Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Teresa Campos
Teresa Campos
28 Dez, 2018 - 10:47

Trela extensível para o seu animal: vantagens e desvantagens

Teresa Campos

Se pondera comprar uma trela extensível para o seu cão, avalie connosco os prós e contras e faça uma escolha consciente e ponderada. Fique a saber tudo!

Optar por uma trela extensível

Nos últimos tempos, muito se tem falado sobre a trela extensível ou extensível, quais as suas vantagens e desvantagens e, principalmente, quais os perigos associados ao uso da mesma.

Se está a pensar comprar uma para o seu animal ou se, até, já tem uma, mas não sabe se a deve utilizar no seu cão, aproveite para tirar todas as suas dúvidas connosco e ficar devidamente esclarecido sobre os prós e contras do uso da trela retrátil.

Trela extensível: fique a conhecer este modelo

O que é e como funciona?

A trela extensível dá aos cães total liberdade, transmitindo ao animal a sensação de ele estar a passear sem trela.

As coleiras, assim como os peitorais, servem de base para as trelas, já que é nelas que se encontram os ganchos onde se fixa a trela. O modo retrátil permite que a corda da trela aumente ou diminua, de acordo com a velocidade a que o cão caminha.

Embora o cão ande livremente, a coleira possui um sistema de travagem, controlado pelo dono. Normalmente, basta premir um botão e puxar, levemente, a trela extensível para trás, para que esta recolha.

Tamanho e formato

O tamanho depende, podendo ir dos 3 aos 8 metros de comprimento. Se o seu cão adora correr, por exemplo, comprar uma trela extensível de maior comprimento, será a escolha mais adequada.

No que respeita ao formato, grande parte das trelas são concebidas de modo a que a nossa mão se encaixe perfeitamente na “guia” a qual é, habitualmente, em plástico, nylon ou aço.

Homem a passear cão

Vantagens

  • A trela extensível oferece grande liberdade ao animal, contribuindo para a sua felicidade, saúde e bem-estar;
  • O sistema de segurança da trela permite que o dono controle o animal, ao avistar algum perigo;
  • Todos os cães podem beneficiar desta trela.
  • Se desejar, pode passear o seu animal, sempre com a trela na posição mais curta;
  • Para quem aprecia esta trela, o ideal é usá-la em espaços amplos, sem trânsito, como parques ou praças, por exemplo, e verificar sempre se há animais de grande porte em redor, aos quais tenha de estar atento.

Desvantagens

  • O ato de premir o botão que trava a trela extensível e puxá-la ao mesmo tempo para si pode ser um processo algo demorado e difícil, caso sinta que o seu animal está em perigo. No caso dos cães pequenos e que estejam a grande distância do dono, por exemplo, fazer este procedimento poderá não ser eficaz, nem demasiado rápido, caso se aproxime um cão de grande porte;
  • Utilizar este modelo no momento de atravessar uma rua ou quando está no meio do trânsito pode não ser seguro para o animal que se pode assustar com barulhos e acabar atropelado;
  • Particularmente os cães de grande porte podem rebentar com estas trelas com alguma facilidade, além de ser mais provável enrolarem-se nela e magoarem-se;
  • Especialmente nos cachorros mais novos, estas trelas podem não ser, de todo, aconselháveis, dado serem animais com mais energia e menos noção dos perigos e, assim, não estarem tão protegidos.

Cuidados a ter

Como qualquer trela, também a trela extensível deve ter o comprimento adequado para o porte e peso do seu cão. Só assim conseguirá suportar o peso e deixá-lo 100% seguro.

Mesmo passeando de trela, todos os cães devem estar devidamente treinados, pois só assim é possível garantir que eles não fogem, não atacam nenhum outro animal ou pessoa e respeitam os comandos do dono.

Transportar cães em automóveis
Não perca Transporte de cães em automóveis: o que deve saber

Como escolher a trela certa

Antes da trela, é essencial escolher a melhor coleira para o animal. A coleira mais indicada é aquela que envolve todo o tronco do animal, pois nem sai do corpo durante o passeio, nem magoa o pescoço do animal.

O tamanho também é fundamental, já que, por questões de segurança, a coleira deve estar justa ao corpo do animal, mas sem apertar.

Cães de grande porte

No caso dos cães de grande porte há, ainda, outros aspetos a ter em consideração.

Coleiras e trelas finas, por exemplo, não são apropriadas para estes cães, já que rebentam facilmente. Para estes animais, deve procurar sempre, coleiras e trelas compostas por materiais, todos eles, super resistentes.

Para os cães de grande porte, as trelas devem ter cerca de 3,5m de comprimento. Além de usar a trela para passear o animal, o seu comprimento permite-lhe improvisar um açaime ou dobrá-la para guiar o cão de forma mais orientada.

Outros modelos de trela

Trela de borracha e elástica

Este modelo estica. Pode ser feito com tubos de borracha ou com uma parte elástica. Com ele, o cão consegue esticar a coleira, sem se magoar. Com o desgaste, este modelo perde a elasticidade.

Trela longa

Pode ser uma corda feita de nylon ou plástico; pode ser plana e feita de couro, nylon ou algodão. Tem mais de 7m de comprimento, o que a torna menos resistente. Este modelo é indicado se estiver a treinar o seu animal e não quer que ele se distancie ou fuja.

Trela de treino

Este género de trela é extremamente curto, formando um laço à volta do pescoço do cão. Devem ser usadas poucas vezes, já que esse laço exerce uma pressão em volta do pescoço do cão, quando ele se tenta distanciar. Portanto, não é uma opção para a hora do passeio, mas apenas para os momentos de treino.

Criança a brincar com cão na praia

Outros modelos de trela para cães de grande porte

Trela Greyhound ou Martingale

Esta é uma trela dupla, feita com dois laços, e é ótima para controlar os cães com pescoço mais largo do que a cabeça.

Arreio

Esta trela passa pelas pernas do cão, não fazendo qualquer pressão sobre o pescoço. Dessa forma, o cão fica mais protegido e menos propenso a magoar-se, sendo excelente para cães mais fortes.

Como pôde perceber pelas nossas explicações, não há qualquer problema no uso da trela retrátil no seu animal. Apenas deve ter em conta as caraterísticas do seu cão, não só em termos de porte, como também em termos de temperamento. E, claro, ter em conta o local onde o costuma passear e se é ou não uma zona com muitos ou poucos riscos para o seu cachorro.

Por isso, mais importante do que optar ou não por uma trela extensível, é seguir as nossas preciosas indicações sobre como escolher a trela certa para o seu cão em segurança, com conforto e garantir passeios bem agradáveis para ambos.

Veja também