ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Olga Teixeira
Olga Teixeira
08 Jul, 2021 - 14:33

Notas falsas: saiba como detetá-las e o que fazer se tiver dúvidas

Olga Teixeira

As notas falsas representam prejuízo e podem causar problemas com a lei. Saiba como tirar dúvidas sobre a autenticidade e detetar as contrafações.

Notas falsas

Sabe distinguir as notas falsas das verdadeiras? O que fazer se suspeitar que lhe entregaram uma nota contrafeita?

À primeira vista podem parecer autênticas e, num momento de distração, pode acontecer que lhe entreguem (propositadamente ou não) notas falsas. Assim, e para evitar prejuízos e problemas com a lei, é importante conhecer os elementos que permitem saber se uma nota é ou não verdadeira.

As notas de euro são consideradas das mais seguras do mundo. Ainda assim, não é totalmente impossível falsificá-las, pelo que, em caso de dúvida, é necessário ter atenção a alguns detalhes. E são justamente estes pormenores, bastante sofisticados, que tornam estas notas tão seguras. Por isso, as notas falsas são tão raras e difíceis de colocar em circulação.

Quais as notas de euro em circulação?

aparelho de notas falsas

Para detetar mais facilmente notas falsas é importante conhecer bem as notas de euro. As mais antigas são as da primeira série, que circulam desde 2002 e que, à medida que se degradam, vão sendo retiradas de circulação.

A segunda série – a série Europa – começou a circular em 2013. As últimas notas dessa série chegaram em 2019. Nesse ano deixaram também de ser emitidas as de 500 euros. Isto é, a série mais recente só tem notas de 5, 10, 20, 50, 100 e 200 euros.

A introdução da série Europa vai ao encontro do objetivo de aumentar a segurança e tornar mais difícil a utilização de notas falsas. A série mais recente tem, assim, elementos de segurança que beneficiam de inovações tecnológicas e que dificultam o processo de falsificação.

As duas séries circulam em simultâneo. Por isso, antes de avaliar a autenticidade de uma nota, é fundamental saber o que procurar.

Notas estragadas
Veja também Tem notas estragadas? Saiba o que fazer para trocá-las

Como detetar notas falsas?

Receber uma nota falsa representa sempre um prejuízo. Não pode trocá-la no banco, porque não tem qualquer valor. Se tentar dá-la a outra pessoa estará a cometer um crime. Por isso, se uma nota lhe parecer estranha, tenha atenção a alguns sinais.

A forma mais simples de verificar se a nota é falsa é compará-la com outra. O conselho é que procure diferenças, em vez de tentar encontrar semelhanças. Se, ainda assim, ficou com dúvidas, confirme junto de especialistas. Isto é, leve-a ao banco ou a uma das tesourarias do Banco de Portugal.

Como verificar os elementos de segurança?

Tocar, observar, inclinar. São as três formas aconselhadas pelo Banco de Portugal para analisar notas. A vantagem é que pode fazer estes procedimentos em qualquer lado.

1

Tocar na nota

Assim, o primeiro passo é tocar na nota. Avalie a textura e a firmeza do papel. Os elementos impressos – as iniciais do BCE, o pórtico ou janela, a denominação e as marcas táteis – têm uma rugosidade própria.

2

Observar a nota

Outra forma de detetar notas falsas é colocá-las em contraluz. Assim poderá vê-las à transparência. Veja se têm marcas de água e o filete de segurança. Nas notas de 20, 50, 100 e 200 euros da série Europa verá uma janela com retrato. Nas da série 1, um registo frente/verso.

3

Inclinar

Ao inclinar as notas também consegue verificar se existem alguns elementos de segurança. O que vai ver depende da série da nota.

