Luísa Santos
Luísa Santos
05 Set, 2019 - 11:15
Firefox 2020: o que traz o browser de novo?

Firefox 2020: o que traz o browser de novo?

Luísa Santos

Navegar na Internet tem levantado questões sobre a privacidade de cada utilizador. O Firefox 2020 traz mais segurança ao browser e outras novidades.

O artigo continua após o anúncio

Hoje em dia, abrir um browser e pesquisar determinado tema no Google envolve muito mais que isso. É como se o utilizador estivesse a deixar um rasto por cada página que passa, e é precisamente isso que o Firefox 2020 quer mudar, através de uma série de medidas já em curso.

Firefox 2020 quer mais segurança

firefox

Fonte da Imagem: Mozilla/Divulgação

É um dos browsers mais utilizados em todo o mundo, um pouco por todos os dispositivos (sejam eles móveis ou não). A pluralidade do Firefox, uma das plataformas mais bem adaptadas a cada aparelho, coloca-o à frente de outros motores de busca e é com a questão da privacidade de dados que a empresa se quer destacar ainda mais.

Esta tomada de posição não é nova, já que desde 2017 que a empresa, através do Firefox Quantum, nunca teve medo de colocar a concorrência em causa pela falta de cuidado que tem no tratamento de dados dos seus utilizadores.

Depois do escândalo que associou o Facebook à Cambridge Analytica, a Firefox aproveitou para reiterar a importância que dá à privacidade dos seus clientes ao lançar uma nova extensão que, integrada na rede social, impedia o Facebook de recolher quaisquer informações quando o utilizador visitar outros sites.

Privacidade sempre foi a prioridade da Firefox

O Firefox 2020 quer manter aquela que foi a sua conduta até agora. Exemplo disso foi o lançamento de ferramentas propositadamente desenvolvidas para preservar a privacidade dos utilizadores e das suas informações:

  • Firefox Send: funcionalidade que permite o envio de ficheiros de forma 100% segura;
  • Firefox Lockwise: ferramenta que permite guardar e gerir palavras-passe;
  • Firefox Monitor: a função que permite saber se, na eventualidade de existir alguma fuga de informação, o acesso aos seus dados aconteceu ou não;
  • Firefox Preview: browser propositadamente desenvolvido para dispositivos móveis Android, com o principal objetivo de destronar a soberania do Chrome.
firefox em pc e telemovel

Fonte da Imagem: Mozilla/Divulgação

O que esperar em 2020

Há outras cartadas que a empresa quer jogar com o Firefox 2020 de forma a atingir, idealmente, melhor lugar no mercado – sobretudo em relação à Google.

O artigo continua após o anúncio

Em entrevista à Tech Radar, umas das plataforma tecnológicas mais prestigiadas atualmente, Dave Camp, vice-presidente da Firefox, clarificou alguns rumores sobre a plataforma que hoje conhecemos. Ao contrário daquilo que tem vindo a ser dito, o browser não terá uma versão gratuita e uma premium.

Dave Camp não esconde que, apesar de tudo, o objetivo que estaria por detrás dessas versões se mantém “em cima da mesa”. A ideia da empresa é que, em 2020, os utilizadores possam navegar numa plataforma sem publicidade – publicidade essa que surge em cada dispositivo com base naquilo que cada utilizador pesquisa na Internet.

É esta a transparência que a Firefox quer garantir e manter a longo prazo. De acordo com Camp, a empresa ainda está a trabalhar no aspeto final que o browser poderá ter, pelo que ainda não existe uma data oficial para o lançamento.

A principal missão da empresa é garantir aos utilizadores uma navegação segura e, acima de tudo, privada. “Vemos várias coisas boas a serem construída na web, algo que os utilizadores adoram e querem usar. Nós consideramos isso ótimo. Não estamos aqui para pedir às pessoas que parem de usar a Internet porque ela é assustadora. Mas o que não está correto é que elas não percebam o que acontece nos bastidores”, afirma Camp.

Resta esperar que o Firefox 2020 seja o melhor browser da empresa e obtenha a aceitação desejada.

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp