ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
Afonso Aguiar
Afonso Aguiar
16 Mai, 2022 - 10:14

Controlo de tração: o que é e para que serve

Afonso Aguiar

O controlo de tração pode ser aquilo que separa entre ter ou não um acidente. Uma inovação que os automóveis já não dispensam.

controlo de tração

Um dos piores pesadelos do condutores é estar ao volante e sentir a roda a patinar, ou o veículo entrar em aquaplanagem. É uma sensação de impotência, uma vez que o carro entra no estado de desgoverno total, pouco ou nada quem o conduz pode fazer. Mas o controlo de tração veio trazer alguma segurança.

Durante vários anos, desde a invenção do carro em finais do séc. XIX, foram vários os acidentes provocados por situações como a descrita. Felizmente, as inovações tecnológicas levaram a enormes melhorias ao nível da segurança rodoviária.

Sistema de controlo de tração: o que é

O controlo de tração atua juntamente com o sistema ABS para aumentar e/ou melhorar o controlo do veículo. Este sistema pode (e hoje em dia deve) ser utilizado em todos os veículos motorizados.

O objetivo principal do sistema de controlo de tração é diminuir a patinagem de uma ou várias das rodas. Através de um conjunto de sensores colocados junto a cada roda, um sistema computorizado analisa se uma ou várias rodas estão a atuar com maior potência que as restantes e inibe a potência das que têm mais.

O sistema de controlo de tração foi inicialmente inventado e implementado (embora ainda numa fase incipiente) na década de 1970. Porém, só durante o século XXI é que este sistema começou a ganhar a sua dimensão recente. Atualmente são vários os países cujas indicam que qualquer veículo novo que esteja no mercado tenha de ter incorporado este sistema. A título de exemplo, no Brasil, desde 2020 que todos os modelo novos têm de ter um sistema de controlo de tração. No entanto, o mesmo costuma ter a opção de desativação, visível através de um botão, o que acaba por tornar o facto de ser obrigatório redundante.

O sistema de controlo de tração normalmente funciona da seguinte forma:

  • Primeiro, os sensores indicarão a possibilidade dos pneus perderem aderência;
  • caso os sensores identifiquem algum tipo de perigo de patinagem das rodas, ou semelhante, os sensores terão a responsabilidade de enviar essa informação para a central eletrónica, responsável por comandar o sistema de injeção de combustível;
  • finalmente, será a central eletrónica a decidir diminuir o fornecimento de combustível ao motor e acionar os travões na roda em perigo de patinar.

Apesar do sistema de controlo de tração ter sido desenhado para situações de patinagem dos pneus, ele pode auxiliar também em casos de aquaplanagem, ou, inclusive, caso conduza em estradas com gelo ou neve. Porém, caso o carro esteja preso na neve, ou verifique que o sistema trava de tal forma a sua velocidade na neve que corre o risco de não conseguir movimentar-se, deverá, excecionalmente, desativar este sistema, uma vez que, tal como dito anteriormente, a ação deste sistema é travar as rodas.

Controlo de tração: o mito do aumento do combustível

Há quem diga que, com o sistema de controlo de tração, há um aumento dos consumos de combustível. Porém, de facto, a realidade não podia ser mais diferente. Uma vez que uma das ações é diminuir a injeção de combustível para poder atuar sobre as rodas e equilibrar a estabilidade do veículo, o consumo de combustível terá tendência para diminuir e não aumentar.

Manutenção requerida

O sistema de controlo de tração não exige nenhuns cuidados especiais, não é necessário nenhum tipo de manutenção manual. Porém, uma vez que é um sistema eletrónico, é aconselhável verificar o mesmo caso haja algum problema com qualquer parte eletrónica do veículo.

Caso haja algum problema com este sistema será o próprio carro a avisar. A luz do controlo de estabilidade e de tração acende-se automaticamente e de forma constante se o sistema detetar uma avaria. Nestes casos, pelo sim, pelo não, verifique se não desativou manualmente o sistema de controlo de tração através dos controlos do visor de informações ou recorrendo ao próprio interrutor.

Caso a luz do controlo de estabilidade e tração permanecer constantemente acesa, deve procurar imediatamente reparar o sistema junto de um especialista (mecânico ou oficina), ou, preferencialmente, num concessionário da marca.

Lembre-se que utilizar o veículo com o controlo de tração desativado ou avariado poderá aumentar o risco de perda de controlo do veículo, o que consequentemente aumenta as hipóteses de capotamento do veículo, ferimentos e inclusive morte.

Veja também