Helena Peixoto
Helena Peixoto
06 Set, 2021 - 15:35

Conheça os 10 erros mais comuns ao usar o micro-ondas

Helena Peixoto

Não há dúvidas de que é um dos eletrodomésticos mais úteis na nossa cozinha; no entanto, importa conhecer os erros mais comuns ao usar o micro-ondas.

erros mais comuns ao usar o micro-ondas

Sabia que os erros mais comuns ao usar o micro-ondas resultam em comportamentos que podem prejudicar tanto a qualidade dos nossos alimentos como o bom funcionamento do eletrodoméstico? Quantas vezes o aparelho avariou e não percebeu o motivo? Pois bem, muito provavelmente está relacionado com estes erros de utilização.

Saiba quais são os erros mais comuns que está a cometer com o micro-ondas e evite-os, adotando os procedimentos corretos para usufruir de todas as potencialidades deste grande aliado na cozinha.

Erros mais comuns ao usar o micro-ondas

pessoa a colocar comida no microondas
1

Aquecer água

Provavelmente está a pensar por que é que aquecer água entra na lista dos erros mais comuns ao usar o micro-ondas. Tenha calma! Embora isto possa ser feito, o que acontece é que existe o perigo de sobreaquecimento, que pode causar queimaduras. Isso pode acontecer, porque, ao abrir a porta do micro-ondas, a água passa do estado líquido para o gasoso muito rapidamente.

Como tal, se quer mesmo aquecer água, faça-o por pouco tempo de cada vez, nem que depois tenha de repetir o processo!

2

Aquecer grandes pedaços de carne

Outro dos erros mais comuns: certamente já aqueceu um resto de um lombo assado que parece a escaldar por fora e quando vai a trinchar a carne para servir, verifica que ela está gelada.

Quando o pedaço de carne é muito grande, a temperatura não vai chegar ao centro da peça, o que provoca um aquecimento irregular. Opte por partir a carne em pedaços mais pequenos para o aquecimento ser uniforme.

3

Aquecer ou cozinhar alimentos com casca fina

Sabia que as batatas, tomates ou linguiças têm casca fina para proteger o seu interior? E se este interior os protege de outras coisas, também protege do frio e do quente.

Ao aquecer estes alimentos no micro-ondas, é preciso perfurar esta pele, caso contrário vai criar vapor no interior que não pode ser libertado. Perfure várias vezes com a ajuda de um garfo e depois sim, aqueça à vontade.

4

Cozinhar ovos inteiros

Se há erro que não deve mesmo cometer é tentar cozinhar ovos inteiros com casca no micro-ondas. E porquê? Os ovos nunca podem ir para o micro-ondas com a casca, pois a acumulação de vapor no interior pode levar à explosão do ovo. E já está a imaginar os estragos, certo?

5

Utilizar plásticos não adequados

Cumpra mesmo esta regra, pelo bem da sua saúde! Só os recipientes de plástico que têm a informação de que são adequados para micro-ondas devem ser usados. Se não tiverem esta informação nunca os use neste eletrodoméstico, pois eles vão libertar substâncias nocivas para os alimentos e, consequentemente para a sua saúde.

Pior: os que não são livres de BPA’s podem libertar partículas de plástico que depois vamos ingerir.

6

Não limpar o micro-ondas

Este eletrodoméstico deve estar sempre limpo, pois os resíduos ou líquidos que possam ficar nas paredes do micro-ondas podem contaminar os outros alimentos que vamos aquecer ou cozinhar. Mantenha o aparelho devidamente higienizado: se a utilização é diária, faça uma limpeza bem regular!

7

Utilizar recipientes inadequados

Este é um dos erros mais comuns ao usar o micro-ondas e que deve ser evitado para prolongar a vida do eletrodoméstico. Além dos plásticos que já mencionamos que não deve utilizar, fuja de tudo o que tem inox, metais ou folha de alumínio.

Além de lhe estragar o aparelho, se colocar um recipiente de alumínio no micro-ondas vai ouvir os estalidos e ver uns raios do tipo relâmpagos, a reação entre os raios do aparelho e o material do recipiente podem até causar uma explosão ou descarga elétrica.

8

Não tapar o recipiente

As tampas que vêm com os micro-ondas, ou as que se compram no supermercado, não existem por um acaso. Elas são muito importantes de utilizar para aquecer os alimentos no micro-ondas. E não é só por uma questão de proteção de higiene, evitando que os salpicos sujem todo o aparelho.

A tampa nos recipientes também acaba por atuar como escudo para com os raios emitidos pelo aparelho. Invista numa tampa de qualidade e vá mantendo a sua higiene também!

9

Utilizar apenas a configuração de potência mais alta 

Estando nós sempre com pressa e com vontade de fazer tudo o mais rapidamente possível, é quase instintivo programar o micro-ondas na potência máxima. No entanto, saiba que está a cometer um erro.

Quando utilizamos o micro-ondas apenas nesta potência, não estamos a respeitar as características do alimento a aquecer. E como deve imaginar, nem todos os alimentos cozinham da mesma forma, o que pode “estragar” ou “alterar” o sabor dos mesmos.

Alguns equipamentos já vêm com sugestões de tempo e intensidade para determinados alimentos no próprio painel; se não, procure nas instruções as recomendações.

10

Não aos recipientes quadrados

Pode parecer um pouco estranho, mas a verdade é que utilizar recipientes quadrados para aquecer comida pode não ser a melhor ideia. E porquê? Porque neste tipo de tupperwares, o micro-ondas não consegue chegar a todo o lado de uma forma uniforme.

Prefira sempre recipientes redondos. Caso não tenha tupperwares com este formato, é preferível aquecer a comida num prato.

comprar eletrodomésticos com defeito
Não perca 11 sítios para comprar eletrodomésticos com defeito a bons preços

Como aquecer corretamente os alimentos no micro-ondas

Agora que já conhece os erros mais comuns ao usar o micro-ondas, deixamos-lhe algumas dicas extra! Basicamente, uma espécie de guia para nunca falhar na utilização de um dos nossos melhores amigos na cozinha:

  1. Aqueça sempre pequenas porções de alimentos, para que a temperatura consiga chegar a todos de forma uniforme;
  2. Parta peças de carne ou outros alimentos em pedaços mais pequenos, para um aquecimento mais eficaz;
  3. Use apenas recipientes adequados a micro-ondas;
  4. Nunca leve embalagens tapadas ao micro-ondas (se tiverem películas, devem sempre ser perfuradas);
  5. Tape sempre os pratos no micro-ondas com uma tampa com furos (como a que, normalmente, acompanha o eletrodoméstico);
  6. Antes de retirar os alimentos do micro-ondas, espere alguns segundos – isto serve para baixar os elevados níveis de energia com que ficam os alimentos.
  7. Cumpra sempre as indicações e instruções do seu micro-ondas. Cada eletrodoméstico é diferente e as suas regras devem ser sempre cumpridas.
  8. Não descure a limpeza deste equipamento. Dado o seu uso tão intensivo, já imaginou a quantidade de germes que lá podem habitar? 

A Direção-Geral da Saúde (DGS), disponibiliza um documento sobre alimentação inteligente. Aqui também pode encontrar dicas da utilização do micro-ondas na confeção das suas refeições.

Veja também