Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Marvin Tortas
Marvin Tortas
30 Ago, 2018 - 16:57

Conheça os problemas mais comuns nos carros mais vendidos em Portugal

Marvin Tortas

Se está no mercado à procura de um carro em segunda mão, certamente vai querer saber quais são os problemas mais comuns nos carros mais vendidos em Portugal

Conheça os problemas mais comuns nos carros mais vendidos em Portugal

Sempre que compra um carro novo deve fazer uma intensa pesquisa sobre o modelo que está a pensar adquirir, e estar a par dos problemas mais comuns nos carros poderá ajudá-lo a fazer a compra certa.

Quando se trata de comprar um automóvel usado, avançar para a compra apenas com base na aparência do carro é um dos maiores erros que poderá ocorrer. Apesar do automóvel ser o meio de transporte mais utilizado no mundo, infelizmente ainda está longe de ser perfeito, e cada modelo tem problemas crónicos que podem ser mais ou menos fáceis de reparar, e mais ou menos custosos.

Se está no mercado à procura de um carro usado, é muito provável que acabe por comprar um dos carros desta lista, pois são os carros mais vendidos em Portugal. Baseado num estudo lançado pela Dekra (empresa europeia de inspecção de veículos), onde foram avaliados 1000 exemplares de cada um destes modelos, vamos mostrar-lhe quais são os problemas mais comuns nos carros mais vendidos em Portugal, ajudando-o a tomar a decisão.

Problemas mais comuns nos carros mais vendidos em Portugal

1. Renault Clio

Este carro obteve uma pontuação excelente por parte da Dekra. A empresa alemã inspecionou mais de 1000 exemplares o Renault Clio dos quais 95,6% não apresentava qualquer defeito, 1% apresentavam problemas ligeiros, e 3,4% problemas significativos. O defeito mais comum encontrado neste modelo foram os faróis desalinhados.

 

2. Peugeot 208

O Peugeot 208 também resultados bastante satisfatórios, sendo que 92,8% dos carros testados não tinha qualquer problema, 3% apresentavam problemas ligeiros, e 4,1% apresentavam problemas significativos. Entre estes problemas significativos destacam-se o excessivo desgaste do sistema de travagem, problemas no sistema de iluminação e erros de armazenamento de informação de emissões.

 

3. Renault Megane

Os resultados do Renault Megane não foram tão satisfatórios como aqueles obtidos pelos dois modelos anteriores, com 90,8% dos Megane a não apresentarem quaisquer problems, 4% a apresentar problemas ligeiros e 5,2% a apresentar problemas graves. Tal como o Peugeot 208, os maiores problemas deste carro são o excessivo desgaste do sistema de travagem, problemas no sistema de iluminação e erros de armazenamento de informação de emissões.

 

4. Volkswagen Golf

O Golf não só é um dos carros mais vendidos em Portugal como também é um dos carros mais vendidos no mundo, e os resultados deste teste demonstram o porquê. 97% dos Golf testados não apresentaram qualquer problema, 0,5% apresentaram problemas ligeiros e 2,5% apresentaram problemas graves, ainda assim, o pára-brisas deteriorado com o avançar da idade e dos quilómetros foi o maior defeito apontado a este modelo.

 

5. Renault Captur

O Captur é um dos crossovers mais vendidos no nosso país, e 97,2% dos modelos testados não apresentada qualquer problema e apenas 2,1 apresentava problemas graves, no entanto não foi encontrado nenhum padrão nos problemas mais comuns nos carros da gama Captur.

 

6. Volkswagen Polo

91,6% sem defeitos, 3,3% com defeitos ligeiros e 5,1% com falhas graves, estes são os resultados apresentados após terem sido avaliados 1000 Volkswagen Polo, e problemas no sistema de iluminação, desgaste excessivo do sistema de travagem e amortecedores com bastantes folgas foram os principais problemas apontados ao pequeno citadino da marca alemã.

 

7. Nissan Qashqai

Este é o SUV mais vendido em Portugal e em toda a Europa por uma larga margem, mas curiosamente teve uma das piores avaliações dadas pela Dekra neste teste. 91,6% dos modelos testados não apresentava qualquer problema, 3,3% apresentavam problemas ligeiros e 5,1% apresentavam defeitos graves. As principais críticas feitas ao modelo da marca nipónica prendem-se com o desgaste excessivo do sistema de travagem, a junta esférica, a ligação transversal da suspensão e do rolamento de gaste do motor. Além de tudo isto, o sistema de iluminação do Nissan Qashqai também pode originar muitas dores de cabeça.

 

8. Peugeot 308

O segundo Peugeot desta lista, e por consequência o segundo Peugeot mais vendido em Portugal também obteve uma pontuação bastante satisfatória. 6,4% dos modelos apresentavam problemas considerados mais graves e de reparação mais custosa, 3,0 apresentava danos ligeiros, e 90,6% dos modelos não apresentava quaisquer problemas. Ainda assim, o habitual desgaste excessivo do sistema de travagem dos Peugeot continua a ser um problema neste carro, para além de existirem também erros na centralina, no sistema de escape e no sistema de iluminação.

 

9. Seat Ibiza

90% dos Seat Ibiza testados não apresentava qualquer problema, 3,6% apresentavam problemas ligeiros e 6,4% apresentavam problemas graves. Entre estes problemas considerados graves, destacamos como os mais comuns o desgaste irregular dos discos de travão, as definições de iluminação e as constantes fugas de óleo do motor e caixa de velocidades, que, se não forem consertadas a tempo podem traduzir-se numa enorme dor de cabeça para o novo proprietário.

 

10. Mercedes Benz Classe A

Este é considerado o carro mais fiável para a Dekra e é o único modelo de uma marca premium a constar na lista dos 10 mais vendidos em Portugal. É verdade que é apanágio da Mercedes construir carros praticamente infalíveis, e a verdade é que 99% dos Classe A testados não apresentava qualquer problema, 0,3% apresentavam problemas ligeiros e 0,7% apresentavam problemas mais graves. Tal como o Renault Captur, os problemas apresentados não registaram um padrão, portanto não é possível identificar quais são os problemas mais comuns nos carros Mercedes Classe A.

 

Veja também: