Publicidade:

Visto de trabalho: como obter o seu?

Quer obter um visto de trabalho? Conheça as regras de alguns dos países de fora da UE para a obtenção deste documento, que permite a sua permanência no país de destino.

Visto de trabalho: como obter o seu?
Saiba como obter um visto de trabalho para fora da União Europeia
  • As regras diferem de país para país.

 

A vaga migratória de portugueses acentuou-se em sequência da crise económica de 2008. O desemprego, os baixos salários, o forte aumento de impostos e, em geral, todas as medidas de austeridade aplicadas levaram muitas pessoas de várias gerações a procurarem um destino melhor. Para aqueles que continuam em busca de melhores oportunidades fora de Portugal, dizemos como deve proceder para obter autorização de residência para trabalhar fora da União Europeia. Visto de trabalho: como obter?

Saiba como obter um visto de trabalho para fora da União Europeia


Para quem reside na União Europeia e emigra para um país também ele pertencente à UE, não precisará de obter um visto de trabalho. Mas, por exemplo, se um português quiser emigrar para fora de UE, deverá informar-se sobre as condições para obter um visto.

visto de trabalho

O que é um visto de trabalho?

Este documento não é mais do que o comprovativo, devidamente validado pelas entidades indicadas, de que o cidadão se encontra no país por motivos laborais.

Qual a duração do visto de trabalho?

A duração de um visto depende das regras aplicadas por cada país. Poderão existir vistos para estadias temporárias ou vistos de curta duração, sendo que neste artigo poderá saber as regras de alguns países relativamente a esta matéria.

Como obter um visto para países fora da União Europeia?

Se reside dentro da União Europeia e quer ir trabalhar para fora, é importante conhecer algumas das regras que cada país adota. Tradicionalmente, os portugueses emigram sobretudo para países como o Brasil, Estados Unidos ou Angola. Para cada um destes três países, saiba o que é preciso para conseguir o seu visto de trabalho.

1. Brasil

Para lá das fronteiras da Europa, o Brasil é o país para o qual mais portugueses emigraram nos últimos anos. Para conseguir um visto de trabalho, saiba que se o período de permanência for inferior a três meses, existe um acordo entre Portugal e Brasil que permite a livre circulação. Se porventura o período de estadia for superior a três meses, será obrigatório a empresa pedir uma autorização ao Ministério de Trabalho e Emprego. No caso do Brasil, depois de concedido o visto poderá ficar no país até dois anos. A despesa para pedir um visto para trabalhar no Brasil deverá ser de 120 euros.

2. Estados Unidos

Nos Estados Unidos o programa Visa Waiver também permite, à semelhança do Brasil, que os cidadãos possam circular livremente durante três meses. Ainda assim, para poder entrar no país, precisa de uma autorização prévia, o famoso ESTA, que significa Electronica System of Travel Authorization. Para todas as estadias superiores a três meses será preciso um visto de emigrante. O custo poderá oscilar entre os 160 dólares e os 240 dólares.

3. Angola

Têm ido muitos portugueses para Angola nos últimos anos, o que deu origem a um protocolo entre Portugal e o país africano de forma a facilitar a livre circulação. Se pretender ir para Angola trabalhar, saiba que o visto de trabalho é válido por quatro anos e demora trinta dias úteis a chegar. Pode custar no mínimo 400 euros. Pode obter estes vistos no Consulado Geral de Angola em Lisboa. Informe-se.

Veja também: