ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
02 Fev, 2022 - 15:41

Cronograma de limpeza para a empregada doméstica

Catarina Milheiro

Saiba qual a melhor forma para organizar um cronograma de limpeza para a empregada doméstica, através das nossas dicas.

cronogramaa-limpeza-empregada-domestica

Criar um cronograma de limpeza para a empregada doméstica é uma estratégia que pode ajudar bastante a otimizar a rotina e o tempo dedicados para o efeito.

A verdade é que depois de encontrar e contratar a sua empregada doméstica, a tarefa que se segue é ajudá-la a fazer o trabalho de forma organizada e sem grandes confusões.

Para isso, é extremamente importante existir um planeamento com todas as atividades que devem ser realizadas diariamente, semanalmente ou simplesmente uma vez por mês. Desta forma, torna-se mais fácil para todos em sua casa, manterem as prioridades em dia.

Fique connosco e conheça as dicas que temos para o ajudar a criar um cronograma de limpeza.

Como criar um cronograma de limpeza para a empregada doméstica

poupar-tempo-limpezas

Cuidar de uma casa pode ser uma tarefa um pouco difícil e cansativa, principalmente quando se trata de famílias numerosas e cujas rotinas não permitem dedicar tempo suficiente para as limpezas.

Por isso mesmo, muitas vezes há a necessidade de contratar alguém de fora para nos ajudar a manter o nosso lar sempre limpo, cheiroso e agradável. Quando isso acontece, saiba que a criação de um cronograma de limpeza para a empregada doméstica pode ser algo bastante útil para ambos.

Para além disso, é crucial que exista uma comunicação clara entre ambas as partes sobre as necessidades, preferências e ainda expectativas.

Apesar de já sabermos que este cronograma de limpeza é um grande aliado da rotina, nem sempre é fácil encontrarmos a melhor forma para o colocar em prática, não é assim?

Para isso, é essencial que agrupe as tarefas com base na sua periocidade. Ou seja, existem as tarefas diárias, semanais e mensais.

7 dicas para organizar um cronograma de limpeza para a empregada doméstica

Não sabe muito bem como pode organizar este cronograma de limpeza para a sua empregada doméstica? Confira as nossas dicas e comece já a criar o de sua casa.

1.

Defina o que tem de ser limpo

O mais importante é ser claro com a pessoa que realiza a limpeza de sua casa, mantendo sempre presente o sentido de entreajuda. Desta forma, não existirão deceções ou confusões sobre a rotina de limpeza.

Por isso, se a sua casa tem vários móveis e o objetivo é mantê-los sempre sem pó ao longo da semana, converse com a empregada doméstica e refira o que precisa de ser limpo em cada um deles – seja específico.

Esta é uma maneira de priorizar algumas tarefas e ajuda a sua empregada a corresponder às expectativas. Assim, opte por estabelecer sempre prioridades de forma a que seja mais fácil para ambas as partes.

2.

Defina a periodiocidade num papel

Agora que já sabe quais os tipos de tarefas e a sua periocidade, é mais fácil organizar o cronograma de limpeza para a sua casa.

Experimente escrever numa folha o planeamento semanal para que a sua funcionária saiba tudo aquilo que tem que fazer ao longo da semana. Desta forma, se acabar alguma tarefa antes do tempo, pode começar já a limpar algo que seja mais demorado.

Além disto, a visualização do cronograma semanal ajuda bastante quer o empregador, quer a empregada doméstica – é possível confirmar que tarefas diárias e semanais foram efetivamente executadas e quais as que podem ficar para o resto do mês (as tarefas mensais).

3.

Escolha as tarefas diárias

As tarefas diárias são aquelas que garantem que a sua casa se mantém arrumada, organizada e limpa diariamente. De um modo geral, podemos listar as seguintes:

  • fazer as camas;
  • organizar os objetos e roupas espalhados;
  • aspirar ou varrer;
  • organizar a casa de banho (o objetivo é mantê-lo limpo até ao dia da limpeza geral);
  • deitar o lixo fora;
  • limpar o fogão;
  • separar as roupas sujas para colocar a lavar;
  • lavar a loiça.
4.

Defina as tarefas semanais

Relativamente às tarefas semanais, estas são normalmente um pouco mais complexas e por isso mesmo, podem demorar um pouco mais do que as tarefas diárias. Vejamos alguns exemplos para incluir no seu cronograma:

  • trocar a roupa das camas;
  • limpar os vidros e espelhos;
  • colocar toalhas lavadas nas casas de banho;
  • limpar o pó dos móveis e objetos da casa;
  • sacudir as almofadas;
  • limpar o forno;
  • organizar e fazer uma limpeza geral nas casas de banho;
  • limpar o micro-ondas;
  • aspirar a casa em geral (incluindo tapetes);
  • limpar o frigorífico.
5.

Reflita sobre a limpeza mensal

Já em relação às tarefas mensais, são todas as que exigem uma frequência menor. Isto é, são as atividades fundamentais para evitar a necessidade de fazer uma limpeza mais pesada e demorada. Entre as principais, podemos listar as seguintes:

  • limpar livros e estantes;
  • organizar o armário da roupa e as cómodas;
  • limpar a máquina de lavar roupa;
  • higienizar os interruptores, paredes e tetos;
  • limpar o filtro do ar condicionado;
  • virar os colchões;
  • limpar os caixilhos das janelas;
  • esvaziar e limpar o interior dos armários da cozinha;
  • limpar o pó do aspirador.
6.

Seja flexível e trabalhe em conjunto

Dê oportunidade à sua empregada doméstica para apresentar ideias sobre possíveis mudanças que podem ser incorporadas no seu cronograma. Por vezes, pequenas mudanças podem mesmo trazer melhores resultados.

No fundo, o importante é fazerem em conjunto uma espécie de revisão das tarefas de forma regular e, caso seja necessário, seja flexível para alterar alguns aspetos na própria rotina da casa, por exemplo.

7.

Especifique

Todas as famílias têm as suas regras e, por esse mesmo motivo, é importante que deixe claro tudo aquilo que não deve ser arrumado ou limpo pela sua empregada.

Por exemplo: se tem animais e determinou desde o início que são os seus filhos que limpam tudo o que possa ter a ver com eles, então especifique isso. Ou se gosta de passar a ferro e tem tempo para o fazer ao longo da semana, refira à funcionária que não há necessidade de o fazer.

O importante é que exista sempre uma comunicação fluída e clara, onde exista espaço para mudanças e melhorias.

Veja também