Nas notas da série 1 (de 50, 100, 200 e 500 euros) verá um um elemento holográfico e um que muda de cor. Nas de menor valor (5, 10 e 20 euros) encontra uma banda holográfica e uma banda iridescente (como se refletisse as cores do arco-íris).

lupa para ver notas falsas

Elementos de segurança na Série Europa

Esta série mais recente tem mais elementos de segurança, destinados a dificultar as falsificações. Assim, deve ter atenção a:

  • Banda holográfica com o retrato da figura mitológica Europa, símbolo euro, um motivo arquitetónico e o valor da nota. Nas notas de 100 e 200 euros tem também um holograma-satélite e o símbolo euro;
  • Número esmeralda, com um efeito luminoso de movimento para cima e para baixo. Ao mudar o ângulo de observação, o número muda de cor: passa de verde-esmeralda a azul-escuro. Nas notas de 100 e 200 euros este número tem símbolos de euros no interior;
  • Nas notas de 20, 50, 100 e 200 euros, a janela com retrato tem linhas multicolores em redor dos algarismos ou do símbolo euro. Todas as notas têm vários algarismos multicolores representativos do valor da nota;
  • Em notas de 100 e 200 euros pode ver um holograma-satélite com vários símbolos euro que se movem à volta dos algarismos representativos do valor da nota. Os símbolos ficam mais nítidos quando são expostos à luz direta.

Equipamentos que ajudam a detetar notas falsas

Existem ainda equipamentos que podem ser úteis para detetar notas falsas. É o caso, por exemplo da lupa. Ao usá-la vai encontrar microtextos, que devem estar nítidos, em ambos os lados da nota.

A máquina de luz ultravioleta permite ver fibras fluorescentes. São verdes, azuis e vermelhas na série 1, e tricolores na série Europa.

As notas da série Europa têm ainda a particularidade de apresentar características diferentes, dependendo do tipo de máquina.

Se usar uma lâmpada normal de UV vai ver uma tonalidade amarela nas estrelas da bandeira, nos pequenos círculos, nas estrelas maiores e noutras áreas da nota. Já o quarto de círculo no centro e várias outras áreas passam a ter um brilho esverdeado. O número de série impresso na horizontal e a banda iridescente aparecem a vermelho.

Ao usar uma lâmpada especial de UV, verá uma cor amarela nas estrelas da bandeira e pequenos círculos e laranja nas estrelas de maior dimensão. O símbolo euro passa a ser visível.

Um dispositivo de luz infravermelha também ajuda a detetar notas falsas. Na frente das notas da série Europa, o número esmeralda e a parte direita do motivo principal permanecem visíveis. Nas notas de 20, 50, 100 e 200 continuará a ver parte dos algarismos maiores. No verso só ficam visíveis os algarismos com o valor da nota e o número de série impresso na horizontal.

Nas notas da série 1, a luz infravermelha só deixa visível metade do pórtico ou janela na parte frontal. Na parte de trás só consegue ver o número de série da direita. Nas notas de valor mais alto, o elemento que muda de cor também fica visível..

O que fazer com as notas falsas?

Suspeita que está a receber uma nota falsa? Deve partir do princípio que a outra pessoa está inocente e dizer-lhe que pode ter uma nota suspeita e que, por isso, deve dirigir-se à polícia ou ao Banco. Ainda assim, e se não conhecer a pessoa, deve agir com cautela, para não pôr a sua segurança em risco.

Caso perceba que lhe entregaram deliberadamente uma nota falsa, informe o mais rapidamente possível uma autoridade policial. Tente reter o máximo de detalhes sobre a pessoa, para poder descrevê-la à polícia.

Se souber que as notas são falsas e as colocar em circulação, está a cometer o crime de passagem de moeda falsa, punido com pena de prisão até cinco anos. Assim, se suspeitar da autenticidade de notas ou moedas, contacte o Banco ou a polícia. Não tente, de modo algum, passar essa falsificação a outra pessoa.

Fontes

  • Diário da República Eletrónico: Decreto-Lei n.º 48/95 – Código Penal (Artigo 265º)
Veja também