Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Elsa Santos
Elsa Santos
31 Mar, 2020 - 10:31

Como fazer teletrabalho e cuidar das crianças: 10 dicas essenciais

Elsa Santos

A situação atual exige que muitos profissionais saibam como fazer teletrabalho e cuidar das crianças. Não é fácil, mas é possível. Veja as nossas ideias.

mãe a fazer teletrabalho com um filho ao colo e outro a brincar no chão

O fecho das escolas e de empresas pela imposição de isolamento social como medida preventiva face à pandemia da COVID-19 fez surgir uma questão: como fazer teletrabalho e cuidar das crianças? A resposta não é simples e muito menos consensual. Tudo depende do nível de responsabilidade profissional e familiar, da idade das crianças, do espaço disponível, entre outros fatores.

Procure as melhores soluções para trabalhar remotamente e procure gerir tudo da melhor maneira. Todos vão precisar de um período de adaptação para aprender a gerir rotinas e tanta coisa nova ao mesmo tempo.

São tempos de grande exigência física e mental. Este pode ser, na verdade, o maior desafio da sua vida. Deixamos-lhe duas mãos cheias de dicas para o ajudar a dar conta do recado.

teletrabalho e cuidar das crianças: como gerir tudo?

O desafio

Trabalhar a partir de casa, mantendo o foco, a produtividade e cumprindo prazos, ao mesmo tempo que cuida de crianças pequenas, as ajuda nas tarefas da escola ou inventa atividades para as entreter de forma lúdica, considerando que ninguém pode sair (nem entrar), dias a fio, parece demasiado. E é. E é, também, absolutamente, necessário.

Este é um desafio sem precedentes para todos os que trabalham, agora remotamente, e têm filhos pequenos. Por isso temos pequenos truques podem fazer uma grande diferença.

mãe a trabalhar ao computador com um filho ao colo

Dicas para trabalhar em casa e cuidar de crianças

Crie o seu local de trabalho

É muito importante ter o seu próprio espaço para trabalhar. Se mora numa casa grande, eventualmente terá escritório, se não converta um dos quartos num escritório temporário. Se mora numa casa menos espaçosa, crie o seu local de trabalho na sala, no quarto ou até na cozinha, onde for mais fácil realizar as suas tarefas sem (ou com o mínimo de) interrupções.

Criar um local de trabalho ajuda à organização e à concentração. O espaço deve estar o mais longe possível das crianças, ser bem iluminado, arrumado e equipado com as ferramentas e tecnologias necessárias para realizar as suas funções profissionais.

Cumpra um horário

De preferência, acorde cedo, para ter mais tempo e realizar as tarefas com alguma calma. O ideal é planear o seu dia, logo que acorda, ao pequeno-almoço ou na noite anterior. Isso vai ajuda-lo a organizar-se.

No que toca ao trabalho, imponha-se um horário laboral, como se estivesse na empresa, e tente cumprir, fazendo alguns ajustes se necessário. Aproveite os momentos sem interrupções para avançar o mais possível. Se puder trabalhar à noite e isso o ajudar a organizar-se melhor, faça-o. No entanto, não se esqueça que dormir é fundamental.

Planeie atividades para as crianças

Este é um ponto fundamental para fazer trabalho remoto em casa e cuidar das crianças. Tal como deve planear o seu dia de trabalho, deve planear atividades para o dia dos seus filhos.

Muitas escolas de ensino básico, mas também creches e instituições de ensino pré-escolar continuam a enviar trabalhos e atividades durante a semana. Para um maior apoio nesta matéria, use os recursos disponibilizados pela Direção Geral de Educação (DGE) através do website de Apoio às Escolas onde encontrará diversos materiais e planificações de atividades. A essas, pode sempre juntar outras.

Devem ser atividades que os ajudem a entreter-se por períodos relativamente alargados. Dessa forma, eles estarão ocupados e você poderá trabalhar sem interrupções. Desenhos, colagens, puzzles, construções, histórias, teatro, dança, entre muitas outras atividades que permitam brincar e também aprender.

À semelhança do que é hábito fazer-se nas escolas, divida a sala (ou outro espaço da casa) em cantos de diversão/atividade, como: canto das artes plásticas; o canto da leitura; o do “faz de conta”, com roupas e utensílios com que possam fazer teatros ou criar brincadeiras; o canto do saber, com atividades didáticas, entre outros.

