Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Reis
Catarina Reis
28 Ago, 2020 - 12:03

Segurança no regresso às aulas: velhos e novos cuidados a ter

Catarina Reis

Relembre algumas dicas de segurança no regresso às aulas, e atualize-se com as novas a ter em conta devido à pandemia.

professora a desinfetar mãos a alunos para garantir segurança no regresso às aulas

Do percurso para a escola ao recreio, olhamos a tudo. A prevenção é sempre uma boa aliada. Por isso mesmo, é sempre importante pensar na perspetiva da segurança no regresso às aulas.

Um novo ano letivo representa novas aprendizagens e aventuras para os alunos, mas também preocupações acrescidas para os pais. No ano 2020/2021 que se avizinha novos desafios se impõem, devido ao contexto que subsiste de pandemia.

O ano letivo de 2020/2021 não é apenas mais um ano; é uma realidade nova que à segurança no regresso às aulas diz respeito.

Por isso, o melhor mesmo é antever e prevenir algumas situações, investindo na segurança no regresso às aulas, desta vez tendo como principal objetivo evitar a propagação de uma segunda vaga da COVID-19.

A pensar na prevenção, relembre alguns cuidados a ter para que as suas crianças e jovens aproveitem o ano letivo ao máximo: do percurso para a escola ao recreio, entre outras.

20 DICAS DE SEGURANÇA NO REGRESSO ÀS AULAS

crianças com máscara em segurança no regresso às aulas

Segurança a caminho da escola

  1. Planifique o percurso para a escola ou para a paragem do metro ou autocarro. Escolha o caminho mais direto e, se possível, com passeios, semáforos e aqueles que têm polícia municipal ou de segurança pública a ajudar nas travessias; o uso de máscara nos transportes públicos é obrigatório, e a distância social de 2 metros deverá ser sempre cumprida durante o percurso, seja ele qual for.
  2. Faça esse percurso com o seu filho antecipadamente. Diga-lhe que fique longe de parques, terrenos vazios, campos e outros lugares isolados; ensaie o uso de máscara e o distanciamento social. Evite passar por concentrações de pessoas;
  3. Ensine o seu filho a nunca falar com estranhos ou a aceitar passeios ou presentes de estranhos;
  4. Certifique-se de que o seu filho vai para e da escola com um irmão, amigo ou vizinho, e que, mesmo assim, deverão usar máscara.
  5. Ensine os seus filhos, independentemente de irem a pé, bicicleta, autocarro ou carro para a escola, a obedecerem a todos os sinais e agentes de trânsito. Lembre-os de terem um cuidado extra com mau tempo;
  6. Se leva as crianças de carro, deixe-as na entrada da escola. Assim que o deixar, ele será encaminhado por um auxiliar.
  7. Se o seu filho for de bicicleta ou scooter para a escola, certifique-se de que ele usa proteções e calçado adequados, bem como um capacete que atenda aos padrões de segurança. A pesquisa indica que um capacete pode reduzir o risco de lesões na cabeça em até 85%;
  8. Ensine as crianças a chegar à paragem do autocarro cedo, a ficar fora da estrada e a esperar que o autocarro esteja imobilizado para entrar;
  9. Relembre os seus filhos de que dentro dos transportes devem permanecer sentados em todos os momentos e que não devem pôr a cabeça e os braços fora das janelas. Relembre ainda cuidados a ter na saída do autocarro, ao descer os degraus e ao atravessar a estrada;
  10. Certifique-se de que o seu filho conhece o número de telefone e o endereço de casa, o número do seu local de trabalho, o número de outro adulto confiável e sabe como ligar para o 112, número para emergências.
Regresso às aulas: guia para pais - mãe e filho de máscara a fazer trabalhos no computador
Veja também Regresso às aulas: guia para pais e encarregados de educação

Segurança no recreio e parques de diversão

  1. Verifique o equipamento do campo de jogos da escola do seu filho. Procure potenciais riscos, tais como equipamentos enferrujados ou partidos e superfícies perigosas. A superfície ao redor do equipamento deve ser coberta com material adequado para evitar lesões na cabeça quando uma criança cai. Informe a escola sobre quaisquer riscos;
  2. Evite cordões e fitas compridos no vestuário para impedir que as crianças fiquem presas na porta do carro ou autocarro, bem como em equipamentos do campo de jogos ou parques de diversões;
  3. Ensine bons comportamentos no recreio ou parques de diversão: não empurrar, aguardar pela vez, não tocar na cara, abraçar ou beijar as outras, etc.;
  4. Ensine também algumas estratégias para lidar com eventual bullying: não ceder às exigências de um “valentão”, a afastar-se ou a dizer-lhe para parar. Se o bullying continuar, diga-lhe que deve falar com o professor e os pais;
  5. Certifique-se de que a escola do seu filho, principalmente se for pequeno, tem informações atualizadas sobre brinquedos e produtos para crianças;
  6. Serão definidos circuitos de circulação nas escolas. Inteire-se deles e assegure-se que o seu filho os vai cumprir;
  7. Os alunos, particularmente os mais velhos, poderão ser incumbidos de auxiliar na limpeza e desinfeção dos espaços. Prepare o seu filho para a eventualidade de ter que o fazer, de forma rotineira. Porque não começar por casa?
  8. Dependendo da evolução da pandemia, existe a possibilidade de muitos alunos voltarem ao regime de aulas à distância. Não descure essa possibilidade, mantendo em vista poder ter que vir a criar um local de estudo para o seu filho em casa;
  9. Se o seu filho ou alguém do seu seio familiar apresentar sinais da COVID-19, o seu filho não deverá ir à escola. Nesse caso deverá contactar o SNS24 (808 242424) ou outras linhas telefónicas criadas para o efeito, e proceder de acordo com as indicações fornecidas, pelos profissionais de saúde;
  10. O seu filho terá que lavar as mãos da forma correta antes e depois das refeições. Se já for habituado de casa a fazê-lo, melhor.

Para conhecer mais dicas de segurança no regresso às aulas consulte as orientações da DGESTE para o ano letivo que aí vem.

O melhor investimento que pode fazer em segurança no regresso às aulas é a prevenção. Que outras dicas considera fundamentais? Partilhe-as connosco.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: e[email protected].