Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Marta Maia
Marta Maia
05 Ago, 2020 - 19:04

Tem direito a subsídios sociais? Veja a data de pagamento em agosto

Marta Maia

Abono, pensões, subsídios e ação social. Já são conhecidas as datas de pagamentos da Segurança Social em agosto. Tome nota.

Com tantas mudanças e novidades que 2020 tem trazido, há rotinas que se mantêm: as datas de pagamento da Segurança Social em agosto já foram anunciadas e os beneficiários de apoios do Estado já podem começar a organizar as contas do mês.

Datas de pagamento da Segurança Social em agosto

31 de julho

Não é novidade que os beneficiários de pensões e subsídios por doença profissional recebem antes dos outros todos — muitas vezes nos últimos dias do mês anterior àquele a que o apoio diz respeito.

Em agosto a tradição mantém-se e estes apoios sociais são pagos no dia 31 de julho, quer sejam transferidos diretamente para a conta dos beneficiários, quer sejam feitos por meio de vale de correio. O tempo que o vale demora a chegar à residência do beneficiário é que pode variar.

10 de agosto

A segunda das datas de pagamento da Segurança Social em agosto diz respeito ao complemento solidário para idosos.

Recorde-se que, este complemento é sempre pago juntamente com a pensão, por isso conte com o dia 10 de agosto para receber um e outro. Isto se o pagamento for feito por transferência bancária.

Já os vales de correio são emitidos por ordem alfabética a partir do dia 5 de agosto, o que significa que os últimos podem demorar um pouco mais. Ainda assim, como começam a ser enviados ainda antes das transferências bancárias, é provável que os beneficiários recebam todos mais ou menos ao mesmo tempo.

O dia 10 de agosto é também a data em que a Segurança Social procede aos pagamentos da prestação social de inclusão. Recebendo por transferência bancária, o dinheiro pode ficar disponível na conta dos beneficiários ainda no próprio dia ou no dia útil seguinte. Já os que continuam a receber o apoio por vale de correio podem ter de esperar mais alguns dias até terem o dinheiro na mão.

14 de agosto

Quase a meio do mês, no dia 14, a Segurança Social procede ao pagamento das prestações familiares, como é o caso por exemplo do abono de família.

A data é a mesma quer se trate de uma transferência bancária ou do envio do vale de correio. Mas, mais uma vez, o tempo entre a emissão do vale e a chegada à residência do beneficiário irá depender da rapidez dos serviços postais.

abono de família extraordinário
Veja também Abono de família extraordinário chega às famílias em setembro

O dia 14 de agosto é também a data em que a Segurança Social procede ao pagamento da primeira prestação de pagamento dos subsídios de desemprego, doença e parentalidade.

Nunca é demais lembrar que estes subsídios são pagos em duas prestações, ou seja, a 14 de agosto os beneficiários só recebem metade do valor a que têm direito. A segunda metade chega mais tarde, pela mesma via que a primeira tranche.

21 de agosto

Quem tem direito ao rendimento social de inserção terá de aguardar até 21 de agosto para receber a transferência bancária. Também os vales de correio são emitidos a partir deste dia. No entanto os que tenham optado pela segunda opção, poderão ter de aguardar um pouco mais.

O mesmo é válido para os beneficiários da ação social, que também podem anotar o dia 21 de agosto na sua agenda como a data de pagamento dos respetivos apoios.

28 de agosto

A últimas das datas de pagamento da segurança social em agosto, já a dia 28, refere-se à segunda prestação dos subsídios de desemprego, doença e parentalidade.

Evite Deslocações adErindo à transferência bancária

Nunca é de mais insistir na importância da adesão à transferência bancária quando recebe pensões ou subsídios atribuídos pela Segurança Social. Além de ser confortável e mais rápido, o pagamento por transferência permite aos beneficiários receber os apoios a que têm direito sem precisarem de se deslocar para os levantar.

Aglomerações – especialmente em espaços fechados – devem ser evitadas sempre que possível, e uma ida ao posto dos CTT para tratar do vale de correio pode representar um risco desnecessário.

Pode aderir aos pagamentos da Segurança Social por transferência bancária em qualquer altura, no site da Segurança Social Direta ou nos balcões deste serviço. Só tem de indicar o número da conta para onde quer que o dinheiro seja transferido e aguardar pela próxima prestação. Não paga nada por isso, o processo é mais seguro e ainda diminui o risco de contágio com o novo coronavírus.

Veja também