Inês Silva
Inês Silva
21 Dez, 2021 - 08:40

Responsabilidade social nas empresas: saiba o que é e qual a sua importância

Inês Silva

É uma prioridade cada vez maior a responsabilidade social nas empresas. Fique a conhecer as razões da sua importância.

responsabilidade social nas empresas

A responsabilidade social nas empresas é, nos nossos dias, uma tendência cada vez mais real. Além do lucro, importa integrar na estratégia de negócio práticas que beneficiem a comunidade e que vão de encontro às preocupações dos consumidores.

Os consumidores são cada vez mais exigentes, não se limitando apenas a adquirir bens e serviços. A informação está disponível e as pessoas, antes de uma decisão de compra, querem saber que impacto têm as empresas na sociedade em geral e no meio ambiente, optando por empresas que demonstrem ter consciência social.

Assim, uma empresa socialmente responsável, ou seja, uma empresa que partilha as preocupações ambientais e sociais com os consumidores e é ativa nessas áreas, consegue atingir níveis elevados de confiança junto do público.

O que é a responsabilidade social nas empresas?

Segundo a Norma Internacional ISO 26000, a Responsabilidade Social Empresarial é a responsabilidade assumida por uma organização pelos impactos das suas decisões e atividades na sociedade e no meio ambiente, por meio de um comportamento ético e transparente que:

  • Contribua para o desenvolvimento sustentável, inclusive a saúde e o bem-estar da sociedade;
  • Tenha em consideração as expetativas das diferentes partes interessadas;
  • Esteja em conformidade com a legislação aplicável e seja consistente com as normas internacionais de comportamento;
  • Seja integrada em toda a organização e praticada no contexto das suas relações.

Na falta de uma definição universal, a Comissão Europeia considera na sua definição os seguintes pontos:

  • Práticas laborais, como os direitos humanos, trabalho e formação, diversidade, igualdade de género, saúde e bem-estar dos trabalhadores;
  • Questões ambientais, como a biodiversidade, alterações climáticas, utilização eficiente dos recursos e prevenção da poluição;
  • Combate à corrupção;
  • Envolvimento e contribuição para o desenvolvimento da comunidade;
  • Inclusão de pessoas em situação de desigualdade;
  • Interesses e benefícios dos consumidores.

Neste âmbito, em julho de 2009, a Direção-Geral das Atividades Económicas publicou a sua Carta de Responsabilidade Social, onde se comprometeu a promover diferentes valores de ordem social e ambiental, dentro do exercício das suas atribuições e competências.

Resumindo, as empresas socialmente responsáveis assumem um compromisso com a sociedade que vai além dos lucros e criação de emprego. A gestão é ética e transparente e envolve questões como a qualidade de vida e bem-estar do público interno da empresa, o relacionamento com os parceiros de negócio e a redução de impactos negativos na comunidade e no ambiente.

Qual a importância da responsabilidade social nas empresas?

A importância reside, sem dúvida, no impacto positivo que a responsabilidade social traz a qualquer empresa. As empresas que atuam de forma socialmente consciente contribuem para a criação de um mundo melhor e se o impacto na sociedade é positivo, logo será também positivo para a empresa em questão.

As empresas que apostam em ações de responsabilidade social, tornam-se mais fortes e ganham capacidade para enfrentar melhor crises socioeconómicas ou seja, possibilitam resultados melhores a longo prazo, o que garante a sustentabilidade do negócio no futuro.

Responsabilidade social nas empresas: 5 boas razões para aderir

Aumenta a reputação da marca

A reputação e o bom nome de uma marca são dos bens mais importantes para uma empresa. Solidarizar-se com causas sociais e participar ativamente na sustentabilidade e proteção ambiental são alguns exemplos de estratégias que podem ser implementadas pelas empresa.

Ao fazer este esforço em contribuir de forma positiva na comunidade, os consumidores vão reconhecer a marca e avaliá-la de forma positiva.

Mais clientes

Como já dissemos, hoje em dia, os consumidores não pensam só em comprar um produto ou serviço. A atenção está cada vez mais voltada para problemas sociais e ambientais, sendo as suas decisões de compra influenciadas por estas preocupações.

Assim, os consumidores apresentam uma tendência maior para confiar e manterem-se fieis a marcas de empresas socialmente responsáveis em detrimento de outras.

Espírito de equipa

Nem só os consumidores sentem o impacto positivo, também os colaboradores o vão sentir por fazer parte de estratégias responsabilidade social.

Ao participar nesta iniciativas que contribuem para uma sociedade melhor, vão sentir-se motivados por pertencer a uma empresa com estas preocupações, tornando em verdadeiros embaixadores da marca.

Ao promover iniciativas como o voluntariado, as empresas vão criar um sentimento de grupo e de pertença, estimulando o crescimento pessoal e profissional e desenvolvendo o trabalho de equipa, num ambiente de trabalho mais recompensador e positivo.

Vantagem competitiva

Há uma ligação direta com a opinião pública e a responsabilidade social nas empresas pode afetar a escolha do consumidor em relação a marcas concorrentes. Uma empresa comprometida com a sustentabilidade e causas sociais, vai destacar-se da concorrência e ganhar vantagens face a outras empresas que descurem esta área.

Vive-se a cultura do “cancelamento” e muitos consumidores não só deixam de comprar determinadas marcas, como até as boicotam se considerarem que essas marcas recorrem a práticas pouco responsáveis.

Contribuir para uma sociedade melhor

Mais importante que a obtenção de lucros, é saber que se conseguiu impactar positivamente a comunidade e fazer parte da mudança, criando soluções que beneficiam todos.

Há várias iniciativas que são fáceis de adotar por qualquer empresa, até sem grandes custos, que vão fazer toda a diferença na qualidade de vidas das comunidades.

Veja também