Luísa Santos
Luísa Santos
22 Jul, 2019 - 10:51
Haters nas redes sociais: como lidar com os indesejáveis

Haters nas redes sociais: como lidar com os indesejáveis

Luísa Santos

É um fenómeno que tem vindo a crescer e que pode atacar qualquer pessoa. Saiba como reagir à presença de haters nas suas redes sociais e como os bloquear.

O artigo continua após o anúncio

Ninguém está livre deste acontecimento, e por mais que as figuras públicas sejam as mais afetadas, a verdade é que a presença de haters pode fazer-se notar nas redes sociais de qualquer utilizador. Neste artigo, dizemos-lhe como deve lidar com comentários pouco simpáticos e como deve agir em situações mais graves.

O que fazer com a presença de haters nas redes sociais

redes sociais

Ainda que seja um estrangeirismo, a verdade é que a presença (ativa) de haters nas redes sociais se faz notar de tal forma, que foi necessário encontrar um termo suficientemente global para descrever o fenómeno. De forma muito simples, esse termo identifica as pessoas que, com ou sem motivo, “atacam” as contas de outros utilizadores com comentários desagradáveis e, na maior parte das vezes, desrespeitadores.

As redes sociais trouxeram muitas vantagens, mas também exigem alguns cuidados, num mundo que é cada vez mais digital e que carece de regras de utilização por ser tão abrangente e praticamente incapaz de controlar todas as publicações que são feitas em contexto de redes sociais.

Como identificar haters

“Se tens haters, é porque estás a fazer alguma coisa bem”, diz Kylie Bunbury. E a verdade passa muito por esta afirmação que, em poucas palavras, resume a atuação desse tipo de utilizadores nas redes sociais. As figuras públicas são aquelas que mais “ódio” recebem nas suas publicações, mas também são muitas as pessoas “menos públicas” que experienciam este fenómeno.

Existem vários tipos de bullying e, por mais forte que o termo possa parecer, é tão ou mais pertinente do que se possa achar neste contexto. Um desse tipos é o cyberbullying que, com o crescimento da Internet e das redes sociais, tem ganho cada vez mais espaço nessas plataformas.

O ataque pessoal que pode ser encontrado um pouco por todas as redes chega a ser preocupante e é facilmente identificável. Os haters acabam por fazer os comentários que bem entenderem que, por serem impossíveis de serem filtrados, ofendem os utilizadores que os recebem.

É relativamente simples detetar esse tipo de conduta, já que as palavras escritas chegam mesmo a desrespeitar a pessoa responsável pelas publicações e acontecem em praticamente todas elas. É precisamente essa periodicidade que identifica e distingue um hater mais ou menos persistente (mas, ainda assim, um hater).

homem usa telemovel

Como lidar com haters

É frequente ouvir-se que, quer estas situações aconteçam off ou online, o melhor remédio é ignorar e não dar importância àquilo que não tem. Contudo, sabemos que isto é difícil, por isso preparamos uma lista de atitudes e decisões que o vão ajudar a lidar com uma situação menos agradável nas redes sociais:

O artigo continua após o anúncio
  • Os haters vão sempre procurar um motivo para “descarregar” o seu ódio – mentalize-se que isso nunca vai mudar e as suas publicações vão despoletar sempre a mesma ação;
  • Distancie-se do que lê e perceba que nunca vai conseguir agradar toda a gente – valorize só as opiniões que interessam;
  • Não seja como eles – converse com essas pessoas se achar que vale a pena perceber o seu ponto de vista;
  • Não deixe que comentários de haters afetem aquilo que publica – continue a publicar aquilo que lhe apetecer.

Se, ainda assim, nenhuma destas guidelines melhorar a sua situação, então tome medidas mais sérias. Por muitas desvantagens que as redes sociais possam ter, estas também oferecem controlo total ao utilizador para que ele possa gerir a sua conta (e amizades) da forma que entender. E há mais ações que pode tomar:

  • Bloqueie os seus haters – pode fazê-lo em qualquer rede social, acedendo às Definições da mesma e pode também voltar com a decisão atrás;
  • Também nas Definições do Facebook ou Instagram pode impedir que sejam feitos comentários às suas publicações – dessa forma, ninguém pode escrever nos seus posts.

Este não é um fenómeno recente, mas é crescente e prova disso são as novas medidas anti-bullying implementas pelo Instagram. Como tal, todo o cuidado é pouco e o mais importante é que não se deixe influenciar pela opinião dos outros, nem tão pouco lhe dar importância.

Veja também: 

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp