Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
28 Set, 2020 - 10:24

Tendências de decoração de outono: vamos mudar a casa?

Mónica Carvalho

2020 é um ano de muitas mudanças, mas destas vai mesmo gostar. Atente às tendências de decoração de outono para deixar a sua casa ainda mais bonita.

tendências de decoração de outono

Não deixe a sua casa cair na monotonia. Para isso, não precisa de fazer grandes investimentos nem de se desviar do seu orçamento mensal. Afinal, muitas destas tendências de decoração de outono são simples de cumprir e, provavelmente, até tem objetos em casa que poderão ajudar a colocar algumas ideias em prática.

Lembre-se que, acima de tudo, o que conta é ter uma casa decorada ao seu estilo, que respeite, então, os seus gostos e necessidades. Contudo, com a mudança do verão para o outono, talvez ache interessante mudar o aspeto interior da sua casa, o que também pode ser muito divertido.

10 tendências de decoração de outono que deve conhecer

O outono marca uma forte mudança não só de estação, mas também do nosso estado de espírito, pelo que ter uma casa confortável e que nos faça sentir bem é imprescindível, principalmente uma época como a que vivemos.

Assim, atente às novas tendências de decoração de outono para fazer umas pequenas (ou grandes, como preferir) mudanças em sua casa.

Objetos abstratos

A inspiração abstrata traz um toque de diversão a qualquer decoração. Pode estar presente em pinturas ou até em objetos com formas geométricas divertidas e cuja interpretação depende sempre da imaginação de quem os vê.

Simplicidade

O estilo escandinavo, onde menos é mais e “complicar” é uma palavra praticamente inexistente vai clamar o seu lugar nas tendências de decoração de outono.

O objetivo é providenciar uma atmosfera calma e aconchegante, ideal para que o tempo passado em casa permita relaxar e restabelecer as energias.

Para tal, o foco deve incindir em objetos sem grandes rococós e o recurso a tons neutros ou terrosos.

Conforto

A chegada dos dias frios combina tão bem com sofá e mantas, verdade? Por isso, o conforto e o bem-estar são mais tendências que se vão verificar nesta estação.

Para tal, aposte em cores que ajudem a criar este efeito e que sejam mais naturais e orgânicas, como azul claro, cinzento, rosa claro e tons terrosos.

De igual modo, os tecidos também têm uma palavra a dizer neste aspeto. Como tal, prefira tapetes felpudos, mantas bem quentinhas e aconchegantes e um sofá onde apetece muito estar.

Decorar com frutos de outono

Para mudar a decoração em casa não significa que tenha de comprar todos os objetos que gosta. Por que não aproveitar, por exemplo, o que já tem e dar-lhes uma nova vida? Esta dica é excelente para aproveitar os cestos ou jarros de flores.

Deve preenchê-los com pinhas, frutos secos com casca, como as nozes ou abóboras e rapidamente terá objetos únicos e temáticos.

Iluminação

Também a iluminação de cada assume especial importância na decoração de outono. Para tal, deve apostar em luzes amarelas que conferem um mood mais outonal a cada espaço, providenciando, simultaneamente, uma sensação de conforto como só uma casa nos pode dar.

De igual modo, também as velas ajudam a proporcionar estas sensações tranquilizadoras e relaxantes, principalmente se tiverem aromas facilmente associados a esta época do ano, como maçã ou canela.

Texturas

Como o conforto é a palavra de ordem na lista de tendências de decoração de outono, deve usar e abusar de tudo o que é aconchegante, como lã, flanela e tecidos tricotados. Todavia deve ter em conta que são tecidos que exigem mais cuidados e atenção na hora da lavagem, para não danificar.

Elementos naturais

A madeira, as plantas e os estampados animais são elementos naturais muito presentes nesta altura. Tudo porque cada vez mais tentar trazer a natureza para dentro de casa é algo que todos desejam, principalmente, para quem vive numa casa ou apartamento sem espaço exterior.

No fundo, é recorrer a peças ou cores que nos façam lembrar o outdoor e trazê-lo para dentro de portas.

Neste caso, as suas aplicações são infindáveis: no chão, no papel de parede, no tipo de mobiliário que deve privilegiar, nos tecidos que escolhe e respetivas cores e nos padrões que elege também.

Materiais de proteção

Esta seria uma dica diferente de 2020 não fosse um ano marcado pela vivência de uma pandemia a nível mundial. Nunca foi tão importante estar seguro em casa, porque é por lá que temos de passar grande parte do tempo, principalmente quem se encontra em isolamento profilático ou obrigatório.

Nesse sentido, itens como álcool, desinfetante, lixívia e até luvas, ainda que não sejam elementos decorativos, são e continuarão a ser uma presença frequente. Mas não só. Tendo esta questão da segurança e limpeza em mente, há uma maior sensibilidade e interesse em recorrer a soluções de decoração que combinam beleza com funcionalidade, nomeadamente no que aos pisos e paredes antibacterianos dizem respeito.

Cozinhas monocromáticas

As tradicionais cozinhas brancas ou castanhas são algo bastante comum numa casa portuguesa, e ainda que se enquadrem nesta tendência, o espectro de cores deve ser alargado. Assim sendo, irá dar-se espaço para criar cozinhas ousadas e coloridas, que se impõe de forma bastante imponente.

Mais uma vez, aqui, o destaque vai para os tons terrosos, especialmente o verde, para criar uma cozinha verdadeiramente irreverente e funcional.

Casa de banho como um spa

Quando pensa em locais para relaxar, do que se lembra em primeiro lugar? Spas, certo? Então, está mesmo na altura de transforma a sua casa de banho no seu spa pessoal.

Além do mais, os dias frios aproximam-se e esta divisão deve deixar de ser impessoal, para se tornar num local de grande aconchego e conforto. Use e abuse das velas, das plantas que se adaptem a ambientes húmidos, de toalhas grandes e fofas e de mobiliário em madeira, como armários, estantes e escadas para colocar toalhas.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].