Ana Duarte
Ana Duarte
25 Out, 2021 - 11:58

Torcicolo: porque surge e como tratar

Ana Duarte

O torcicolo pode ser um problema congénito ou adquirido. É uma condição comum e que provoca dor. Veja aqui os diferentes tipos e como aliviar a dor.

mulher com dor no pescoço

O torcicolo é uma condição muito comum em que os músculos do pescoço fazem com que o topo da cabeça incline para um lado e o queixo para o outro.

Esta condição pode ser congénita (devido à posição do bebé no útero da mãe) ou pode resultar de danos nos músculos do pescoço e/ou no fluxo sanguíneo, de problemas na coluna ou do sistema nervoso.

Geralmente, o torcicolo desaparece por si, mas há sempre probabilidade de voltar. Ele pode causar dor e dificultar a realização de tarefas do quotidiano. Existem medicamentos e terapias que ajudam a aliviar a dor e a rigidez dos músculos. Quanto mais cedo se fizerem os tratamentos, mais eficazes serão.

Tipos de torcicolo

1. Torcicolo temporário

Normalmente, desaparece ao fim de um ou dois dias. Pode ser provocado por nódulos linfáticos inchados, infeção nos ouvidos, constipação ou por uma lesão no pescoço ou na cabeça que cause inchaço nestas zonas.

2. Torcicolo crónico

É uma condição permanente e congénita, relacionada com um problema muscular ou com uma estrutura óssea (ocorre durante a formação do bebé no útero materno).

3. Torcicolo muscular

É o tipo de torcicolo mais comum. Resulta de músculos apertados e inflamados num lado do pescoço. Habitualmente, desaparece ao fim de pouco tempo.

Na sua origem, costumam estar posições incorretas ou movimentos bruscos do pescoço ou das costas, como má posição a dormir (sem apoio para a cabeça); má postura sentado; carregar pesos diferentes de cada lado do corpo; esforço excessivo.

Tem como sintomas dor e contratura muscular num dos lados do pescoço, nomeadamente na região cervical, podendo irradiar para o ombro. Consequentemente, há uma limitação na inclinação ou na rotação da cabeça.

4. Síndrome de Klippel-Feil

É um tipo raro de torcicolo congénito. Ocorre quando os músculos do pescoço do bebé sofrem uma malformação, por norma devido a duas vértebras do pescoço que se fundiram. Crianças que nascem com esta lesão podem ter problemas de visão e auditivos.

5. Distonia cervical

Também é uma condição rara que faz com que os músculos do pescoço se contraiam em espasmos. Quem sofre de distonia tem a cabeça virada para um lado, para trás ou para a frente e sofre de dores.

A distonia cervical acaba por desaparecer sem tratamento, mas pode voltar. Qualquer pessoa pode sofrer desta condição, sendo que é mais comum em mulheres, entre os 40 e os 60 anos.

Sintomas gerais

Os sintomas de torcicolo podem variar de tipo para tipo. Porém, alguns dos mais comuns são:

  • Dor e tensão no pescoço;
  • Cãibra ou ardor no pescoço;
  • Incapacidade em endireitar a cabeça e em movê-la;
  • Pescoço inclinado e ombro mais elevado;
  • Músculo inchado e inflamado;
  • Rigidez muscular;
  • Dor de costas e de cabeça.
mulher em frente ao computador a fazer alongamentos como um dos exercícios para fazer no escritório

Como tratar o torcicolo

Existem formas de impedir que o torcicolo piore.

Deve ser sempre consultado um médico, caso haja agravamento da dor ou dor que não para ao fim de 7 dias; dormência, formigueiro ou picadas nos braços ou pernas; febre. Nestes casos, o médico faz um exame físico e pode recomendar exames complementares, como raio-x ou TAC do pescoço.

Tratar um torcicolo que seja congénito envolve esticar o músculo. Alongamento passivo e posicionamento são terapias usadas em bebés e crianças.

No alongamento passivo, é usado um dispositivo ou uma pessoa para segurar o corpo numa determinada posição. Estes tratamentos revelam-se mais eficazes quando são praticados em bebés com três meses de idade.

Cirurgia para corrigir o músculo do pescoço também é uma boa opção, caso seja feita antes dos 6 anos de idade. Caso contrário, outros tratamentos vão acabar por se revelar ineficazes.

Dependendo da causa, podem ser feitos outros tratamentos como:

  • Aplicar calor, fricção no pescoço e massajar, para aliviar a dor na cabeça e no pescoço;
  • Fazer alongamentos e usar suportes que ajudem com os espasmos musculares;
  • Tomar analgésicos, relaxantes musculares ou anti-inflamatórios;
  • Injetar botox;
  • Fazer fisioterapia.
dor ciática
Veja também Dor ciática: quais os sintomas e como atenuar o desconforto

Como prevenir o torcicolo?

Há alguns cuidados que permitem evitar o torcicolo, por exemplo, do tipo muscular, a saber:

  • Melhorar a postura, por exemplo quando sentado no seu local de trabalho;
  • Fazer exercícios de alongamento;
  • Praticar ioga ou pilates;
  • Dormir com uma almofada que dê um bom apoio para a cabeça;
  • Apoiar bem o pescoço, nas viagens de automóvel.
Veja também