Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Teresa Campos
Teresa Campos
27 Jan, 2020 - 12:00

Digital detox: faça uma pausa na tecnologia

Teresa Campos

O digital detox propõe um uso mais moderado e controlado das tecnologias. Sabe quantas horas por dia passa “agarrado” a gadjets? Faça as contas e reflita!

fazer um digital detox

Já ouviu falar em digital detox ou desintoxicação digital? Então, atente.

Os seguintes números são ilustrativos de uma sociedade cada vez mais alerta para as questões da dependência tecnológica e das horas passadas frente aos ecrãs. Um inquérito online realizado recentemente pela Kaspersky a adultos europeus concluiu que mais de 40% dos internautas europeus desejam reduzir o tempo que passam nos seus gadgets.

Assim, falar e fazer um digital detox faz cada vez mais sentido, numa sociedade que se vê rodeada de informação, aparelhos eletrónicos e tecnologia desde que acorda até que se deita. Estabelecer limites e ter momentos offline é, cada vez mais, a vontade de muitos e, para alguns, uma verdadeira necessidade. Perceba como pôr o digital detox em prática.

Como fazer um digital detox

Rastreie o uso de dispositivos eletrónicos

Sabe quanto tempo passa em redes sociais, apps e dispositivos eletrónicos? Há formas de rastrear essa informação e descobrir o tempo real que passa no mundo digital. Essa informação é valiosíssima e permite

Limite o acesso ao telemóvel

Para começar a desconectar-se, deve-se ir desapegando do telemóvel, um dos objetos que as pessoas mais utilizam. Uma maneira de o fazer é substituí-lo por outros objetos, sempre que possível. Por exemplo, em vez de ir ao facebook, experimente ler um livro, revista ou jornal.

Depois do trabalho, após chegar a casa e, sobretudo, antes de ir dormir, o telemóvel deve mesmo ficar afastado de si. Assim, não há tentações e vai deitar-se sem receber todos aqueles estímulos visuais e informativos, nocivos à qualidade do sono.

mulher com smartphone

Desafie um amigo

Estes processos de desapego são sempre mais fáceis com companhia. Por isso, desafie um ou vários amigos a fazer esta desintoxicação consigo. A motivação e o sucesso serão mais fáceis de atingir e os níveis de stress vão diminuir. Para isso, planeiem atividades em conjunto, como ir almoçar ou praticar um desporto. A ideia é que ambos se divirtam sem usar tecnologia e percebem que é possível aproveitar o tempo sem o telemóvel na mão.

Reúna os telemóveis

Se tiver mesmo de levar o telemóvel consigo para um jantar de amigos, por exemplo, sugira que todos coloquem o telemóvel no centro da mesa, de forma a não estarem constantemente a esreitar as notificações e apenas pegarem no telemóvel caso recebam uma chamada.

Claro que quem não cumprir a regra, pode sempre ficar incumbido de pagar o jantar e não esquecer jamais do digital detox.

Defina regras

O ideal é estabelecer as suas próprias regras para o seu detox e, claro, respeitá-las ao máximo. Pode decidir que usar o telemóvel é proibido à hora das refeições, por exemplo, ou quando vai sair com amigos ou fazer uma caminhada. O importante é desintoxicar…

liberte-se do mundo digital

Aproveite a liberdade

Pode não acreditar, mas este exercício de digital detox vai fazê-lo sentir-se mais livre, pois já não tem a obrigação de estar contactável 24 horas por dia. Assim, subitamente, vai perceber que, afinal, tem mais tempo, que aquele café sempre adiado até cabe na agenda e, acima de tudo, sentirá melhorias na sua saúde e bem-estar.

NOTA: Este processo de digital detox deve ser gradual, para que os seus efeitos se sintam não só a curto, como a longo prazo. Além disso, não é realista achar que, de um momento para o outro, vá conseguir virar a cara a um e-mail de trabalho, a uma chamada importante a uma mensagem de um cliente.

O principal objetivo é mesmo definir horários específicos para se desconectar e, durante esse período, não pensar em telemóveis, caixas de email ou redes sociais.

literacia digital
Veja também Literacia digital: o que é e por que deve ser parte da sua vida

Benefícios do digital detox

Pensar melhor

As plataformas digitais e os telemóveis roubam tempo de reflexão e de introspeção. Experimente ir caminhar ou passear sem tecnologia e verá como será capaz de pensar melhor sobre a sua vida e chegar a conclusões bem mais interessantes sobre as suas metas e objetivos futuros.

ser mais produtivo com menos tecnologia

Ser mais produtivo

Todos sabemos como as redes sociais, por exemplo, são um fator de distração, sobretudo no local de trabalho. Assim, estar desconectado pode mesmo ajudar a ser mais produtivo, trabalhando de forma mais seguida e focada. Provavelmente, com o digital detox vai conseguir fazer mais e melhor, em menos tempo. Deste modo, ainda encontrará espaço para si ou para explorar novas ideias e projetos.

Ser mais criativo

A internet nem sempre estimula a criatividade, antes pelo contrário. No geral, a tecnologia apresenta-nos a informação pronta a consumir, o que, lá está, deixa pouco espaço para a criatividade e a imaginação. Tente lembrar-se de como fazia as coisas antes de haver tecnologia e, talvez, tenha uma surpresa com os resultados dessa experiência.

Diminuir o stress

Os estímulos de todas as notificações trazidas pelo telemóvel, tablet ou computador causam grande ansiedade. Por isso, controlar o multitasking e dedicar-se a responder a uma solicitação de cada vez pode ser o segredo para aumentar a sua eficiência, enquanto diminui o stress.

Aproximar as pessoas

Pode não acreditar, mas desligar-se do telemóvel pode fortalecer as suas relações pessoais, sejam elas familiares, sejam de amizade. Todos já ouvimos ou já estivemos em grupos, onde a conversa e o diálogo foram substituídos por telemóveis e um contacto virtual. Por essa razão, o digital detox é uma excelente maneira de reatar laços e aproximar as pessoas.

Olhar em redor

Certamente já esteve num local de onde não se lembra de quase nada, porque passou o tempo “agarrado” ao telemóvel. Realmente, desconectar-se permite que comece a estar mais atento a tudo o que o rodeia, seja uma árvore frondosa, uma criança a correr ou a rir ou um pôr-de-sol deslumbrante!

Mulher a dormir

Dormir melhor

Está comprovado que a utilização de tecnologias na cama ou nas horas que antecedem o sono tem um efeito nocivo na saúde. Adormecer com o telemóvel, tablet ou computador na mão pode ser responsável por insónias ou por um sono pouco profundo e regenerador.

Assim, se costuma acordar cansado, stressado e com dificuldade em concentrar-se nas tarefas diárias, equacione a possibilidade disso se dever a um uso abusivo das tecnologias.

Veja também