Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Marta Maia
Marta Maia
20 Dez, 2019 - 17:14

Quanto tempo demora a entrega de encomendas?

Marta Maia

Conheça os prazos de entrega de encomendas pelos CTT em Portugal e para fora do país.

quanto demora a entrega de encomendas

As compras online têm a particularidade de serem, ao mesmo tempo, muito rápidas e muito lentas. São muito rápidas porque o processo de encomenda é ágil, bastam alguns cliques. Mas também pode ser muito lentas porque, após o pagamento, o cliente tem de esperar pela entrega do produto que, dependendo do país de onde vem, pode demorar dias ou até semanas.

Neste contexto, é útil conhecer os prazos de entrega de encomendas, para ficar com uma ideia do que pode esperar dos serviços postais. Fazemos-lhe, por isso, um apanhado da informação relevante, recolhida junto dos CTT. Note, no entanto, que os prazos das transportadoras privadas podem ser ligeiramente diferentes.

Entrega de encomendas: Regimes e Custos

Entregas em regime normal

Considera-se uma entrega de encomendas em regime normal aquela que cumpre o limite máximo de peso permitido (10Kg para Portugal e 30Kg para envios que vão para fora do país) e que não tem caráter de urgência.

Se seguirem para um destino em Portugal continental, estas embalagens demoram até três dias a chegar ao destino. Já se o envio for feito para a Madeira, o prazo estica para cinco dias e se a encomenda tiver os Açores como destino final, a entrega pode demorar entre sete a 15 dias.

Na entrega de encomendas fora do país, mas dentro da União Europeia, os CTT comprometem-se com um prazo máximo de cinco dias.

Para países que fiquem fora deste limite, o processo já se pode prolongar até aos sete dias.

Entrega de encomendas em Correio Expresso

Além da entrega de encomendas regular, os CTT oferecem o serviço de correio expresso, que tanto se aplica a cartas como a mercadorias. Este serviço chega a Portugal e Espanha em um, dois ou três dias, consoante a opção que escolher. O preço varia em função da urgência que tiver, como verá mais à frente.

Para entrega de encomendas na Europa, o prazo vai igualmente de um a três dias (quer opte por um envio mais rápido ou mais económico). Já o prazo para o resto do mundo começa em um dia, mas pode estender-se até vários dias em função do local de destino.

As encomendas urgentes têm custos

É possível que a calendarização da entrega de encomendas urgentes tenha gerado confusão por ter várias opções. O motivo é simples: quanto mais curto for o prazo que precisa de cumprir, mais caro se torna o envio.

No caso dos envios nacionais, por exemplo, das três opções disponíveis já sabe que a mais curta (um dia) é a mais cara e a que é mais folgada (três dias) é a mais barata.

Escolher a melhor opção para o seu caso vai depender do cálculo de custo-benefício, ou seja, tem de perceber até onde é que vale a pena pagar umas dezenas de euros para reduzir o tempo de entrega de encomendas.

Não consegue ir aos correios levantar encomendas? Conheça 5 soluções
Veja também Não consegue ir aos correios levantar encomendas? Conheça 5 soluções

Como seguir a sua encomenda

Para enviar ou receber uma encomenda e saber o seu paradeiro, precisa de um um código de seguimento (tracking code).

No caso de ser o remetente, pode solicitar esse código no balcão dos CTT onde despacha a sua encomenda. Já se fez uma compra online, por exemplo, e é o destinatário da encomenda, procure o tracking code na respetiva fatura, guia de transporte ou talão de envio.

Daí em diante o procedimento é o mesmo em qualquer um dos casos. Basta inserir esse código no site dos CTT e vai poder acompanhar o percurso da encomenda desde o momento em que é despachada até ao momento em que é entregue no destino.

O acompanhamento da encomenda é um serviço gratuito e está disponível online 24h por dia, pelo que vale a pena utilizá-lo, até para saber se chegou onde devia ou se ficou retida em alguma etapa pelo caminho.

O que fazer quando a encomenda se atrasa?

Há vários motivos para que a entrega de encomendas se atrase, sendo o mais comum a retenção das embalagens pela alfândega, que inspeciona tudo o que vem de fora da União Europeia.

Quando uma encomenda fica atrasada, pouco há a fazer para além de contactar os CTT (numa loja ou, mais garantido, por e-mail) e pedir informações sobre o estado do envio.

Ainda que não exista um processo formal de “desbloqueamento” de encomendas, se tiver a sorte de encontrar colaboradores bem intencionados pode conseguir que agilizem o processo, pedindo a colegas de outras instalações para lhe darem prioridade.

Se o produto ficou parado na alfândega, a responsabilidade já não é dos CTT. Tem, neste caso, duas opções: ou usa a ferramenta de desalfandegamento que é disponibilizada no site dos CTT ou vai diretamente à alfândega para tratar do caso. Em qualquer dos casos, saiba que pode incorrer em custos de desalfandegamento.

Aconselhável é que, antes de fazer qualquer encomenda (e antes de tentar desalfandegar uma mercadoria), consulte em detalhe os produtos que podem estar sujeitos a controlo aduaneiro, bem como os documentos necessários para proceder ao desalfandegamento.

Veja também