ebook
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Prático e Descomplicado
Cátia Aguilar
Cátia Aguilar
08 Abr, 2020 - 09:53

8 dicas para poupar na fatura da eletricidade

Cátia Aguilar

Nem sempre temos cuidado com os gastos de energia, mas no fim do mês arrependemo-nos. Adote alguns cuidados para poupar na fatura da eletricidade.

8 dicas para poupar na fatura da eletricidade

Para poupar na fatura da eletricidade é necessário adotar algumas estratégias e ser mais cauteloso no que toca ao consumo de energia. E se, no início, pode parecer mais complicado lembrar-se sempre de tudo, daqui a uns tempos estas ações vão tornar-se intuitivas, para além de lucrativas.

Aprenda a poupar na fatura da eletricidade

1

Vai sair de determinado compartimento? Então, desligue a luz

Se vai sair de um compartimento, apague a luz. Às vezes, andamos tão apressados que vamos acendendo luzes por toda a casa sem as voltar a apagar. Uns minutos todos os dias fazem a diferença no fim do mês.

Se a sua casa tiver muita luz natural, também pode evitar acender as luzes antes de escurecer. Além disso, ter cores claras nas paredes também vai ajudar a que não precise de ligar tanto ou tão cedo as luzes.

2

Escolha a melhor tarifa

Se está em casa permanentemente e não tem um padrão de horas no qual faz a maior parte dos seus consumos, talvez seja melhor ter uma tarifa simples.

Já para quem está fora de casa durante o dia, a tarifa bi-horária pode ser a melhor opção, já que gastará menos nos horários noturnos e fins-de-semana. Neste caso, mesmo que esteja em casa fora do período económico da tarifa bi-horária, guarde os maiores consumos, como utilização de máquinas da roupa ou loiça, para as horas em que pagará menos.

3

Utilize lâmpadas económicas

Uma forma simples de poupar na fatura da eletricidade é trocar as suas lâmpadas por outras que sejam mais económicas. Mesmo que o investimento seja um pouco mais elevado, compensará a longo prazo.

As lâmpadas LED são das mais económicas, mas informe-se sobre quais as lâmpadas que o farão poupar mais, de acordo com o uso que lhes dá.

4

Não deixe os aparelhos sem standby

Aparelhos em standby são um enorme desperdício de energia. Os aparelhos nunca ficam verdadeiramente desligados e, apesar de o consumo não ser tão elevado, estão sempre a gastar.

5

Vai trocar de eletrodomésticos? Compre uns mais eficientes

Se está a precisar de trocar algum eletrodoméstico, estude bem quais são os mais eficientes.

Hoje em dia, os eletrodomésticos têm a indicação da sua eficiência, através da etiqueta energética. E quanto mais eficientes forem os seus, mais fácil será poupar na fatura da eletricidade.

Caso não saiba verificar, fique a saber que os equipamentos mais eficientes são os da classe A.

6

Isole bem a sua casa

Uma casa bem isolada – paredes, chão e tetos – é meio caminho andado para poupar na fatura da eletricidade. Isto porque terá menos necessidade de utilizar sistemas de climatização e ainda vai reduzir o ruído dentro de casa. As cortinas pesadas também ajudam a isolar a casa.

7

Reveja a potência contratada

Cada habitação tem as suas necessidades, de acordo com o tipo de equipamentos que tem em casa. Faça uma simulação de potência e consumo. Caso tenha contratado uma potência superior àquela que precisa, reduza-a para poupar na fatura da eletricidade.

8

Poupe na cozinha

A cozinha é uma das áreas onde se gasta mais energia, devido ao elevado número de eletrodomésticos e aos seus consumos. Alguns truques para poupar na fatura da eletricidade passam por:

1. Desligar o forno e o fogão um pouco antes de terminar o que estiver a cozinhar, aproveitando o calor residual. Assim como evitar estar sempre a abrir e a fechar a porta do forno, porque a temperatura irá arrefecer e vai demorar mais tempo a cozinhar;

2. Evitar ter a temperatura do frigorífico muita fria, se não for mesmo necessário. Também não convém deixar frigoríficos e arcas expostos ao sol, o que obrigará a baixar as temperaturas, aumentando o consumo. Não abra constantemente a porta do frigorífico, guarde e tire de lá tudo de uma vez;

3. Utilize as máquinas de lavar a loiça e roupa a funcionar apenas quando estas estiverem cheias. Tente também usar os programas económicos e à temperatura mais baixa possível;

4. Sempre que possível, opte por secar a roupa no estendal, em vez de o fazer na máquina de secar a roupa;

5. Desligue a máquina de café se não a for utilizar. Quando estão ligadas, as máquinas aquecem constantemente a água e isso traduz-se em consumo de energia;

6. Opte por aquecer a comida no micro-ondas em vez de utilizar o fogão ou forno, que gastam mais.

Perceba onde está a gastar mais

Se acredita que já está a tomar todas as medidas possíveis para poupar, pode comparar a oferta do seu fornecedor de eletricidade com as ofertas da concorrência e mudar de fornecedor, caso encontre uma alternativa mais barata.

Tem também a opção de experimentar o EOT ou do Cloogy, que controlam os consumos e o ajudam a perceber onde pode poupar. Tratam-se de aparelhos que lhe dizem ao certo onde está a gastar mais energia, permitindo uma melhor gestão da mesma. Estas opções implicam investimento, mas pode compensar.

Veja também