O tablet não está excluído, mas deve ser usado com moderação, por muito bem que isso lhe possa saber. Aproveite um momento mais calmo para fazer uma reunião por videoconferencia, por exemplo. É importante que não ofereça às crianças tudo ao mesmo tempo nem as mesmas atividades todos os dias.

Outra coisa interessante que pode e deve juntar às rotinas diárias são as atividades domésticas, como por e levantar a mesa, fazer a cama, por roupa a lavar e a secar, entre outras que os seus possam fazer. A variedade e a novidade são essenciais para que as crianças não se aborreçam.

Mantenha rotinas

Se não pode sair para ir trabalhar, nem as crianças vão à escola, isso não implica ausência de rotinas. Elas são essenciais. Ter uma hora para acordar, para fazer determinadas atividades, como estudar, descansar e dormir, por exemplo é muito importante, quer para a gestão diária de toda a família, mas essencialmente para os mais novos.

A ausência de rotinas implica a perda de hábitos, o que pode representar uma séria dificuldade no regresso à vida normal.

Estabeleça objetivos claros

Não ir à escola tem efeitos em qualquer criança. A perda de hábitos de estudo não pode acontecer sob pena de ser (muito) difícil de recuperar.

Muitos professores continuam a trabalhar a partir de casa, pelo que é possível estabelecer com eles uma rotina diária. Caso seja necessário, pode criar tarefas diárias como exercícios ou leituras obrigatórias, e rever com com os seus filhos ao final do dia.

O que interessa é que eles continuem a estudar e a aprender. Estar em casa devido à COVID-19 não é sinónimo de estar de férias. Portanto, há que manter objetivos.

Evite sair de casa

A ideia é mesmo ficar em casa. É esse o princípio do trabalho remoto em tempo de combate ao novo coronavírus. Portanto, saia apenas se for imprescindível fazê-lo.

Caso saia para ir ao supermercado, compre uma grande quantidade de produtos essenciais (sem exageros, claro) de maneira a não ter de sair constantemente. Tente sempre a alternativa de comprar online e receber em casa.

Há hiper e supermercados, assim como lojas de produtos frescos e farmácias, por exemplo, que oferecem esse serviço.

Aproveite as sestas

Sem interrupções, consegue uma maior concentração, logo maior produtividade. Tire o máximo partido das sestas.

Defina momentos para contactos

Se precisa de manter contacto mais direto com colegas e/ou superiores, através de telefone ou vídeochamada, ou mesmo agendar uma reunião com um cliente, perceba quais as melhores alturas do dia para o fazer.

Pode ser de manhã cedo, antes de as crianças acordarem, à hora da sesta, ao final da tarde quando estão a ver desenhos animados, por exemplo. Flexibilidade e adaptação são palavras de ordem para conseguir dar resposta às suas necessidades e obrigações.

Alterne responsabilidades

Se tiver essa possibilidade, alterne as responsabilidades familiares com o seu companheiro. É importante que ambos possam trabalhar, mas também é benéfico que ambos passem tempo com as crianças.

A solução é mesmo ir alternando. Estabeleçam períodos do dia para cada um e dessa forma conseguem concentrar-se a trabalhar e fazer pausas para estar com os vossos filhos. Assim, conseguem responder a todas as necessidades, com verdadeiro espirito de equipa (ou um pouco mais do que isso).

Garanta o equilíbrio entre trabalho e família

Evite que o trabalho interfira no ambiente familiar. Chegada a hora, feche o computador. Passe tempo de qualidade com os seus e guarde algum para si, leia um livro, dance, entre numa guerra de almofadas, façam pizza juntos, riam e relaxem.

Esperamos que estas ideias ajudem na tarefa de trabalhar remotamente e cuidar das crianças. Tire o melhor partido deste momento.

Fique em casa, cumpra o pacote de medidas de prevenção da Direção-Geral de Saúde relativo ao Estado de Emergência Nacional face à pandemia do novo coronavírus. Trabalhe, brinque, aproveite a família.

Esta pode ser uma oportunidade única para adquirir novas aprendizagens e para reforçar laços.

Links Úteis

Governo de Portugal – Soluções Tecnológicas de apoio ao trabalho remoto

Direção-Geral da Educação (DGE) – Apoio às escolas

Direção-Geral da Saúde – Pacote de Medidas do Estado de Emergência

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].