ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Catarine Martins
Catarine Martins
12 Jan, 2021 - 10:34

Saldos de inverno: 13 boas dicas para fazer as melhores compras

Catarine Martins

Os saldos de inverno já chegaram, e para a ajudá-la a fazer boas compras reunimos dicas preciosas. Confira e comece a aplicá-las agora mesmo.

Compras nos saldos de inverno

Os saldos de inverno chegaram e, como sabe, esta é sempre uma boa altura para comprar as peças que andou a namorar toda a coleção.

Sobretudo porque tratando-se da estação fria, e uma vez que as peças quentes são tendencialmente mais caras, é uma boa oportunidade para comprá-las sem gastar uma fortuna.

Casacões, sobretudos de lã, camisolas de boa qualidade, camisas de algodão, botas e parkas são algumas das peças em que deve investir.

Por outro lado, esta é também a altura perfeita para comprar aquela peça cara que, apesar de provavelmente não usar todos os dias, não lhe sai da cabeça.

Assim, e para a ajudar a fazer as melhores compras, reunimos as 13 dicas imperdíveis para os saldos. Veja abaixo e boas compras!

Saldos de inverno: 13 dicas essenciais

Mulheres a fazer compras

Ao contrário do que possa pensar, uma boa estratégia de saldos começa ainda em casa, e só depois se estende até ao comportamento a ter nas suas lojas preferidas.

Siga as nossas dicas para aproveitar ao máximo os saldos de inverno, e conseguirá poupar, ao mesmo tempo que investe em peças que realmente vai usar.

1

Antes de ir às compras, organize o guarda-roupa

Antes de começar a ver o site das suas marcas preferidas, e já começar a pensar no que vai comprar, há algo que deve fazer.

Em primeiro lugar, e antes de qualquer compra, é crucial que organize o guarda-roupa, de forma a perceber o que já não usa, o que está estragado e o que pode doar.

Mediante isso, conseguirá concluir quais as suas principais necessidades e, assim, aproveitar ao máximo os saldos de inverno para comprar as peças que realmente lhe fazem falta.

2

Faça uma lista

Após a limpeza do guarda-roupa, fica mais fácil fazer uma lista do que precisa comprar, quer em termos de peças de substituição, quer para colmatar alguma falhas que tenha o armário.

Assim, se lhe falta uma gabardine ou um sobretudo, por exemplo, inclua-os na lista.

3

Faça planos

Mediante o que precisa de comprar e tendo em conta as suas marcas preferidas, faça uma lista das lojas de que mais gosta. Depois, é só visitar o site de cada uma.

Visto que estamos a viver uma pandemia, prefira comprar online, de forma a evitar aglomerações nas lojas físicas.

4

Defina um orçamento

Estabeleça quanto pode gastar e cumpra esse valor à risca, evitando assim as compras por impulso, e sendo mais consciente nas aquisições.

O seu armário, o planeta e a sua carteira agradecem.

5

Evite o cartão de crédito

No momento da compra, e de modo a conseguir aproveitar ao máximo os saldos de inverno sem cometer grandes abusos face ao que planeou, prefira pagar com o cartão de débito.

Sim, a verdade é que o cartão de crédito pode levar a excessos, de que mais tarde se arrependerá. Evite usá-lo.

6

Não compre só “porque estava muito barato”

A não ser que seja uma peça de roupa que realmente precise, ou que deseje ter há muito tempo, não compre nada só porque está barato.

O mais certo é arrepender-se, e acabar com um mono no armário. E numa era em que sustentabilidade é a palavra de ordem, há que fazer compras conscientes.

Nesse sentido, compre apenas peças que sabe que vai realmente usar.

7

Compre apenas o tamanho certo

Não compre roupa a pensar que irá perder ou aumentar de peso, pois os planos podem sair furados e ficará com uma peça que não pode vestir. E tudo o que não queremos são monos no armário, certo?

A exceção a esta regra é a roupa infantil, sendo os saldos de inverno uma boa altura para antecipar os tempos futuros.

8

Aposte nos básicos de qualidade

Referimo-nos a peças como camisas, calças de ganga, blusas de algodão ou camisolas de lã, que habitualmente usamos muito.

Prefira peças de qualidade que lhe assentem na perfeição, e terá um armário funcional. Ou seja, acabou o abrir o armário todas as manhãs e ficar desesperada, sem saber o que vestir.

Erros que deve evitar nos saldos
Veja também 8 erros que deve evitar nos saldos
9

Prefira comprar online

Numa altura em que vivemos uma pandemia, dar preferência às compras online é essencial para evitar aglomerações.

Nesse sentido, a menos que precise muito de uma peça que esteja na loja física, faça as suas compras no conforto do lar.

10

Peça opinião a uma amiga

As novas tecnologias permitem que estejamos sempre em contacto com as pessoas de quem mais gostamos. Por isso, se tem dúvidas quanto a uma peça, mas gosta mesmo muito dela, peça opinião a uma amiga por mensagem ou vídeo chamada.

Às vezes, precisamos mesmo de uma opinião de fora para conseguir decidir.

11

Quando vir um desconto muito alto, analise bem a peça

Por vezes, quando as lojas fazem grandes descontos é porque a peça tem algum defeito. Há defeitos que quase não se notam e, por isso, não são importantes.

No entanto, há outros que se analisarmos com atenção são bastante visíveis. Um dos exemplos são pequenos rasgões ou áreas descosidas.

Nesse sentido, é importante que analise bem a peça (se comprou online, quando abrir a encomenda, certifique-se de que as peças estão impecáveis, antes de retirar a etiqueta).

12

Antes de comprar produtos de beleza em saldos, leia o rótulo

Quando vemos descontos muito grandes em boas marcas de cosmética, a reação imediata é termos a tentação de comprar. Mas antes de fazê-lo, é muito importante que leia o conteúdo e as indicações que estão descritas nas embalagens.

Se tem a pele sensível ou reativa, este pormenor é ainda mais importante. As pessoas com este tipo de pele tendem a reagir a certos componentes como parabenos, perfumes, formaldeído e isothiazolinone.

Assim, se a sua pele é reativa deve ter um cuidado redobrado e ler sempre a lista de ingredientes.

13

Só compre peças que lhe assentem bem

Um dos grandes truques para fazer boas compras nos saldos, é só comprar as peças que ficam mesmo bem.

Nesse sentido, seja honesta consigo própria e não compre o que lhe fica apenas “mais ou menos”.

Acredite, esta pequena dica fará muita diferença para se sentir maravilhosa e bem vestida, todos os dias.

Estas 13 dicas irão ajudá-la a fazer melhores compras, e a ter um armário funcional onde realmente usa tudo o que tem.

Experimente colocá-las em prática e comprove por si mesma.

Veja também