Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Márcio Matos
Márcio Matos
27 Ago, 2019 - 15:12

Tomatada de Almeirim: batalha é a 7 de Setembro!

Márcio Matos

A Tomatada de Almeirim é a nossa versão da popular Tomatina espanhola. Saiba o que esperar desta festa à portuguesa, que vai na sua segunda edição.

Tomatada de Almeirim: batalha é a 7 de Setembro!

A Tomatina é uma festa espanhola que se tornou um fenómeno mundial, convidando todos os anos vários famosos e muitos desconhecidos a integrar uma guerra de tomates. Esta celebração ocorre na última quarta-feira do mês de agosto, na cidade de Buñol, em Valência. Agora, Portugal tem a sua festa, a Tomatada.

Portugal acabou por criar uma celebração idêntica no nosso país e a Associação 20Kms de Almeirim já lançou o evento “Todos à Tomatada”. Assim, no próximo dia 7 de Setembro, a batalha terá lugar no concelho, mais precisamente na Circular Urbana da cidade.

Pronto para ficar a saber mais sobre esta Tomatada de Almeirim?!

Tomatada de Almeirim: 30 toneladas de tomate

tomatada

Todos à Tomatada

Este evento criado pela associação acima referida vai já na sua segunda edição e consiste num confronto entre os participantes, todos munidos com as mesmas armas de arremesso: tomates. O Tomatódromo estará presente em Almeirim e o evento decorrerá numa faixa de cerca de 200 metros da Circular Urbana da cidade ribatejana, situada no distrito de Santarém.

Este ano, o evento está agendado para o dia 07 de setembro, sábado, mais precisamente para as 17h00. Inspirado na festa “La Tomatina”, este evento português promete duas horas de plena loucura e euforia, em que a descompressão e as gargalhadas estão garantidas, assim como as nódoas nas roupas, claro.

A organização prevê que se recorra a 30 toneladas de tomate. Contudo, este é um número meramente provisório, podendo ser alterado, consoante o número de inscrições. A quantidade de tomate usada neste evento está orçada em cerca de 1800€. Este ano, a expectativa é que se supere o número de participantes da primeira edição e se atinjam os 2000 participantes.

O percurso

Ao longo do percurso, poderá contar com diversos pontos de água, nomeadamente chuveiros, aos quais poderá recorrer para remover o excesso de molho de tomate, assim como para se refrescar.

Haverá de um lado da batalha pessoas em viaturas próprias (tratores e camiões), a fazer os lançamentos da matéria-prima, assim como está determinado que haja do outro lado pessoas a caminhar pela rua.

O “poder bélico” destes estará colocado estrategicamente em determinados pontos. No solo, estarão muitos tomates que permitirão o fornecimento de armamento aos que estão no chão, em confronto com os que estão nas viaturas.

Ao longo do percurso, não faltarão oportunidades para todos os participantes se sentirem verdadeiramente integrados nesta verdadeira batalha de tomates à portuguesa.

Regras

As regras são poucas, pois o que interessa é valorizar o convívio e a diversão. Contudo, há momentos que têm de ser respeitados pelos participantes, como o lançamento do foguete no início e no fim da festa. O evento é inaugurado com o lançamento de um foguete e concluído da mesma forma. É proibido o arremesso de tomates antes do lançamento do primeiro foguete. Caso seja desrespeitada esta regra, o seu autor será retirado do recinto.

  • Conheça o regulamento, aqui.

Mensagem política

E como vivemos num tempo em que as notícias de fome em diferentes pontos do globo são quase diárias, é verdade que este tipo de eventos pode ser alvo de muitas críticas, designadamente pelo desperdício de um ingrediente que poderia alimentar muita gente.

Cientes dessa realidade, a organização informa que o tomate usado no evento é produzido para a indústria transformadora, ou seja, é considerado impróprio para consumo e matéria excedentária. Esses tomates possuem um reduzido valor comercial e, após o evento, esse tomate será recolhido e transformado em alimento animal.

Inscrição e preço

Se fizer a inscrição de dia 01 de agosto a dia 02 de setembro, o valor a pagar é de 7€ (que inclui pulseira de entrada para a Tomatada e, ainda, oferta de uma bebida).

Já se se inscrever de 02 a 07 de Setembro, o custo da inscrição sobe para 10€ (também com pulseira de acesso e oferta de uma bebida).

Quem quiser uma t-shirt (branca ou preta) para usar no evento, terá de pagar um valor extra.

  • Confira o preçário, aqui.
  • Inscreva-se, aqui.

Breve roteiro por Almeirim

tomatada

Ir à festa da Tomatada de Almeirim pode ser um ótimo pretexto para ficar uns dias a explorar a riqueza da região. Entre os diversos locais merecedores de uma visita, encontram-se: o Museu Municipal de Almeirim, a Galeria Municipal, a Praça de Touros e a Igreja Matriz de S. João Baptista.

Pode ainda fazer a rota dos vinhos locais e, quanto à gastronomia, existem alguns produtos e receitas que representam o melhor da região, nomeadamente: o melão, as “caralhotas” (bolas de pão caseiro, cozidas em forno a lenha), a sopa da pedra, os coscorões e a massa à barrão.

Entre os restaurantes mais conhecidos da região, encontram-se casas que lhe dão a provar o que de melhor a gastronomia regional tem para oferecer. Confira a nossa selecção.

  • Restaurante Joaquim D’Adelina (Rua de Salvaterra, 60);
  • O Febra (Largo da Praça de touros, 1A);
  • Marisqueira Paulo’s (Largo da Praça de Touros, 11);
  • David Park (Largo da Praça de Touros, 15);
  • O Galinha (Rua Ilha da Madeira, 16 J);
  • O Capeto (Rua dos Aliados, 119 D);
  • O Forno (Largo da Praça de touros, 23);
  • entre muitos outros espaços que apresentam as melhores versões da gastronomia local.

No que respeita ao alojamento, nesta região também há diversidade. Não é por falta de lugar para pernoitar que vai perder a Tomatada. Escolha entre as nossas sugestões.

Veja também: