Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ana Duarte
Ana Duarte
11 Out, 2017 - 11:05

5 hábitos de um bom condutor

Ana Duarte

Pequenos comportamentos que deve adotar quando está ao volante podem fazer com que evite acidentes e tenha uma condução mais segura e defensiva.

5 hábitos de um bom condutor

Os hábitos de um bom condutor não passam apenas por seguir as regras do Código da Estrada, mas por adotar medidas e ter comportamentos que o façam ter uma condução responsável e segura.

Ter todos estes hábitos e segui-los de uma forma constante é um desafio, mas pode ajudá-lo a prevenir acidentes na estrada.

Estas dicas ajudam também a que identifique os hábitos negativos que pode ter e não reparou, e que fazem com que tenha uma condução menos aconselhável.

5 hábitos de um bom condutor que deve adotar

1. Não segurar o telemóvel nas mãos

Os smartphones tornaram-se praticamente uma extensão física das pessoas, sendo que é cada vez mais difícil ver alguém sem um telemóvel na mão independentemente da tarefa que esteja a fazer. A desculpa de usar o smartphone como GPS no carro também não é válida, pelo que existem vários suportes para o efeito. Sendo assim, é importante que nunca use o telemóvel enquanto conduz. Falar ao telemóvel ou enviar mensagens enquanto conduz muitas vezes leva a acidentes.

2. Conhecer e respeitar o limite de velocidade

Se não estiver a conduzir numa zona onde o costuma fazer, é importante saber ao certo qual é o limite de velocidade da estrada onde se encontra. Mesmo que saiba, é também fundamental respeitar esse mesmo limite. Os perigos de ultrapassar os limites de velocidades impostos passam por reduzir o tempo de reação caso algo inesperado lhe apareça na estrada, fazendo com que tenha menos controlo no veículo.

3. Manter a distância de segurança

Manter sempre uma distância de segurança de pelo menos três metros é uma medida que pode evitar acidentes: pode fazer com que não bata no carro da frente, e com que tenha mais tempo e espaço de reação caso apareça algo de inesperado na estrada.

4. Não beber quando vai conduzir

A ingestão de bebidas alcoólicas provoca várias alterações no condutor a nível de visão, reflexos e capacidade de reação, aumentando também a probabilidade de adormecer ao volante. Se for conduzir, o melhor mesmo é não consumir bebidas alcoólicas. Ao conduzir embriagado, para além de arriscar a sua segurança na estrada, põe em causa a segurança dos que viajam consigo e na mesma estrada.

5. Cinto de segurança

O cinto de segurança é um acessório que é obrigatório usar na condução, por lei, e não é por acaso que assim o é. Usar o cinto de segurança (e aconselhar todos os passageiros a fazer o mesmo) é a primeira medida preventiva a tomar quando se entra no carro. É a forma mais simples e fácil de evitar consequências mais graves caso tenha um acidente.

Veja também: