Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
28 Jun, 2022 - 18:10

Como cuidar de orquídeas: 8 dicas essenciais

Catarina Milheiro

Saber como cuidar de orquídeas não é tão fácil e básico como outras plantas. Estas flores requerem carinho, atenção e tratamento específico.

Como cuidar de orquídeas: o guia que lhe faltava

Se gosta de decoração e de plantas, é provável que sinta a necessidade de saber como cuidar de orquídeas de forma rápida e eficaz.

A verdade é que as orquídeas são flores que encaixam perfeitamente na decoração de qualquer ambiente. Seja na sala, no escritório, na cozinha ou até no quarto, estas plantas são bem-vindas em qualquer lado.

O facto de existirem várias espécies faz com que, muitas vezes, as pessoas se questionem relativamente aos cuidados que devem ter para que a planta se mantenha sempre saudável. No entanto, as orquídeas não são assim tão difíceis de cuidar e não requerem muita manutenção.

De facto, elas adaptam-se muito bem quer em jardins, como em vasos. E são uma excelente opção para acrescentar um pouco de cor e dar vida à casa.

Fique connosco e conheça algumas dicas essenciais para começar já hoje a cuidar da sua planta.

Saiba como cuidar de orquídeas: 8 dicas a seguir

1.

Um local claro e luminoso

Saber como cuidar de orquídeas passa também por compreender se a planta gosta de sol. De um modo geral, estas plantas gostam de luz, mas sem que seja em exagero.

Por isso mesmo, uma boa opção pode ser colocá-la no parapeito de uma janela que tenha uma boa incidência de luz e claridade. Para além disto, saiba que as orquídeas preferem o sol da manhã e a luz indireta durante a tarde (quando está mais calor).

Por exemplo: um ambiente ventoso ou onde exista muita humidade, afeta diretamente o bem-estar da planta, podendo mesmo fazer com que murche.

2.

Regue, mas nunca em excesso

Dentro dos cuidados a ter com as orquídeas está a rega. Afinal, qual é a melhor forma para regar a sua planta?

Na verdade, as orquídeas não gostam de excesso de água e, por isso, é crucial que o vaso tenha uma drenagem eficiente – desta forma garante que a sua planta nunca acumulará água em demasia.

Assim, durante o verão, o ideal é manter uma rotina de rega: cerca de 2 vezes por semana. Ao longo dos meses mais frios do ano, recomendamos que o faça apenas 1 vez por semana.

Mas, se estiver com dúvidas, pode sempre experimentar fazer um pequeno teste para perceber se a orquídea precisa ou não de água:

  • Coloque o dedo 2cm abaixo da superfície do vaso;
  • Se ao retirar o seu dedo estiver limpo, significa que a planta precisa de mais água;
  • No caso de o dedo sair sujo com muita terra, a sua orquídea tem água a mais;
  • E se o seu dedo estiver completamente seco, com poucos vestígios de terra, então a rega está perfeita.

Por isso já sabe: no momento da rega o mais indicado é utilizar um pulverizador para deixar o substrato húmido, sem encharcar.

3.

Transfira a orquídea para um vaso de barro ou cerâmica

Normalmente quando compramos este tipo de planta, ela vem inserida num vaso de plástico. E muitas vezes o maior erro nos cuidados a ter, é precisamente este: manter o vaso de plástico em vez de o trocar.

O que acontece nestes casos, é o facto de a planta acumular mais humidade – algo que pode mesmo comprometer o seu bem-estar.

Para que tal não aconteça, deve transplantar – ou seja, trocá-la para um vaso de barro ou cerâmica, que são mais porosos e com uma maior capacidade de drenagem.

4.

Areje os ambientes onde a planta se encontra

Sabia que as orquídeas gostam de ambientes muito arejados? No caso se estarem cultivadas em vasos dentro de casa, opte por colocá-las sempre próximas a janelas ou portas, onde o ar circule livremente.

Por isso sempre que possível, abra um pouco as janelas de casa para arejar os diversos ambientes e permitir a circulação de ar.

E não se esqueça: locais muito abafados podem prejudicar o desenvolvimento da planta e até mesmo contribuir para o seu enfraquecimento, dando origem a pragas, por exemplo.

5.

Esteja atento ao aparecimento de pragas

Tal como qualquer outra planta, também as orquídeas podem sofrer com pragas. E como todos sabemos, se as plantas estiverem cultivadas no jardim, as probabilidades de serem atacadas por pragas são maiores.

Contudo, e ao contrário do que muitas pessoas pensam, isto também pode acontecer em vasos. Por isso mesmo, é essencial que esteja atento ao aparecimento de qualquer bicho que se esteja a alimentar das folhas da planta: desde caracóis, formigas ou lesmas, por exemplo.

Alguns inseticidas podem ajudar a combater a maior parte das pragas, inclusive a do pulgão (que é a mais comum nas orquídeas).

6.

As flores desapareceram todas. E agora?

Foi a ver a sua planta e deparou-se com a realidade de estar totalmente despida de flores. Primeiro pensamento: o plano de como cuidar de orquídeas falhou redondamente. Engana-se!

Não deite fora esta planta, pois a queda das flores é absolutamente normal. Espere uns meses e vá seguindo todas as indicações. Não tarda nada, vai voltar a ver pequeninas flores a desabrochar novamente.

7.

Atenção às folhas murchas

Se verificar que as folhas das orquídeas estão a ficar amareladas e murchas, os motivos podem ser alguns:

  • Água a mais: esta planta pode viver alguns dias só da humidade do ar;
  • Vaso demasiado pequeno: as folhas devem estar no mínimo a 2 dedos de altura do final do vaso;
  • Falta de substrato: pode comprar um bom substrato nas lojas de especialidade.

Em qualquer um dos casos, todos têm solução. O ideal será levar a planta a uma loja especializada para um melhor aconselhamento e respetivo tratamento.

8.

Cuidado ao cortar e aparar

Se há planta delicada é a orquídea. E para plantas delicadas, há que usar métodos e instrumentos delicados também! É por isso que, na hora de aparar as folhas e flores, deve esterilizar as tesouras.

Além disso, um truque importante na hora de saber como cuidar destas flores é a utilização da canela em pé na zona onde cortou a folha: vai “selar” a ferida e aumentar a velocidade de cicatrização. Mas não abuse na quantidade! Um pouquinho basta.

Agora que já sabe como cuidar de orquídeas de forma correta e eficaz, comece já hoje a tratar das suas plantas. E se ainda não tem nenhuma deste tipo em sua casa, experimente adquirir uma e adicione cor e vida aos ambientes.

Veja também