Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Teresa Campos
Teresa Campos
25 Jan, 2019 - 12:08

Venda de garagem: saiba como ser bem sucedido

Teresa Campos

A venda de garagem é muito utilizada em países como os Estados Unidos da América, mas pode também ser uma opção em Portugal.

Venda de garagem: saiba como ser bem sucedido

Se tem aí por casa artigos que já não usa e deseja rentabilizá-los, saiba que uma venda de garagem pode ser a solução certa para o seu caso. Todavia, para ela ser eficaz e bem sucedida é fundamental que siga algumas dicas para uma venda de garagem com muito lucro.

Conheça esta e outras opções de vendas de artigos em segunda mão e avalie qual se adequa melhor ao seu caso. Se optar pela venda de garagem, fique a saber o que tem mesmo de fazer para ter muitos clientes e, especialmente, muitos compradores. Tome nota!

Fazer uma venda de garagem, na rua ou na internet

Venda de garagem

A venda de bens em segunda mão é uma tendência atual, muita em voga e que permite, simultaneamente, ter algum lucro, enquanto se livra daquilo que já não usa e só ocupa espaço aí em casa.

Existem portais online onde é possível fazê-lo, mas a garagem, os mercados e as feiras continuam a ser opções viáveis e muito procuradas. Em qualquer uma das situações, é importante apostar em preços apelativos mas que, ao mesmo tempo, apresentem flexibilidade e margem para que se baixem alguns cêntimos ou, mesmo, euros.

Internet

São vários os sites onde é possível fazer bons negócios com artigos usados. Neste caso, para além das caraterísticas e qualidade dos produtos, é importante investir em ótimas fotografias. É sempre aconselhável a que a venda seja feita pessoalmente e num espaço público de forma a, por um lado, receber o pagamento de imediato e, por outro lado, permitir que o comprador confira o estado da peça.

Rua

Vender na rua implica uma licença, emitida pela Câmara Municipal e obtida numa loja de atendimento municipal. Além disso, há regras a cumprir: os vendedores têm duas horas para descarregar e expor os seus artigos antes da abertura da feira e uma hora para carregar o material, após o encerramento.

Além disso, para além de ser obrigatório possuir licença de venda, é necessário respeitar a área de exposição prevista, bem como mostrar às autoridades o cartão de feirante, caso o solicitem.

O incumprimento destas regras é punível com coimas que podem chegar aos 1000€.

Venda de garagem

Embora possa ser mais trabalhosa, a venda de garagem é uma opção muito utilizada e bastante eficaz. Neste caso, é importante apostar numa boa publicitação da mesma, assim como no seu planeamento e organização.

8 dicas para uma venda de garagem bem sucedida

6 exemplos do que deve comprar usado

1. Selecione bem os artigos

Comece por verificar quais os produtos em condições para vender e, depois, divida-os de acordo com áreas da casa (cozinha, sala, decoração, quarto, etc); preço ou outro critério que lhe faça mais sentido.

Use o mobiliário que tem para venda (mesas, cadeiras ou armários) como mostruário para objetos mais pequenos. Evite colocar na garagem produtos que não estejam para venda.

2. Identifique o preço dos produtos

Para facilitar a vida do comprado, etiquete todos os artigos com o preço ou divida o espaço ou, ainda, crie uma sinalética, através de cores, por exemplo, que sirva de legenda indicativa do custo dos produtos.

3. Agende a data da venda

Ao anunciar a venda, indique logo qual a data e horário em que ela irá decorrer. Não se esqueça de reservar um dia para esta atividade e, se tiver disponibilidade, prefira um dia do fim-de-semana ou um feriado nacional, já que haverá mais gente disponível nesses dias para visitar a sua garagem.

4. Certifique-se se precisa de autorizações municipais

Antes de “abrir” a sua garagem ao público e começar a vender, confira se precisa de alguma autorização da Junta de Freguesia ou da Câmara Municipal. Não há nada como prevenir, de forma a evitar dissabores ou problemas maiores.

12 coisas para vender e ganhar dinheiro >>

5. Publicite

Agendada a venda, é necessário divulgá-la. Para isso, faça panfletos apelativos e distribua-os pelas redondezas; publicite o evento nas redes sociais, contacte amigos e conhecidos, convidando-os e pedindo para que também eles divulguem a iniciativa. Não se esqueça que uma publicidade eficaz e criativa pode determinar em muito o sucesso da sua venda de garagem.

6. Seja simpático e solícito

Ter um sorriso, umas bolachas e, até, uns refrescos para oferecer aos clientes são sempre gestos bem-vindos e que incentivam a que os clientes comprem e, inclusive, regressem numa próxima venda de garagem que decida fazer.

7. Negoceie

Seja flexível no preço e lembre-se que, por vezes, baixar um pouco no preço de um artigo, pode fazer com que o cliente compre mais um ou dois e, assim, consiga ficar sem stock, sem ter prejuízo.

8. Aposte em preços baixos

Os artigos à venda devem apresentar 50% de desconto, sobre o preço de mercado. Não se esqueça de que se tratam de peças usadas e que, mesmo que estejam em bom estado, são em segunda mão.

Veja também: