Helena Peixoto
Helena Peixoto
30 Ago, 2019 - 12:10
Como cuidar de orquídeas: o guia que lhe faltava

Como cuidar de orquídeas: o guia que lhe faltava

Helena Peixoto

Saber como cuidar de orquídeas não é tão fácil e básico como outras plantas. Estas flores requerem carinho, atenção e tratamento específico.

O artigo continua após o anúncio

Têm tanto de bonitas como de complexas. São um presente frequente e ficam maravilhosas em qualquer jardim, terraço, varanda ou mesmo parapeito. Mas como cuidar de orquídeas da melhor maneira? Não se assuste: se cumprir algumas indicações básicas, estas flores podem durar até anos e de forma bem saudável.

Comecemos por conhecer um pouco mais sobre estas plantas: as orquídeas são plantas que compõem a família Orchidaceae, uma das maiores famílias de plantas. Existem variadíssimas espécies, com muitas e variadas formas, cores e tamanhos.

Esta planta existe em todos os continentes exceto na Antártida, ainda que com maior incidência nas áreas tropicais. Em termos de alimentação, as orquídeas nutrem-se apenas com material em decomposição que cai das árvores e que se acumula numa espécie de emaranhado nas suas raízes.

Outro facto curioso sobre estas flores e que é absolutamente essencial para saber como cuidar de orquídeas mantendo-as sempre saudáveis: regra geral, as orquídeas florescem uma vez por ano, dependendo da estação típica da espécie em questão. Por isso já sabe: se a sua planta ficar sem flor, não significa que morreu! Não se desfaça dela e aguarde a passagem dos meses. A flor voltará e o seu sorriso também.

Como cuidar de orquídeas sem percalços

como cuidar de orquídeas

Se continuar a tratar das orquídeas corretamente, todos os anos terá novos rebentos a surgir. Confira as nossas dicas específicas de como cuida destas bonitas e delicadas flores.

1. Prefira vasos de barro

Um dos truques para saber como cuidar de orquídeas está na utilização de vasos de barro. E porquê? Porque o barro é mais permeável à água e garante que a raiz da planta não fica encharcada. Idealmente, arranje um bom vaso de barro. Se não tem, garanta, pelo menos, que o recipiente que usa tem bastantes furinhos de forma a deixar passar a água em excesso.

2. Use uma escova de dentes

A raiz da orquídea parece estar a ganhar bolor? Não se preocupe, é relativamente normal nestas flores. Basta lavar esta zona com água de forma delicada. Pode esfregar com uma escova de dentes, por exemplo, e depois cortar com uma tesoura as zonas que vir que já não têm salvação possível. À partida, a situação ficará resolvida.

3. É preciso delicadeza para cortar e aparar a planta

Se há planta delicada é a orquídea. E para plantas delicadas, há que usar métodos e instrumentos delicados também! É por isso que, na hora de aparar as folhas e flores, deve esterilizar as tesouras.

O artigo continua após o anúncio

Além disso, um truque importante na hora de saber como cuidar destas flores é a utilização da canela em pé na zona onde cortou a folha: vai “selar” a ferida e aumentar a velocidade de cicatrização. Mas não abuse na quantidade! Um pouquinho basta.

4. Saber lidar com folhas murchas

Se verificar que as folhas das orquídeas estão a ficar amareladas e murchas, os motivos podem ser alguns:

  • Água a mais: esta planta pode viver alguns dias só da humidade do ar;
  • Vaso demasiado pequeno: as folhas devem estar no mínimo a 2 dedos de altura do final do vaso;
  • Falta de substrato: pode comprar um bom substrato nas lojas de especialidade.

Em qualquer um dos casos, todos têm solução! O ideal será levar a planta a uma loja especializada para um melhor aconselhamento e respetivo tratamento.

5. As flores desapareceram todas. E agora?

Foi a ver a sua planta e deparou-se com a realidade de estar totalmente despida de flores. Primeiro pensamento: o plano de como cuidar de orquídeas falhou redondamente. Engana-se!

Não deite fora esta planta, pois a queda das flores é absolutamente normal. Espere uns meses e vá seguindo todas as indicações. Não tarda nada, vai voltar a ver pequeninas flores a desabrochar novamente.

6. Luz sim, mas com conta, peso e medida

A orquídea é uma flor sensível. E apesar de gostar muito de luz natural, ela não adora luz muito intensa todo o dia. O ideal será colocá-la num local com boa exposição, com apenas algumas horas de sol direto por dia.

Sugestões de decoração com orquídeas: ideias práticas e simples

como cuidar de orquídeas

Agora que já sabe como cuidar de orquídeas e deixá-las no seu perfeito esplendor, segue-se a parte mais divertida: conhecer alguns truques e dicas de decoração para a utilizar!

Orquídeas no quarto

As orquídeas são flores excelentes para ter no seu quarto, sobretudo se forem as brancas. Elas transmitem serenidade, relaxamento e paz e ficam lindíssimas numa cómoda ou aparador. O único grande cuidado que deve ter aqui é garantir que ela tem luz solar suficiente para crescer saudável e bonita.

O artigo continua após o anúncio

Orquídeas na sala

Se procura um centro de mesa para a sua sala bem chique, simples e cheio de estilo, as orquídeas rosa poderão ser a resposta para si: um vaso branco bem bonito com alguns pés de orquídeas lá dentro “fazem a festa”!

Se quiser complementar com um extra, pode adicionar umas cascas de carvalho para aquele pormenor especial.

Orquídeas na casa de banho

Sim, as orquídeas são daquelas plantas que se dão num ambiente mais fechado como a casa de banho. Afinal, elas não precisam daquela exposição solar bem intensa e direta como outras plantas. Mas não pode ser uma casa de banho qualquer. Deve ter cuidado para ser uma divisão possível de arejar bem e onde exista, pelo menos, bastante luz indireta. Além disso, como está num local naturalmente mais húmido, regue-a com menor frequência do que o habitual.

Para conseguir criar um cenário de spa, coloque o vaso num tabuleiro do seu gosto e adicione umas pedras brancas ou rosa. Et voilá!

Veja também