Ana Luísa Machado
Ana Luísa Machado
15 Jun, 2018 - 09:30
Ensino Recorrente: tudo o que deve saber

Ensino Recorrente: tudo o que deve saber

Ana Luísa Machado

Conheça toda a informação sobre o ensino recorrente de nível básico e secundário disponível em Portugal. Nunca é tarde para investir no seu futuro.

O artigo continua após o anúncio

O ensino recorrente é uma via de acesso à educação para todas as pessoas que não usufruíram ou não completaram a escolaridade na idade própria. Este percurso é ainda uma excelente opção para todos aqueles que procurem promoção ao nível cultural e profissional.

Ensino Recorrente: o que é e onde funciona?

O ensino recorrente é uma opção formativa que permite obter uma certificação equivalente, de acordo com a lei portuguesa, à que é obtida nos percursos de regime geral. Atualmente, existem opções formativas de ensino recorrente para o nível básico e secundário.

Os cursos do ensino recorrente funcionam em estabelecimentos de ensino público e de ensino particular ou cooperativo. Para obter mais informações sobre a rede de estabelecimentos disponíveis, consulte o site da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE).

ensino recorrente

Ensino Básico Recorrente: para quem?

O ensino recorrente para o ensino básico abrange o 1º, 2º e 3º ciclos e destina-se a jovens com idade superior a 15 anos e a adultos.

Através deste tipo de ensino, as pessoas que abandonaram precocemente a escola, terão uma nova oportunidade para concluir a escolaridade obrigatória e adquirir as competências essenciais para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

O ensino básico recorrente é indicado para pessoas que reúnam as seguintes condições:

  • idade igual ou superior a 15 anos;
  • não ter concluído o 1º ciclo (4º ano de escolaridade), o 2º ciclo (6ºano) ou o 3º ciclo (9ºano).

Condições de acesso

Para frequentar qualquer um dos anteriores ciclos do ensino recorrente deverá:

  • apresentar um certificado de conclusão do ciclo precedente;
  • realizar uma avaliação diagnóstica.

Competências adquiridas e prosseguimento de estudos

No 1º ciclo do ensino básico recorrente irá desenvolver competências orais e de escrita da língua portuguesa e matemática aplicada a situações quotidianas.

O artigo continua após o anúncio

Através do 2º e 3º ciclos será possível desenvolver algumas competências profissionais e prosseguir estudos.

Atualmente, existem outras ofertas de educação e formação que têm vindo progressivamente a substituir o ensino básico recorrente. Poderá explorar todas as opções em vigor no site da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP).

Ensino Secundário Recorrente: para quem?

Estes cursos do ensino recorrente permitem a aquisição de conhecimentos e competências ao nível do ensino secundário e a obtenção de um certificado de um diploma escolar de 12º ano . Nos cursos tecnológicos e nos de ensino artístico especializado será atribuída adicionalmente uma qualificação profissional de nível 4.

O ensino recorrente de nível secundário pode ser uma boa opção formativa, se:

  • tiver idade igual ou superior a 18 anos;
  • tiver concluído o 9º ano ou equivalente e quiser obter uma formação de ensino secundário;
  • caso não possua as habilitações acima descritas, deverá requerer uma avaliação diagnóstica para verificação de pré-requisitos válidos para frequência deste nível de ensino.

Cursos disponíveis no ensino recorrente de nível secundário

Atualmente, existem em Portugal os seguintes cursos do ensino secundário recorrente:

Cursos Científico-humanísticos

  • Ciências e Tecnologias;
  • Ciências Socioeconómicas;
  • Ciências Sociais e Humanas;
  • Línguas e Literaturas;
  • Artes Visuais.

Cursos Tecnológicos

  • Construção Civil e Edificações;
  • Eletrotecnia e Eletrónica;
  • Informática;
  • Design de Equipamento;
  • Multimédia;
  • Administração;
  • Marketing;
  • Ordenamento do Território e Ambiente;
  • Ação Social;
  • Desporto.

Cursos Artísticos Especializados

O artigo continua após o anúncio
  • Comunicação Audiovisual;
  • Design de Comunicação;
  • Design de Produto;
  • Produção Artística.

Modalidades de funcionamento

O cursos do ensino recorrente no ensino secundário funcionam em regime modular capitalizável e apresentam as seguintes modalidades de funcionamento:

  • presencial, através de uma avaliação contínua;
  • não presencial, com avaliação em períodos específicos;
  • Blearning, através de sessões presenciais e sessões à distância, síncronas e assíncronas.

O Ensino Secundário Recorrente à Distância (ESRaD) está em fase de experiência piloto e disponível na Escola Secundária de Camões – Lisboa, e na Escola Felismina Alcântara – Mangualde. Para obter mais informações sobre esta modalidade, deverá consultar o site das respetivas escolas.

Prosseguimento de estudos

Após a conclusão destes cursos, poderá prosseguir estudos através de um curso de especialização tecnológica ou de um curso superior de ensino politécnico ou universitário.

Se pretende obter informações mais detalhadas sobre o ensino recorrente deverá aceder à página da Direção-Geral da Educação.

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp