Catarina Reis
Catarina Reis
28 Dez, 2023 - 13:04

23 cursos sem desemprego em Portugal

Catarina Reis

Embora uma licenciatura não seja garantia de emprego, a opção por cursos sem desemprego pode fazer toda a diferença.

É essencial que os estudantes façam escolhas inteligentes no que diz respeito a optar por seguir cursos sem desemprego, pois estes vão necessariamente ter um impacto no seu futuro profissional. 

O Ministério da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior atualizou recentemente a base de dados dos cursos sem desemprego em Portugal, disponibilizando informações importantes para os estudantes. 

Vale a pena referir que o contexto vivido em 2023 surgiu marcado por um aumento da empregabilidade no país no segundo trimestre. Sem dúvida um dado positivo, embora marcado por um outro não tão positivo assim: o emprego qualificado decaiu em grande número.

Já os últimos dados estatísticos, disponibilizados pelo Instituto Nacional de Estatística revelam que a taxa de desemprego no dia 29 de Novembro situava-se nos 6,7%, um valor ligeiramente superior ao de Julho e Outubro.

Neste artigo, vamos explorar os cursos sem desemprego em Portugal, destacando as áreas mais promissoras e as profissões com maior procura. Ficaremos ainda a saber em que escolas se podem encontrar estes cursos.

Os cursos sem desemprego são uma escolha inteligente para um futuro promissor

Como referimos anteriormente, o Ministério da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior atualizou a base de dados dos cursos sem desemprego no Portal InfoCursos. Essa atualização permite aos estudantes ter uma noção dos cursos mais importantes no mercado de trabalho. 

Entre os cursos com emprego garantido, encontram-se 33 licenciaturas e mestrados integrados, juntamente com outros 52 cursos que apresentam uma taxa de desemprego inferior a 1%. Comparativamente ao ano anterior, esses números diminuíram para menos da metade, o que demonstra uma tendência positiva no mercado de trabalho.

Áreas da saúde

Enfermagem: um curso perfeito para uma profissão em ascensão

Entre os cursos sem desemprego, a licenciatura em enfermagem está no topo da lista. Com uma duração de quatro anos, esta área apresenta 12 cursos com uma taxa de desemprego de 0%. 

Isso significa que os estudantes de enfermagem têm grandes probabilidades de encontrar emprego após a conclusão do curso. Algumas das instituições de ensino que oferecem essa licenciatura são a Escola Superior de Saúde Atlântica, a Escola Superior de Saúde Egas Moniz e a Escola Superior de Enfermagem S. Francisco das Misericórdias, entre outras.

Medicina: 100% de Empregabilidade

A medicina é uma área que sempre esteve entre os cursos mais importantes para o mercado de trabalho. Aqueles que concluem o curso de Medicina têm emprego garantido, com uma taxa de empregabilidade de 100%. 

Algumas das instituições de ensino que oferecem essa licenciatura são a Universidade de Lisboa, a Universidade do Porto – Instituto de Ciências Abel Salazar e a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, entre outras. A procura por profissionais médicos é alta, o que torna a medicina uma escolha sólida para aqueles que desejam uma carreira estável e gratificante.

No total, na área da saúdeos estudantes podem optar por um universo de 371 cursos, com uma média salarial de 1840 euros mensais. 

Exemplos de outros cursos sem desemprego na área da saúde:

  • acumpuntura;
  • audiologia;
  • cardiopneumologia;
  • ciências biomédicas e da saúde;
  • ciências da nutrição.

Áreas da engenharia

A área das Engenharias também lidera a lista dos cursos mais importantes para o mercado de trabalho. Com a era digital em expansão, surge uma necessidade crescente de profissionais especializados em diversas áreas da engenharia. 

Alguns cursos que se destacam são:

  • engenharia informática;
  • engenharia de telecomunicações e informática;
  • engenharia de proteção civil;
  • engenharia de automação;
  • controle e instrumentação.

As instituições de ensino que oferecem esses cursos incluem o Instituto Superior Politécnico Gaya, o ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, o ISEC Lisboa – Instituto Superior de Educação e Ciências, entre outros.

Neste caso,os estudantes podem optar por um universo de 409 cursos, com uma média salarial de 2240 euros mensais. 

Outras Áreas com Oportunidades de Emprego

Além dos cursos mencionados anteriormente, existem outros que oferecem boas oportunidades de emprego em Portugal. Essas áreas são caracterizadas por taxas de desemprego baixas e médias salariais atrativas, o que as torna opções interessantes para os estudantes.

Saúde

  • Terapia e reabilitação 
  • Ciências farmacêuticas
  • Ciências dentárias

Matemática e estatística 

  • Design e administração de bases de dados e de redes
  • Desenvolvimento e análise de software e aplicações

Especializações em engenharias

  • Eletricidade e energia
  • Engenharia química e de processos
  • Metalurgia e metalomecânica 

Informática 

  • Ciência de computadores
  • Ciência de dados
  • Engenharia de sistemas

Ao escolher um curso universitário, é fundamental considerar as oportunidades de emprego e as tendências do mercado de trabalho. Os cursos de enfermagem, medicina e engenharias são algumas das áreas com alta taxa de empregabilidade em Portugal. 

Além disso, é importante estar ciente das profissões com mais oportunidades, como analista de sistemas, programador de software, engenheiro biomédico, especialista em publicidade e marketing, entre outras. 

Também é crucial adaptar-se às mudanças digitais e desenvolver competências nesta área, pois os perfis digitais são cada vez mais procurados pelas empresas. Fazer uma escolha consciente e alinhada com os interesses e competências pessoais pode ser a chave para um futuro promissor no mercado de trabalho português.

Veja também

Artigos Relacionados