Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
18 Fev, 2020 - 11:59

Galaxy Z Flip: o regresso ao futuro

Luísa Santos

Há muitas tendências cíclicas, facto que não podemos negar e o Galaxy Z Flip é exemplo disso mesmo. Será que os telemóveis dobráveis vieram para ficar?

Galaxy Z Flip: o regresso ao futuro

Em termos de tendências de smartphones, temos assistido ao lançamento de produtos cada vez maiores. O Galaxy Z Flip vem interromper o ciclo e traz de volta os telemóveis de abrir e fechar.

review samsung Galaxy Z Flip: exterior intemporal, interior revolucionário

Os telemóveis dobráveis podem estar a regressar para, desta vez, ficarem. Depois da primeira tentativa, também ela encetada pela Samsung, chega agora uma nova Era.

Com o Galaxy Fold, primeiro telemóvel dobrável da marca nesta nova Era tecnológica, a receção não foi a melhor. O smartphone enfrentou graves problemas de hardware, o que levou a Samsung a tentar uma vez mais.

É assim que surge o Galaxy Z Flip, um super-telemóvel que, para além de caber na palma da mão, também cabe no bolso das calças. A versatilidade e flexibilidade são dois dos seus maiores trunfos.

Design e Construção

À primeira vista, este é o indicador que faz notar a mudança. O Galaxy Z Flip tem um design suficientemente poderoso para lhe permitir abrir e fechar sem afetar o ecrã principal.

Este smartphone dobra-se em forma de quadrado quando não esta a ser utilizado e, dessa forma, pode ser guardado em bolsos ou acessórios mais pequenos.

O Galaxy Z Flip conta com uma espécie de dobradiça traseira que “desaparece” quando o telemóvel está aberto. Inteligência e funcionalidade estão de mãos dadas nesta decisão.

Apesar de só estar disponível em duas cores (Mirror Purple e Mirror Black), o smartphone muda de cor automaticamente sempre que é fechado e/ou aberto. Impressionante, certo? Também achámos.

Ecrã

Design intemporal e características de topo. É assim que o Galaxy Z Flip se apresenta e faz-se valer das 6.7 polegadas do ecrã Infinity Flex para o provar. O Dynamic AMOLED imersivo destaca-se pela qualidade de cores e contrastes.

A moldura que o circunda é apenas a suficiente para permitir o encaixe da dobradiça traseira, pelo que é garantida a experiência cinematográfica. No topo, podemos encontrar a câmara frontal, sem notches ou molduras.

O facto de ser construído com um vidro ultra-fino permite que o telemóvel dobre e se feche num quadrado sem afetar o normal funcionamento do display.

ecra do galaxy z flip
Fonte da Imagem: Samsung/Divulgação

Câmara(s)

A qualidade da câmara é uma das características que a Samsung mais preza nos seus smartphones e o Galaxy Z Flip não poderia ser exceção.

Antes de falarmos da resolução, importa destacar a característica mais marcante deste novo telemóvel: o facto de tirar fotografias em qualquer posição. Isto quer dizer que o Galaxy Z Flip pode estar pousado ou parcialmente aberto, que o disparo continua a ser garantido.

A câmara principal (traseira) tem duas lentes, ambas com 12MP—uma grande-angular com abertura de f/1.8 e outra ultrawide com abertura de f/2.2. A câmara frontal, por sua vez, tem 10MP e uma abertura de f/2.4.

Ambas têm a tecnologia HDR incorporada, que melhora a qualidade das fotografias. Em termos de vídeo, a câmara de selfies filma a 2160px, a 30fps (frames por segundo), enquanto a câmara traseira filma com mais resoluções:

  • 2160px a 30/60fps;
  • 1080px a 60/240fps;
  • 720px a 960fps;
  • HDR10+.

Memória e Bateria

Pela primeira vez, a Samsung não inclui uma slot de expansão de memória através de microSD externos. Isso quer dizer que terá de se contentar com os 256GB de memória interna que, de resto, deverão ser mais do que suficientes.

A memória RAM, por sua vez, tem 8GB, o que garante a rapidez de resposta e de processamento. Por falar em processador, não esqueçamos o Qualcomm SM8150 Snapdragon 855+ (7 nm), equipado com o Android 10 (com a interface One UI 2).

A Samsung também não poupou na bateria de 3300 mAh que incluiu no Galaxy Z Flip, o que significa que, dependendo do uso, terá utilização para mais de 24 horas. Graças ao Wireless PowerShare, pode carregar este e outros dispositivos sem fios.

cores do galaxy z flip
Fonte da Imagem: Samsung/Divulgação

Preço e disponibilidade

Apesar de já ter sido lançado, o Samsung Galaxy Z Flip só chega às lojas portuguesas no dia 21 de fevereiro, com um preço inicial de 1.529,90€.

Especificações técnicas
Ecrã6.7” Foldable Dynamic AMOLED capacitive touchscreen, 16M colors (Resolução de 1080 x 2636 píxeis);
ProcessadorQualcomm SM8150 Snapdragon 855+ (7 nm)
Bateria3300 mAh (Fast charging 15W)
Memória RAM8GB
Câmara Traseira (Principal)12 MP, f/1.8, 27mm (wide), 1/2.55″, 1.4µm, Dual Pixel PDAF, OIS + 12 MP, f/2.2, 12mm (ultrawide), 1.12µm
Câmara Frontal (Secundária)10 MP, f/2.4, 26mm (wide), 1.22µm, PDAF
PreçoA partir de 1.529,90€
Veja também