Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Teresa Campos
Teresa Campos
24 Jan, 2019 - 16:05

Bouvier Bernois: a raça de cães gigante e muito dócil

Teresa Campos

Já ouviu falar da raça de cães bouvier bernois? Apresentamos-lhe este “gigante de pelo”, a sua origem e principais caraterísticas. Descubra tudo!

Bouvier Bernois: a raça de cães gigante e muito dócil

O bouvier bernois é uma raça de cães gigante que conquista todos os amantes de amigos de quatro patas. Afinal, esta é uma espécie grande em tamanho, mas também em doçura, já que se trata de um animal extremamente dócil e meigo.

Claro que se pretende criar um bouvier bernois, deve saber que ele necessita de algum espaço e, especialmente, de muita companhia. Portanto, deve ponderar bem sobre a dimensão da sua casa, assim como o tempo que tem disponível para passar com o seu amigo de quatro patas, para brincar com ele e passeá-lo.

Bouvier bernois: o boiadeiro suíço que derrete corações…

bouvier bernois

Origem

A raça canina Bouvier Bernois tem origem na Suíça, perto de Berna, em Dürrbach e em Burgdorf, e é já muito antiga. Provém dos Molosos, utilizados primeiro no combate e depois no cuidado dos rebanhos para as legiões romanas.

Desde 1902, começaram a surgir exemplares desta raça; em 1907, publicou-se uma norma; e, em 1949, teve uma ligeira contribuição de Terra Nova, convertendo no Boieiro Suíço mais popular.

Para além de animal de companhia, este cão já foi ou ainda é utilizado como cão de rebanho, de guarda, de polícia, de tração de veículos ligeiros e, também, de salvamento (em cenários de avalanches ou escombros) e de acompanhamento de pessoas portadoras de deficiência.

Cruzado com Labrador, originou em 1990 uma nova “raça”, o Boulab, ainda em fase “experimental”. Forte, ágil, proporcional, de garupa levemente arredondada e dorso sólido e reto, assim se carateriza esta raça.

No geral, apresenta pelo longo, tricolor, encorpado, harmonioso e bem proporcionado, com membros vigorosos.

Tipo de pelo

O pelo desta raça é macio, comprido, liso ou ligeiramente ondulado e farto quanto baste para permitir que este cão suporte até temperaturas negativas. Apresenta o tom preto como cor de fundo, pontuado por manchas cor de fogo, especialmente nas zonas das bochechas, sobre os olhos e nas patas do animal.

Há, ainda, áreas corporais do cão com marcas brancas, nomeadamente:

  • na cabeça, alargando-se em direção ao nariz;
  • no pescoço e peito;
  • nos pés e na ponta da cauda.

Temperamento

O bouvier bernois é uma raça resistente, muito equilibrada, tranquila, de temperamento dócil e muito bondosa. É, também, fiel, afetuosa com os humanos, vigilante e corajosa, principalmente com estranhos. Pode considerar-se um guardião tranquilo que não gosta de estar sozinho. É necessário educá-lo com firmeza e paciência, pois só se torna adulto entre os 18 e os 24 meses de idade.

5 problemas de saúde mais comuns

  1. displasia da anca e cotovelo;
  2. torção gástrica;
  3. cancro (linfoma e linfosarcoma);
  4. atrofia progressiva da retina;
  5. resistência à tração.

6 cuidados especiais

  1. Como gosta de ter espaço e de fazer exercício, nem sempre se adapta bem à vida num apartamento;
  2. Uma vez que não gosta de estar só, não é indicado para donos que tenham pouco tempo disponível;
  3. Quanto ao pelo, é importante escová-lo uma vez por semana;
  4. É aconselhável dar um banho a cada 6/8 semanas;
  5. É importante cuidar, particularmente, das suas unhas, olhos, orelhas e dentes.
  6. Uma caminhada de 30 minutos semanal é suficiente para satisfazer esta raça.

seca, húmida ou ambas) e com poucos snacks. Alguns donos destes cães referem que os seus amigos de quatro patas apreciam alimentos como maçã, pêra, coco, vegetais, cereais, cenoura, aveia, que he podem ser dados, desde que em poucas quantidades e não frequentemente.

Agora que já sabe tudo – ou quase tudo – o que há para saber sobre esta magnífica raça de cães, resta incentivá-lo a adquirir um bouvier bernois, caso ache, claro, que tem condições para cuidar deste animal e dar-lhe o tratamento que ele merece e precisa.

Se se achar, realmente, capaz de tomar conta de um destes “bons gigantes”, então pesquise a lista de criadores nacionais e prepare-se para educar e tratar com muito carinho, mas também assertividade, este animal ótimo para famílias e para quem quer receber muito afeto e para quem tem, também, muito amor para dar.

Veja também: