ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
07 Jul, 2021 - 16:08

Detetores de gás: saiba em que divisões se devem colocar

Catarina Milheiro

Os detetores de gás servem para detetar fugas de forma eficaz. Fique a par dos tipos de detetores existentes, modo de funcionamento e muito mais.

detetores de gás

Se utiliza gás em sua casa ou na empresa, provavelmente já se deparou com algumas questões. “Como posso saber se tenho uma fuga de gás?”, “Estará tudo a funcionar bem?”, “Devo adquirir um daqueles detetores de gás?”.

A verdade é que os detetores de gás servem precisamente para determinar se existem ou não fugas de gás, de uma forma totalmente eficaz. São o instrumento ideal para garantir a segurança em casa, no trabalho e claro, para evitar riscos para a sua saúde e a dos que o rodeiam.

Sabia que o monóxido de carbono é um dos gases incolores e inodoros que existem e que os nossos sentidos não conseguem detetá-lo? Fique connosco e aprenda tudo sobre o tema.

Para que servem os detetores de gás?

detetar fuga de gás

Como já referimos, os detetores de gás servem para detetar fugas de gás de forma fiável, podendo ser utilizados em fábricas, empresas ou até mesmo nas nossas casas.

No fundo, este tipo de equipamentos existe para garantir a nossa segurança no trabalho ou em casa, evitando ainda diversos riscos para a nossa saúde – principalmente quando se trata da indústria alimentar ou metalúrgica, durante processos químicos ou ainda na gestão de resíduos.

O principal objetivo dos detetores de gás é, então, medir e avaliar a concentração de gases no ambiente em questão, de modo a que as pessoas que contactam com eles, estejam seguras.

Para que consiga ter uma noção, vamos focar-nos no gás mais conhecido pela população em geral: o monóxido de carbono. Trata-se de um gás completamente incolor e sem qualquer tipo de cheiro associado, cujos nossos sentidos não conseguem detetar.

Ora, se os níveis de monóxido de carbono num espaço estiverem acima do que é considerado normal pelos aparelhos, pode mesmo levar à morte de seres humanos e animais.

Por isso mesmo, é extremamente importante que se façam medições com alguma regularidade – quer em casa, quer nas indústrias e empresas.

Em que divisões se devem colocar?

Sabia que os detetores de gás também identificam fugas de gás em aparelhos como o frigorífico, esquentador ou ar-condicionado? É precisamente por este motivo que dispositivos como este devem ser utilizados de vez em quando em nossas casas também.

Atualmente há já algumas empresas que fornecem este tipo de serviços para garantirem a segurança de todos no seu lar. Por exemplo: o serviço EDP Funciona, inclui este tipo de avaliação. De forma periódica e em conformidade com o cliente, desloca-se um técnico a sua casa com um detetor de gás para fazer as medições em cada divisão de risco.

Ou seja, se estivermos a falar das divisões nas quais deve utilizar um detetor de gás podemos enunciar as seguintes:

  • Cozinha;
  • Lavandaria ou local onde se encontra o esquentador;
  • Sala (se se tratar de um conceito open space);
  • Divisões onde esteja presente um ar-condicionado ou aquecimento central.

Contudo, estes detetores de gás são ainda mais utilizados nas empresas e indústrias com diversas aplicações:

  • Indústria metalúrgica;
  • Indústria alimentar;
  • Trabalho a quente (soldadores, ourives, etc);
  • Todos os que lidem com materiais perigosos e inflamáveis;
  • Espaços confinados (como minas ou esgotos, por exemplo);
  • Bombeiros aquando de um incêndio.

Que tipos de detetores de gás existem?

Existem vários tipos de detetores de gás – desde os que são mais adequados para uso em casa, até àqueles mais eficientes para uso fabril, por exemplo. Tendo sempre em consideração que numa fábrica poderão estar presentes outros tipos de gases que em casa não e por isso mesmo é necessário um aparelho distinto.

Detetor de gás PCE-HFX 100

Trata-se de um detetor de gás projetado para controlar a qualidade do ar em espaços interiores como escolas, casa, creches ou espaços de trabalho.

Detetor de gás CO2 de mesa

A partir do seu visor, o detetor de gás CO2 mede a concentração do mesmo no ar e demonstra o valor no display LCD. Este dispositivo é mais indicado para salas de aula, escritórios e auditórios, por exemplo.

Detetor de gases tóxicos e explosivos de 4 canais

Se procura uma solução para uma fábrica ou empresa que trabalhe com químicos ou gases, então, esta é solução mais adequada. Trata-se de um detetor de gases tóxicos e explosivos, com um monitor programável consoante o tipo de gás ou alarme, por exemplo.

Detetor de gás Radius BZ1

Um detetor de gás com 18 opções de sensores e deteção de 18 gases distintos (incluindo o monóxido de carbono). Possui uma bateria com um tempo de operação de 7 dias, ou seja, 168 horas e por isso é perfeito para medir os gases que de espalham no ambiente quando existe um incêndio, por exemplo.

Detetor de gás XINDAR

Se o que procura é um detetor/sensor de gás portátil, que possa levar consigo para utilizar em casa e no escritório então este é o ideal.

Detetor de monóxido de carbono

Esta é mais uma solução para quem procura apenas um detetor de monóxido de carbono. Caso não tenha interesse em detetar outro tipo de gases, este aparelho é o ideal também.

Veja também