Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
21 Mai, 2020 - 18:55

Se costuma desinfetar com lixívia, estes são os cuidados a ter

Mónica Carvalho

Durante a pandemia, desinfetar com lixívia é provavelmente um dos termos mais usados. Mas estará a ter os devidos cuidados ao manusear este produto?

desinfetar com livixia

Nunca as questões da correta limpeza da casa e diferentes superfícies foi tão importante como a época em que vivemos, pelo que desinfetar com lixívia é algo que já é uma parte intrínseca do nosso dia a dia. Mas estaremos a fazer um uso correto deste produto? Ou, por outro lado, podemos estar a colocar a nossa saúde em causa?

Afinal, a lixívia não deixa de ser uma substância tóxica, que pode provocar determinados efeitos secundários mediante uma incorreta utilização ou exposição prolongada. Nomeadamente irritação de olhos, pele e trato respiratório, pelo que o uso de luvas, por exemplo, é um dos conselhos que não pode mesmo ignorar.

É certo que a lixívia é um dos produtos mais utilizados e fiáveis no que à limpeza e desinfeção de locais e superfícies diz respeito. Longe vão os tempos em que este produto era unicamente associado à sua capacidade de manter a roupa branca.

Atualmente, é bastante usado para ajudar na remoção de mofo e bolor em espaços de maior concentração de humidade, mas também pelas suas propriedades desinfetantes.

Especificamente para preparar a casa e até outros locais para evitar uma potencial contaminação pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, ainda que não existam certezas sobre a permanência do vírus nos objetos e superfícies e respetivo contágio, mais vale mesmo ser cuidadoso e seguir as recomendações das entidades de saúde. E isso passa também por usar devidamente os produtos, principalmente os mais abrasivos.

Conselhos úteis para desinfetar com lixívia

Consciente desta necessidade de lidar corretamente com o manuseamento de um produto tão abrasivo como é a lixívia, a Direção-Geral da Saúde deixa algumas recomendações para que o possa fazer em segurança.

Além disso, estas dicas ajudam a tirar mais proveito deste produto, maximizando a sua eficácia e, com isso, deixar a casa mais limpa, tal como deseja.

desinfetar casa

Tome nota.

1

A temperaturada água importa

A lixivia é um desinfetante doméstico forte e a sua utilização deve ser cuidadosa. Por isso, deve ser diluída em água fria, uma vez que a água quente a torna ineficaz e instável.

2

O local deve ser arejado

Ao aplicar lixívia, ou outro produto semelhante, deve abrir as janelas para arejar e renovar o ar. Assim, evita-se também que esteja a inalar o produto, enquanto ajuda a secar as superfícies mais rapidamente. Evite o contacto da lixívia com os olhos e com a pele.

3

Útil em casos de COVID-19

A desinfeção com lixívia é especialmente importante em locais onde existir a presença de uma pessoa com COVID-19, seja por algum tempo, seja no seu local de residência, principalmente quando o mesmo é partilhado com outras pessoas que estão COVID-19 negativas.

Como tal, para uma utilização correta em casa, deve-se diluir uma parte de lixívia (com uma concentração de 5% de cloro livre) para 99 partes de água.

Desinfetar com lixívia: conheça a forma certa de manusear

Se houver pessoas infetadas em casa, a lixívia deve ser diluída numa determinada proporção. Se efetuar a limpeza e desinfeção regular da casa a proporção de lixívia a diluir em água já é outra, podendo assim ter especial cuidado com os objetos e as zonas de contacto frequente, como por exemplo maçanetas das portas, corrimãos, interrutores de luz, comandos, telemóvel, chaves ou teclados.

De igual modo, a desinfeção com lixívia, bem como as limpezas regulares, devem ser feitas sempre no sentido de cima para baixo e das áreas mais limpas para as mais sujas.

Estes são alguns dos conselhos da Direção-Geral da Saúde na norma “Infeção por SARS-CoV-2 (COVID-19) Limpeza e desinfeção de superfícies em estabelecimentos de atendimento ao público ou similares”, onde consta a proporção de lixívia e água a utilizar em cada situação.

Volume de lixívia (5% de cloro livre)Volume de água Resultado de solução de lixívia
Instalações sanitárias e áreas de toque frequente
20ml980ml1l
100ml4,9l5l
200ml9,8l10l
Limpeza comum em estabelecimentos públicos e domicílios
10ml990ml1l
50ml4,950l5l
100ml9,9l10l
Domicílio de pessoa com COVID-19
5 colheres de sopa3,8l4l
4 colheres de chá1l1l

Cuidados e formas de utilização específicas que vão fazer com que desinfetar com lixívia diferentes espaços e objetos se torne numa tarefa mais simples e eficaz.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].