar que possa levantá-la por si, o seu problema poderá estar resolvido.

Basta que assine o aviso de entrega conforme bilhete de identidade ou cartão de cidadão, e a pessoa que se faça acompanhar pelo aviso de entrega assinado, o seu documento identificativo e demais documentos solicitados, pois só assim poderá ser feito o levantamento da encomenda.

8

Utilizar a morada de um familiar ou amigo

Se não pode receber a encomenda no local de trabalho e não tem ninguém que a possa levantar por si, talvez a solução passe por utilizar a morada de outra pessoa, que trabalhe em casa ou que tenha mais disponibilidade para a receção da encomenda.

Tal não significa que a encomenda seja feita no nome de outra pessoa e que, como tal, tenha de colocar outros dados de faturação que não os seus. Praticamente todas as empresas e lojas permitem colocar dados de entrega e dados de faturação diferentes.

Veja também